Música de câmaraNotícia

Uma pianista na rede

Juliana Da��Agostini lanA�a, na internet, sA�rie de vA�deos de mA?sica popular com convidados especiais.

 

A pianista Juliana Da��Agostini acaba de lanA�ar seu mais novo projeto: uma sA�rie de vA�deos de mA?sica popular na companhia de convidados especiais. Os vA�deos irA?o ao ar sempre A�s terA�as-feiras em seuA�canal do YouTube Pills e o pA?blico pode esperar um repertA?rio variado, preparado com cuidado para agradar diferentes gostos musicais.

JA? foram lanA�ados dois vA�deos e, no primeiro, Da��Agostini faz uma versA?o de Pra sempre com vocA? a�� canA�A?o da dupla sertaneja Jorge e Mateus a��, com a participaA�A?o da cantora e youtuber Gabi Luthai. No segundo, Juliana faz uma versA?o para piano solo de All of me, um dos sucessos do cantor norte-americano John Legend.

A pianista explica que a ideia da sA�rie surgiu do desejo de produzir mA?sica, independente do gA?nero: “Senti necessidade de compartilhar mA?sica atravA�s de um canal plural, reunindo artistas e gA?neros diferentes. Quebrando preconceitos, nosso objetivo A� emocionar atravA�s de experiA?ncias sonoras”.

Formada pela Universidade de SA?o Paulo, com especializaA�A�es na Europa e Estados Unidos, e trA?s A?lbuns lanA�ados, a pianista transita com elegA?ncia entre o erudito e o popular. Ao longo de sua carreira, se apresentou em diversos paA�ses e em grandes salas, como o Carnegie Hall de Nova York e as Salas SA?o Paulo e CecA�lia Meirelles, no Rio de Janeiro. TambA�m foi solista de grandes orquestras, como as SinfA?nicas da RA?dio e TV da BielorrA?ssia, da ParaA�ba, de Campinas, de Sergipe, da Bahia e de muitas outras, como a Orchestra Femminile Italiana. Recentemente, foi solista da turnA? europeia da Kazakhstan State Orchestra.

Na mA?sica popular, a musicista jA? integrou iniciativas como o Projeto Tribos da Brasil Piano Masters, que produziu oito videoclipes que associavam mA?sica clA?ssica A� arte popular. Para o projeto, Da��Agostini se juntou ao rapper Projota interpretando Preste atenA�A?o, composiA�A?o sobre tema de Rachmaninov. Outro projeto da artista foi a gravaA�A?o do vA�deo Rach crossover, parceria com o guitarrista Paul Pesco, conhecido por tocar com a http://poradnia.eu/how-much-does-naltrexone-injection-cost/ popstar Madonna.

Elogiada por grandes nomes da mA?sica erudita como os maestros JoA?o Carlos Martins e Isaac Karabtchevsky, Juliana Da��Agostini conta que a escolha do repertA?rio se dA? de formas variadas: “A escolha do repertA?rio e as parcerias acontecem de maneiras diferentes. HA? desde o acaso, por exemplo, quando encontro um artista em estA?dio e fazemos uma jam session, atA� algo imaginado, sonhado por mim e transformado em um convite”. A pianista conta que o pA?blico pode esperar parcerias muito especiais, como LuA�za Possi, Rappin Hood, FafA? de BelA�m, Nuno Mindelis, Robinho Tavares, Mc Garden, Toquinho e outros. “Espero que as pessoas acompanhem o canal, se emocionem com os vA�deos e com as parcerias mais que especiais” Pills clonidine no prescription , completa.

 

TrajetA?ria

Juliana Da��Agostini toca piano desde os 5 anos de idade. Cedo descobriu que possuA�a ouvido absoluto e que deveria tirar proveito da habilidade. Aos 17 anos, ingressou na Universidade de SA?o Paulo, na qualA�se formou em Piano, tendo Eduardo Monteiro como tutor. Na Europa, frequentou cursos de especializaA�A?o na AcadA�mies Internationales da��A�tA� du Grand Nancy e no Strasbourg National Conservatoire, e nos Estados Unidos, com Wha Kyung Byun, Caio Pagano e Max Barros.

Sua beleza despertou convites do mundo fashion e a pianista trabalhou como modelo, fotografando para revistas e editoriais de moda no Brasil e nos Estados Unidos. O rosto bonito e o corpo escultural ajudaram a pagar os estudos, mas tambA�m serviram para gerar preconceito. No caminho que decidiu trilhar, ser loira de olhos verdes nA?o significa, necessariamente, um passaporte para o sucesso. Com o lanA�amento, em 2010, de seu primeiro CD a�� Chopin/Lizst a��, as crA�ticas em relaA�A?o A� sua (bela) aparA?ncia diminuA�ram em relaA�A?o A�s que apontaram a pianista como um grande talento e uma das mais surpreendentes revelaA�A�es da mA?sica erudita nacional.

Em adiA�A?o aos recitais e concertos, a musicista pesquisa a fundo a histA?ria e as obras de seus A�dolos eruditos. Com uma bolsa de estudos, Juliana realizou pesquisas acadA?micas de iniciaA�A?o cientA�fica. Como musicA?loga, jA? trabalhou em sonatas de Beethoven e nos manuscritos do compositor brasileiro Henrique Oswald, projeto que a levou a palestrar em congressos. Atualmente, estA? lanA�ando a Crossover Tour, em que mistura mA?sica clA?ssica e eletrA?nica, com o objetivo de criar um novo pA?blico para as salas de concerto.

Juliana tem sido reconhecida como uma das mais importantes pianistas brasileiras da atualidade. Em 2012 lanA�ou o CD Juliana Da��Agostini + Emmanuele Baldini Purchase best online levitra , com o spalla http://fitra.mhs.narotama.ac.id/2018/02/02/casodex-shipping/ da Osesp (Orquestra SinfA?nica do Estado de SA?o Paulo). Em 2011, o CD Juliana Da��Agostini + Catalin Rotaru, com o famoso contrabaixista Rotaru, foi finalista do 7A? PrA?mio Bravo de Cultura, categoria melhor CD Erudito. Em 2010, lanA�ou seu primeiro CD, Pills Chopin | Liszt, recebido pela crA�tica como um exemplo de “tA�cnica e sensibilidade”A�(revista Veja).

Em 2014 Juliana ganhou o PrA?mio Jovem Brasileiro (a maior premiaA�A?o jovem do Brasil) na categoria MA?sica Internacional e foi agraciada com a Comenda Dom Pedro I e nomeada membro da ConfederaA�A?o Brasileira de Letras e Artes. Da��Agostini acumula tambA�m importantes prA?mios em sua carreira como a posiA�A?o de semifinalista no Seattle International Piano Competition 2010, XIX Concurso de Piano Artlivre a�� 1A? lugar (2006), XIV Concurso de Piano Arnaldo Estrella a�� 1A? lugar (2006) e IV Concurso Jovens Solistas OSBA a�� 1A? lugar (2005).

 }

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.