LateralÓperaProgramaçãoRio de Janeiro

“Theodora”, de Händel na Cecília Meireles

A Sala Cecília Meireles, um espaço da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa/FUNARJ, e PETROBRAS apresentam sexta-feira, dia 8 de novembro, às 20h, dentro da Série Sala Lírica, a ópera em três atos, Theodora, de G. F. Händel, com a Camerata Vocal e Orquestra de Câmara da Associação de Canto Coral.

A ópera Theodora, considerada uma obra prima de G. F. Händel, estreia nesta sexta, 8 de novembro, com a Camerata Vocal e a Orquestra de Câmara da Associação de Canto Coral, na Sala Cecília Meireles, às 20h. “Esta ópera é um conto da Roma antiga que fala aos nossos corações, de maneira atual sobre a inocência, o amor, a fé, o ódio e a sede do poder”, explica o maestro e diretor musical da ACC, Jésus Figueiredo.

O oratório dramático de Händel, encenado como ópera, baseia-se na história verdadeira sobre a opressão religiosa de uma cristã do século IV que defende suas crenças religiosas. Ela desafia um decreto do governo de Roma e se nega a participar de uma festa pagã. Theodora é condenada a se prostituir e diz preferir a morte. Ajudada por um soldado a fugir, vê seu aliado condenado à morte.

Composta em 1749, Theodora se difere dos demais oratórios por ser uma tragédia, onde finaliza com a morte da heroína e de seu amado, convertido ao cristianismo. Thomas Morell, que escreveu o libreto da obra, dizia que o compositor considerava o coro final do segundo ato, “He saw the lovely youth”, superior mesmo ao seu famosíssimo “Hallelujah” de O Messias.

Os coros dos pagãos romanos, apresentados no libreto como pessoas más que se gabam da tortura dos cristãos, são intensos, ruidosos e expansivos, enquanto os coros dos cristãos são introspectivos, levando à reflexão sobre os temas religiosos e a opressão que sofriam.

 

Camerata Vocal e Orquestra de Câmara da Associação de Canto Coral

Sopranos: Fabiana Cruz, Helen Heinzle, Paloma Lima e Vera Prodan
Mezzo-sopranos: Júlia Anjos e Márcia Rodrigues
Contratenor: Lino Ramos
Tenores: Clayber Guimarães, Jessé Bueno e Miguel Torres
Barítono: Wellington Gomes
Baixos: Herve Lagaert, Leandro da Costa e Vítor Hugo Souza

Direção Musical e Órgão: Jésus Figueiredo

 


SERVIÇO

 

“Theodora”, ópera de G. F. Händel

Dia 08 de novembro, sexta-feira, às 20h

Sala Cecília Meireles (Largo da Lapa, 47 – Centro – Rio – 2332 9223)

 

Ingressos a R$ 40,00 (R$ 20,00)

www.ingressorapido.com.br

 

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.