LateralMinas GeraisMovimentoNotícia

Temporada 2020 da Filarmônica MG

No dia 17 de outubro será anunciada a programação da Temporada 2020 da Filarmônica MG, que marca os 5 anos da Sala Minas Gerais, sede da Orquestra e considerada uma das melhores salas de concerto da América Latina.

O lançamento da Campanha de Assinaturas, por meio da qual o público poderá adquirir, antecipadamente, ingressos para todo o ano, será realizado durante o concerto da Orquestra com a pianista convidada, Joyce Yang, às 20h30, na Sala Minas Gerais.

Convido vocês a explorarem as várias séries, contando com a comprovada fidelidade e carinho do público para com a nossa Orquestra. Certamente um ano especial, quando a presença contínua de Beethoven nos guiará em seguir a excelência e gênio que o caracterizam, sem dúvida um modelo para todos nós. Afinal, como ele mesmo disse: ‘Existem e sempre existirão milhares de príncipes, mas só existe um Beethoven!’ Que desfrutemos dele em toda a sua plenitude!”, destaca o maestro Fábio Mechetti, diretor artístico e regente titular da Filarmônica de Minas Gerais.

 

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 2020

Abertura da nova temporada

A abertura será realizada nos dias 13 e 14 de fevereiro de 2020, com a Sinfonia nº 2 em dó menor, “Ressurreição”, de Mahler, obra que inaugurou a Sala Minas Gerais em 2015. Com regência do maestro Fábio Mechetti, dividem o palco com a Orquestra a soprano Camila Titinger, a mezzo-soprano Luísa Francesconi, o Coro da Osesp, sob regência de William Coelho, e o Coral Lírico de Minas Gerais, sob regência de Lara Tanaka.

Para o maestro Fábio Mechetti, “a Sala Minas Gerais foi a coroação de um projeto sinfônico ímpar. Em poucos lugares do mundo houve a oportunidade de se construir uma orquestra e uma sala de excelência. Belo Horizonte junta-se a poucas cidades internacionais que possuem dois patrimônios assim. Hoje, a cidade e o estado participam de um circuito cultural invejável, podendo atrair não só novos amantes da música erudita, mas também ser um polo de irradiação econômica que estimula, além da cultura, a educação, o turismo e a vida financeira local”.

Do ponto de vista acústico, Mechetti lembra que a Sala Minas Gerais, como um espaço dedicado à música sinfônica, “é considerada por muitos como a melhor sala de concertos do Brasil e da América Latina. A essa importante qualidade técnica une-se a sua arquitetura, que permite ao público aproveitar cada som nela revelado e abraçar a orquestra”.

Na história da música erudita, toda grande orquestra tem sua sala de concertos. O diretor artístico explica que, “juntas, orquestra e sala criam suas próprias sonoridades e fazem com que a música ali produzida sirva como agente de transformação civilizatória da sociedade. Acredito que tanto a Filarmônica quanto a Sala Minas Gerais vêm cumprindo essa missão com louvor”, conclui o maestro.

 

Festival Beethoven

O grande destaque de 2020 é Beethoven. Comemorar os 250 anos de nascimento de Ludwig van Beethoven é ter um ano inteiro para viver a intensidade da sua criação – uma mente revolucionária e um espírito inquieto que deram à música seu lugar de renovação. Sinfonias, aberturas, o piano e um concerto cênico da sua única ópera levarão o público ao universo deste homem genial. As obras de Beethoven estarão distribuídas nas cinco séries que o público poderá escolher para fazer uma assinatura, ou seja, comprar os concertos para todo o ano.

Nas séries Presto e Veloce: Abertura Coriolano, Concerto para piano nº 1, Concerto para piano nº 2, Egmont: Abertura, Fidelio, Marcha Zapfenstreich, Sinfonia nº 1, Sinfonia nº 2, Sinfonia nº 6Pastoral” e a Sinfonia nº 7.

Nas séries Allegro e Vivace: Concerto para piano nº 3, Concerto para piano nº 4, Fidelio: Abertura, Sinfonia nº 3, “Eroica”, Sinfonia nº 4, Sinfonia nº 5 e a Sinfonia nº 8.

Na série Fora de Série: Abertura “A consagração da casa”, Abertura Leonora nº 1, Abertura Leonora nº 3, Abertura Namensfeier, As criaturas de Prometeu: Abertura, As ruínas de Atenas: Abertura, Concerto para piano nº 5, “Imperador” e Rei Estevão: Abertura

 Outra obra de Beethoven sempre esperada, a Nona Sinfonia será apresentada pela Filarmônica de Minas Gerais em concerto especial, fora da programação de assinaturas. As datas serão anunciadas mais tarde.

 

Outras celebrações de aniversários

Além dos 250 anos de nascimento de Beethoven, a Filarmônica de Minas Gerais celebra os nascimentos de Fauré (175 anos), Lehár (150 anos), Castelnuovo-Tedesco e Hindemith (125 anos), e também os 100 anos de morte de Bruch e Nepomuceno, os 75 anos de morte de Bartók, Braga, Mascagni e Webern.

 

Convidados nacionais e internacionais

A Filarmônica de Minas Gerais oferece assinatura para cinco séries de concertos: Presto e Allegro (realizadas às quintas-feiras), Veloce e Vivace (realizadas às sextas-feiras) e Fora de Série (aos sábados). Dentre os destaques que serão apresentados na Sala Minas Gerais estão o ciclo dos cinco concertos para piano de Beethoven com Arnaldo Cohen; a presença de jovens solistas como Ronaldo Rolim, Leonardo Hilsdorf, Danielle Akta e Daniela Liebman, sendo estas últimas de apenas 16 anos; os regentes convidados Leif Segerstam, Conrad van Alphen, Thomas Sanderling e JoAnn Falletta; brasileiros consagrados internacionalmente como Cristian Budu e Antônio Meneses; o trompista Eric Terwilliger e a vencedora do último concurso Rainha Elizabeth da Bélgica, violinista Stella Chen.

A temporada também celebra o quinto aniversário da Sala Minas Gerais com a Segunda Sinfonia de Mahler, obra inaugural daquela que é hoje considerada a melhor sala de concertos do Brasil.

Na Temporada 2020, a série Fora de Série irá desvendar as mais importantes formas musicais que definem as estruturas das obras sinfônicas. A cada programa, a identidade dessas formas será explorada em termos históricos e estilísticos, com a participação de talentosos músicos da Filarmônica, além de regentes e solistas convidados.

 

Gravações

Em 2020, a Filarmônica de Minas Gerais grava a Segunda Sinfonia de Mahler, dando sequência às gravações do Ciclo Mahler, iniciadas em 2017. Até o momento já foram gravadas a Primeira, a Terceira, a Quinta e a Sexta sinfonias.

Ainda nas gravações, a Filarmônica continuará sua parceria com o Itamaraty e o selo internacional Naxos no projeto Brasil em Concerto, que prevê o lançamento, em 5 anos, de 30 CDs com 100 obras de compositores brasileiros. Em 2020, a Filarmônica gravará três obras de Lorenzo Fernandes: a Sinfonia nº 1, Reisado do Pastoreio e a Sinfonia nº 2, “O caçador de esmeraldas”.

Confira a programação completa no Caderno da Temporada 2020: www.filarmonica.art.br

 

CAMPANHA DE ASSINATURAS 2020

As assinaturas são pacotes de ingressos vendidos antes do início da temporada, pela internet ou pessoalmente, na bilheteria da Sala Minas Gerais. O assinante recebe vantagens que vão de significativos descontos nos preços dos ingressos à possibilidade de manter o mesmo lugar nos concertos adquiridos e à comodidade de receber, em casa, os ingressos das apresentações compradas. Além disso, assinaturas têm sido adquiridas como opção de presente, pela experiência que proporcionam e pela razoabilidade de seu custo, além de durarem todo o ano. As séries disponíveis para assinatura são Presto, Veloce, Allegro, Vivace e Fora de Série.

Lançado em 2009, o Programa de Assinaturas, iniciativa inédita nas produções culturais do estado, foi rapidamente abraçado pelo público da Filarmônica de Minas Gerais. De lá para cá, o número subiu gradativamente – das 705 iniciais às 3.366 assinaturas de hoje.

Os assentos na Sala Minas Gerais disponíveis para assinatura são distribuídos em cinco setores, com preços diferentes (balcão principal, plateia central, balcão lateral, balcão palco e mezanino). O público pode comprar pacotes de 9, 12, 21, 24 ou 33 concertos. Os preços vão de R$ 406 a inteira (R$ 203 meia-entrada) para 9 concertos no mezanino, até R$ 3.550 a inteira (R$ 1.775 meia-entrada) para 33 concertos no balcão principal. Têm direito a meia-entrada, de acordo com a legislação, as pessoas maiores de 60 anos, estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência. Ao pagar preço cheio ou meia-entrada, os assinantes podem dividir o valor da compra em até seis vezes, sem juros, no cartão de crédito.

Como ocorre todos os anos, a primeira etapa da campanha é dedicada aos assinantes, para que possam renovar suas assinaturas. No período de renovação, que vai de 18 a 29 de outubro de 2019, o assinante poderá manter sua(s) série(s) e cadeira(s) ou mesmo indicar o desejo de trocar de assento(s) e/ou série(s), sempre de acordo com a disponibilidade. O período de troca ocorre de 30 de outubro a 13 de novembro de 2019. A partir de 16 de novembro de 2019 é realizada a venda de novas assinaturas para o público em geral. A campanha vai até 26 de janeiro de 2020.

 

Acesso à venda de assinaturas

 – Pela internet: www.filarmonica.art.br/assinaturas

– Na bilheteria da Sala Minas Gerais (Rua Tenente Brito Melo, 1.090, Barro Preto, BH), de terça a sexta – das 12h às 20h; sábados – das 12h às 18h, exceto feriados e recesso de fim de ano.

 Observação: em janeiro, poderá haver alteração do horário de funcionamento da bilheteria. Qualquer mudança será comunicada pelo site e pelas redes sociais da Filarmônica.

Confira a tabela completa no Caderno da Temporada 2020: www.filarmonica.art.brhttp://www.filarmonica.art.br

 

ORQUESTRA FILARMÔNICA DE MINAS GERAIS

 Além dos concertos de assinatura, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais realiza vários programas e ações de cunho educacional e de difusão da música sinfônica.

 Programas educacionais

Os Concertos para a Juventude, realizados em manhãs de domingo, são dedicados à família e à formação de público. Ao desvendar o universo orquestral, a série aproxima público e música. As apresentações são gratuitas.

Os Concertos Didáticos são dedicados a crianças e adolescentes do ensino fundamental e médio e a instituições sociais. Para o melhor aproveitamento do concerto, os alunos são preparados em suas salas de aula por monitores da Escola de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG).

O Festival Tinta Fresca destina-se ao fomento da criação musical sinfônica entre jovens compositores brasileiros. Com inscrições provenientes de todo o país, um júri, formado por compositores renomados, é responsável pela seleção das peças. Feito isso, Orquestra e criadores dão início ao processo de transformação de partituras em músicas, que, ao fim, são reveladas em concerto gratuito aberto ao público.

O Laboratório de Regência reúne, a cada ano, 15 jovens regentes vindos de todo o país, em busca do aprimoramento de seus talentos. Eles recebem orientação do regente titular da Filarmônica, Fabio Mechetti, e, ao final de uma semana de aulas técnicas e teóricas, quatro deles conduzem a Orquestra em concerto gratuito aberto ao público.

Os Concertos Comentados são palestras de 30 minutos conduzidas por diferentes profissionais sobre aspectos do repertório dos concertos das séries Presto, Veloce, Allegro e Vivace. Dirigidas, presencialmente, ao público desses concertos, as palestras são gravadas em áudio e ficam disponíveis no site da Orquestra.

Os Concertos de Câmara da Filarmônica buscam criar um contato mais próximo com grupos de instrumentos da Orquestra – cordas, madeiras, metais e percussão –, aprofundar a percepção sobre a diversidade de timbres, assim como promover diálogo estreito entre público e músicos.

 

Programas de Circulação

Os Clássicos na Praça são realizados em domingos, gratuitamente, nas praças e parques da Região Metropolitana de Belo Horizonte. As apresentações são um excelente veículo de propagação e democratização da música orquestral e proporcionam momentos de descontração e encantamento a um público amplo e diversificado.

Com suas Turnês Estaduais, a Orquestra Filarmônica tem propagado a música sinfônica de excelência por diversos municípios mineiros, em concertos ao ar livre, gratuitos e de repertório abrangente.

Em suas Turnês Nacionais e Internacionais, a Orquestra Filarmônica leva o nome de Minas Gerais a cidades brasileiras e do exterior, divulgando a diversidade cultural de nosso estado e, ao mesmo tempo, provocando maior interesse por nossas riquezas socioeconômicas.

 

Produção de Conteúdos

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais atua, ainda, na produção de conteúdos culturais e educativos para a difusão da música sinfônica brasileira e universal. Eles estão disponíveis no site da Orquestra (www.filarmonica.art.br). O material inclui audiodescrição e legenda (Closed Captions) para pessoas com deficiência visual e auditiva.

 

 

SERVIÇO

 

Temporada 2020 e Campanha de Assinaturas da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

 

Lançamento da Temporada 2020: 17 e 18 de outubro, às 20h30, na Sala Minas Gerais

 

Fases da Campanha de Assinaturas

– Renovação (para os atuais assinantes): de 18 a 29/outubro/2019

– Troca (para os atuais assinantes): de 30/outubro a 13/novembro/2019

– Novas assinaturas (para o público em geral): de 16/novembro/2019 a 26/janeiro/2020.

 

Informações:

– (31) 3219-9009, de segunda a sexta, das 9h às 18h

assinatura@filarmonica.art.br

 

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.