Música sinfônicaProgramaçãoRio de Janeiro

Strauss e Haydn para orquestra

Orquestra Sinfônica Cesgranrio, sob regência de Eder Paolozzi (na foto), recebe a oboísta Layla Köhler.

 

A série Sala Orquestras, da Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro, apresenta, no dia 30 de maio, às 20h, concerto da Orquestra Sinfônica Cesgranrio, sob a regência de Eder Paolozzi. Com participação da oboísta Layla Köhler, vencedora do Concurso Jovens Solistas da Osesp. No programa, Strauss e Haydn.

Layla Köhler (foto de Andreia Machado)

Layla Köhler começou seus estudos com Joel Gisiger. Venceu concursos como Jovens Solistas da Escola Municipal de Música, Prêmio Ernâni de Almeida Machado e Prêmio Eleazar de Carvalho (Festival de Campos do Jordão) e foi também a grande vencedora do Jovens Solistas da Osesp em 2017, sendo assim solista da temporada Osesp de 2018. Layla foi bolsista da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo e foi recentemente contemplada com uma bolsa integral de estudos na Royal College of Music de Londres.

O paulistano criado em terras cariocas Eder Paolozzi formou-se em regência, aos 28 anos, em Milão, no Conservatório Giuseppe Verdi, e anteriormente em violino, no Trinity Laban Conservatory of Music and Dance, em Londres. Desde 2015, o maestro está à frente da Orquestra Sinfônica Cesgranrio, como diretor artístico e regente titular do grupo de 53 jovens músicos, bolsistas da Fundação Cesgranrio, com sede no Rio de Janeiro. Em 2013, foi premiado no Musica Riva Festival, na Itália, o que lhe rendeu o convite para reger a State Youth Orchestra of Armenia. Atuou também frente às orquestras World Youth Orchestra, Reino de Aragón, Orchestra Giovanile Luigi Cherubini e a Salzburg Jungen Philarmonie. No Brasil, foi regente convidado em orquestras como Petrobras Sinfônica, Sinfônica da Bahia, do Recife e de Porto Alegre.

A Fundação Cesgranrio criou a Orquestra Sinfônica Cesgranrio, um projeto que oferece formação musical e artística, proporciona o desenvolvimento pessoal e cria oportunidades de profissionalização para jovens músicos. O principal objetivo da ação é contribuir para o desenvolvimento sociocultural da cidade do Rio de Janeiro e do Brasil.

 

PROGRAMA:

Richard Strauss (1864-1949)
Concerto para oboé e orquestra em ré maior

Joseph Haydn (1732-1809)
Sinfonia n. 49 em fá menor – La Passione

 

Foto do post: Leo Aversa

 

SERVIÇO:

 

Orquestra Sinfônica Cesgranrio

Layla Kohler, oboé

Eder Paolozzi, regência

 

30 de maio, quarta-feira, às 20h

Sala Cecília Meireles (Largo da Lapa, 47, Centro – Rio de Janeiro. Tels.: 21 2332-9223 e 2332-9224)

 

Ingressos: R$ 40, com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.