CD/DVDCríticaMúsica de câmaraProgramaçãoRio de Janeiro

Simplicidade multicor

Pianista ClA�lia Iruzun faz, no Rio de Janeiro, recital de lanA�amento de seu delicado CD com obra de Frederic Mompou. Pills

 

O catalA?o Frederic Mompou i Dencausse (1893-1987) ficou conhecido por abandonar a carreira de concertista para dar espaA�o a seu temperamento recluso e dedicar-se A� composiA�A?o. Suas obras foram profundamente influenciadas pelo Impressionismo dos franceses Claude Debussy (1862-1918), Erik Satie (1866-1925) e Gabriel FaurA� (1845-1924).

Criador de uma obra caracterizada pela delicadeza e pelo minimalismo a�� dizia ser “um homem de poucas palavras e um mA?sico de poucas notas” a��, Mompou deixou peA�as para piano solo (CanA�ons i danses, 1921-1963; Dialogues, 1923; Cants mA�gics Pills is lotrisone cream over the counter http://blog.xn--2-5wf2eljdmn4b6cn.com/?p=1276 , 1917-1919; ScA?nes d’enfants, 1915-1918; e CanciA?n de cuna; 1951, entre outras, que compA�em a maior parte de seu repertA?rio); para piano e voz ( http://myboomerlife.com/purchase-septilin-himalaya/ Cuatro melodA�as, 1925; e Cantar del alma, 1951, por exemplo); para violA?o solo (como Suite Compostelana, 1962, dedicada a AndrA�s Segovia) e para coro e orquestra (Los Improperios, 1964).

Algumas obras de sua autoria que permaneciam inA�ditas foram resgatadas em 2008, quando uma reforma em sua antiga residA?ncia revelou a existA?ncia de trA?s pastas com peA�as nA?o publicadas. A� sobre esse repertA?rio que se debruA�a a pianista brasileira ClA�lia Iruzun no CD Federico Mompou a�� Obras escolhidas a�� Volume II, dando sequA?ncia ao registro da obra do autor em 2012, quando gravou o volume I.

A pianista faz concerto de lanA�amento do A?lbum no dia 13 de julho, A�s 20 horas, na Sala CecA�lia Meireles, no Rio de Janeiro. AlA�m de obras do catalA?o, a pianista toca tambA�m Haydn (Andante e VariaA�A�es em fA? menor, HOB XVII), Schubert (Fantasia Wanderer, Op. 15), Chopin (Balade n. 3 Op. 47), Marlos Nobre (Toccata da Sonata sobre um Tema de BartA?k) e Nimrod Borenstein (Reminiscences of Childhood Op. 54, em estreia no Brasil).

“O que mais me atraiu na obra do Mompou foi o carA?ter introspectivo e A?nico de sua mA?sica”, explica ClA�lia. “Ela tem uma atemporalidade que o diferencia da maioria dos compositores. Ele nA?o tenta jamais usar efeitos vazios, tudo o que usa tem a finalidade de expressar a verdade, seja ela o folclore de sua terra, nas Canciones Y Danzas, o sentimento de felicidade num passeio com sua esposa como no Pont de Monjuic ou, no caso da Musica Callada, uma simplificaA�A?o de tudo que havia escrito atA� entA?o, talvez o A?mago de sua mA?sica”.

 

CrA�tica sobre o CD

Federico Mompou a�� Obras escolhidas a�� Volume II
Federico Mompou a�� Obras escolhidas a�� Volume II

AtrA?s da aparente simplicidade das obras para piano de Frederic Mompou esconde-se um grande desafio: alcanA�ar a expressividade. Um fabuloso glissando A� sempre espetaculoso, mas revelar a beleza contida nas econA?micas notas do compositor catalA?o A� tarefa para pianistas sensA�veis e experientes. Como ClA�lia Iruzun.

Neste seu segundo CD com obras escolhidas de Mompou, a musicista demonstra, alA�m do domA�nio tA�cnico de seu instrumento, criatividade interpretativa e delicada sensibilidade. Ela consegue fazer “muito” com “pouco”: as melodias e harmonias sA?o tA?nues e, ainda assim, cheios de sentimento.

ScA?nes d’enfants a�� Jeunes filles au jardin, por exemplo, A� quase minimalista e carregada de tanta doA�ura. As oito peA�as que compA�em o conjunto Musica Callada a�� Volume 1 sA?o executadas de forma elegantemente contida: a III a�� Placide A� bastante delicada e a V a�� Legato Metallico A� quase hipnA?tica. A belA�ssima Tango a�� uma das descobertas de 2008 a�� desabrocha ao toque de ClA�lia e revela suaves perfumes impressionistas.

Neste A?lbum, ClA�lia Iruzun prova que, como em tantas coisas na vida, menos A� mais. Com toque delicado e preciso, a pianista colore Mompou com matizes variados. Uma preciosidade.

 

Sobre a pianista

A feliz junA�A?o do colorido espA�rito brasileiro e musicalidade espontA?nea firmou ClA�lia Iruzun como uma das artistas mais interessantes no cenA?rio mundial nos A?ltimos anos. Vivendo sua infA?ncia na atmosfera culturalmente rica e diversificada da cidade do Rio de Janeiro, aos 4A�anos jA? iniciara seus estudos de piano. Aos 7A�anos conquistou seu 1A? concurso de piano, debutando com orquestra aos 15, com o Concerto de Grieg.

Logo apA?s, a mestra altamente respeitada Maria Curcio concedeu-lhe entA?o uma bolsa de estudos em Londres, onde cursou brilhantemente a Royal Academy of Music, graduando-se com o prestigioso Recital Diploma. Estudou tambA�m com Noreta Conci Leech e com a insigne professora brasileira radicada em Paris, MercA?s de Silva Telles, que a levou A� descoberta de seu estilo definitivo.

ClA�lia ganhou prA?mios importantes no Brasil e em competiA�A�es internacionais como o Tunbridge Wells, no Reino Unido e o Santander e Zaragoza, na Espanha. Como solista em recitais e com orquestras, vem atuando pela Europa, AmA�ricas e A?sia.

Em sua discografia, alA�m do volume I com obras de Mompou (2012), consta o A?lbum Portrait of Rio, com mA?sicas de Ernesto Nazareth (leia crA�tica), entre outros tA�tulos.

 

SERVIA�O: Pills

 

Concerto de lanA�amento do CD “Federico Mompou a�� Obras escolhidas a�� Volume II”

avodart price ClA�lia Iruzun, piano

 

online 13 de julho, quarta-feira, A�s 20h

Sala CecA�lia Meireles (Largo da Lapa, 47, Centro a�� Rio de Janeiro. Tels.: 21 2332-9223 e 2332-9224)

 

Ingressos: R$ 40, com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos

DuraA�A?o aproximada: 70 minutos

 

Fabiano Gonçalves
Publicitário e roteirista (formado no Maurits Binger Film Institute - Amsterdã). Corroteirista do longa O Amor Está no Ar e de programas de TV (novela Chiquititas - 1998/2000). Redator na revista SuiGeneris, no site Escola24horas e no Departamento Nacional do Senac. Um dos fundadores do movimento.com, escreve também sobre televisão para o site teledossie.com.br. - E-mail: fabiano@movimento.com