LateralMúsica de câmaraNotícia

Série #Sala Digital: Trio Aquarius

A série #SalaDigital apresenta na Sala Cecília Meireles, espaço FUNARJ, sob o patrocínio PETROBRAS, no dia 22 de agosto, sábado, às 19 horas, o Trio Aquarius, transmitido ao vivo pelo Canal YouTube da Sala Cecília Meireles.

No programa, Mozart, Edino Krieger e Brahms. Ao longo de toda a transmissão  serão arrecadadas doações para o Sindicato de Artistas e Técnicos em Espetáculos do Rio de Janeiro SATED-RJ, que auxilia profissionais de teatro e música duramente atingidos pela interrupção de concertos, óperas e peças de teatros por causa da pandemia de Covid-19.

A Sala Cecília Meireles segue o Protocolo de Segurança Sanitária da Funarj e o palco foi preparado para que os músicos se apresentem com segurança.

Após a transmissão, o vídeo ficará disponível para o público no YouTube da Sala Cecília Meireles e no da FUNARJ.

O link para a transmissão é https://www.youtube.com/c/salaceciliameireles.

PROGRAMA

Wolfgang Amadeus Mozart
Trio em sol maior, K.496
– Allegro
– Andante
– Allegretto

 Edino Krieger
Trio Tocata
Obra dedicada ao Trio Aquarius

Johannes Brahms
Trio nº2 em dó maior, op 87
– Allegro
– Andante con moto
– Scherzo: (Presto)
– Finale: (Allegro giocoso)

 

www.salaceciliameireles.rj.gov.br

https://www.facebook.com/salaceciliameireles/

 

Trio Aquarius

 Flávio Augusto, Ricardo Amado e Ricardo Santoro encontraram-se pela primeira vez em 1991, e, desde então, vêm desenvolvendo ininterruptamente um trabalho de alta qualidade, que coloca o Trio Aquarius entre os melhores e mais destacados conjuntos de câmara do Brasil.

Logo em seu primeiro ano de existência, obteve o terceiro lugar no mais importante concurso de música erudita do Brasil, o Prêmio Eldorado de Música – SP. Desde então, sua carreira tomou grande impulso, destacando-se suas apresentações à frente da Orquestra Sinfônica Brasileira e da Orquestra Sinfônica de Campinas, quando executaram o Concerto Tríplice de Beethoven. Em 1999, foi o grande vencedor do II Concurso Nacional de Música de Câmara “Henrique Nirenberg”, realizado na Escola de Música da UFRJ

Com um repertório que inclui clássicos do século XVIII até compositores contemporâneos, tem como um de seus principais objetivos a divulgação da música brasileira de todas as épocas.  Para tanto, já gravou dois CDs, com obras de Nestor de Hollanda Cavalcanti, Villani-Côrtes, Henrique Oswald, Guerra-Peixe e Francisco Braga.

Na Alemanha, o Trio Aquarius se apresentou em Hannover – representando o setor cultural do Brasil na EXPO-2000 – e na “Haus Der Kulturen Der Welt”, em Berlim, em concertos com transmissão ao vivo para vários países da Europa pela televisão. Nos Estados Unidos, participou de uma turnê por quatro cidades, levando a música brasileira a Nova York, Washington, Denver e Selinsgrove.

Em 2009, foi o trio escolhido pela direção do Museu Villa-Lobos para fazer a inédita integral no Brasil dos trios de Heitor Villa-Lobos, dentro das comemorações oficiais do 50º aniversário de morte do maestro, na Sala Cecília Meireles.

Em 2011, o compositor Edino Krieger dedicou a sua obra “Trio Tocata” ao Trio Aquarius, que fez a estreia mundial na 19ª Bienal de Música Brasileira Contemporânea do mesmo ano.

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.