Balé/DançaLateralMovimentoÓperaProgramaçãoRio de Janeiro

Royal Ballet abre temporada do Municipal RJ

Três apresentações de gala com os oito primeiros bailarinos da principal companhia de ballet da Inglaterra marcam o início da parceria entre o TMRJ e a Royal Opera House.

SERVIÇO

 

Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Praça Floriano s/n° – Centro
Informações: (21) 2299-1711

Dias 1º e 2 de março, às 20h. (sexta e sábado)
Dia 3 de março, às 16h.

Preços:
Plateia e balcão nobre ……………………………………..R$    84,00
Balcão superior ……………………………………………..R$    60,00
Galeria …………………………………………………………R$    25,00
Frisas e camarotes  (6 lugares) …………………………. R$  504,00
Desconto de 50% para estudantes e idosos
Vendas na bilheteria, no site da Ingresso.com ou por telefone (21) 4003-2330

Classificação etária: Livre

 

Uma das instituições culturais de maior prestígio, a Royal Opera House é a convidada do Theatro Municipal do Rio de Janeiro – vinculado à Secretaria de Estado de Cultura – para abrir a temporada 2013 desta Casa. Batizado Gala Royal Opera House, o espetáculo mescla pas de deux de famosos ballets, coreografias contemporâneas, conhecidas árias de óperas e peças sinfônicas em homenagem aos bicentenários de nascimento dos compositores Giuseppe Verdi e Richard Wagner, apresentados por um elenco que reúne oito primeiros bailarinos do Royal Ballet, três cantores líricos formados pelo Programa Jette Parker para Jovens Artistas e a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal, com regência do maestro inglês Dominic Grier.

Estas apresentações fazem parte de uma parceria institucional ampla que se inaugura entre o Theatro Municipal do Rio e a Royal Opera House. Está em desenvolvimento um programa de longo prazo – prioritariamente, em relação à dança – que inclui formação de plateia, capacitação técnica e educação artística para os dois países. Parte deste trabalho é a realização do Simpósio Educacional, que acontece no Rio nos dias 21 e 22 de fevereiro, voltado para profissionais da área.

No palco, os bailarinos da principal companhia de ballet da Grã-Bretanha – Leanne Benjamin, Federico Bonelli, Sarah Lamb, Steven McRae, Marianela Nuñez e Edward Watson, junto com os brasileiros Roberta Marquez e Thiago Soares – irão executar números de alguns dos mais populares ballets do repertório do Royal Ballet, a exemplo da cena do balcão de Romeu e Julieta e o pas de deux do Cisne Negro, de O Lago dos Cisnes.

Também integram o programa trabalhos atuais de novos coreógrafos como Wayne McGregor (da companhia), Christopher Wheeldon (colaborador artístico) e Alastair Marriot. Intercalados às coreografias, o soprano Dusica Bijelic, o mezzo-soprano Justina Gryngyte e o tenor Pablo Bemsch apresentam solos de óperas como Sansão e Dalila (Saint-Saëns), O Elixir de Amor (Donizetti) e Giuditta (Lehar), além de um dueto de O Amigo Fritz (Mascagni). A Gala terá um grand finale, com trecho da opereta O Morcego (Johan Strauss Jr.), reunindo o trio de cantores e os oito primeiros bailarinos, que irão dançar uma coreografia de Liam Scarlett. A regência é de Dominic Grier.

É uma grande satisfação receber em nosso palco artistas da Royal Opera House para apresentar a excelência técnica de seus bailarinos, interpretando alguns dos melhores números de repertório do Royal Ballet, e trechos de obras musicais marcantes do universo lírico”, afirma Carla Camurati, presidente da Fundação TMRJ.

Para Tony Hall, diretor executivo da Royal Opera House, “é uma verdadeira honra ter sido convidado a trazer artistas da Royal Opera House para a abertura da temporada de 2013 do Theatro Municipal”. Ele também comenta sobre a chegada das Olímpiadas ao Rio. “Penso que a passagem do bastão de Londres 2012 para o Rio 2016 é tão empolgante – o impacto da Olimpíada Cultural no Reino Unido foi muito forte e gratificante – que há uma energia e entusiasmo genuínos para construirmos um forte e duradouro relacionamento entre os dois países que irá muito além do movimento olímpico”, diz Hall.

PROGRAMA

Wagner
Prelúdio de Os Mestres Cantores de Nuremberg

Wagner
In the Hothouse
Im Triebhaus, de The Wesendonk Lieder
Coreografia de Alastair Marriott
Cantora: Justina Gringyte, mezzo-soprano
Bailarinos: Sarah Lamb & Steven McRae

Tchaikovsky
O Lago dos Cisnes, pas de deux (Ato III)
Coreografia de Marius Petipa e Lev Ivanov
Bailarinos: Marianela Nuñez & Thiago Soares

Saint-Saëns
Sansão e Dalila – Mon coeur s’ouvre a ta voix
Cantora: Justina Gringyte, mezzo-soprano

Prokofiev
Romeu e Julieta, pas de deux (Ato I – Cena do Balcão)
Coreografia de Kenneth MacMillan
Bailarinos: Roberta Marquez & Steven McRae

Mascagni
O Amigo Fritz – Il padrone fra poco sarà desto
Cantores: Dusiša Bijelić, soprano & Pablo Bemsch, tenor

Verdi
Abertura de A Força do Destino

Scanner
Qualia, pas de deux
Coreografia: Wayne McGregor
Bailarinos: Leanne Benjamin & Edward Watson

Lehár
Giuditta – Meine Lippen sie küβen so heiβ
Cantora: Dusiša Bijelić, soprano

Arvo Pärt
After the Rain
Spiegel im Spiegel
Coreografia de Christopher Wheeldon
Músico solista: Robert Clark
Bailarinos: Marianela Nuñez & Thiago Soares

Massenet
Manon, pas de deux (Ato I, Cena II)
Coreografia de Kenneth MacMillan
Orquestração: Martin Yates
Bailarinos: Sarah Lamb & Edward Watson

Donizetti
O Elixir do Amor – Una furtiva lagrima
Cantor: Pablo Bemsch, tenor

Tchaikovsky
A Bela Adormecida, pas de deux (Ato III)
Coreografia de Marius Petipa
Figurinos: Oliver Messel
Bailarinos: Roberta Marquez & Steven McRae

Strauss II
O Morcego – Champagne Trio
Coreografia: Liam Scarlett
Cantores: Dušica Bijelić, soprano; Justina Gringyte, mezzo-soprano; Pablo Bemsch, tenor
Bailarinos: Leanne Benjamin, Sarah Lamb, Roberta Marquez, Marianela Nunez, Federico Bonelli, Steven McRae, Thiago Soares e Edward Watson.

ROYAL OPERA HOUSE

A Royal Opera House apresenta cerca 400 espetáculos por ano no seu consagrado teatro em Londres, em Covent Garden, e atinge um público de mais de 650 mil pessoas. Em 2012, mais de 7,5 milhões de pessoas apreciaram os espetáculos no mundo todo através de sessões de cinema. A Royal Opera House também tem um importante papel na educação em comunidades, no desenvolvimento de talentos, no treinamento profissional e na popularização da cultura no Reino Unido.

A Royal Opera House pretende estreitar o relacionamento artístico com o Brasil nos próximos anos, culminando na turnê do Royal Ballet em 2015. O Brasil também tem um papel importante nas sessões de cinema da Royal Opera House, sendo o quarto maior público entre os 32 países onde são apresentadas as óperas e os ballets do Teatro. Também é o terceiro maior grupo que interage por meio das redes sociais da Royal Opera House, depois da Grã-Bretanha e dos Estados Unidos.

ARTISTAS DA ROYAL OPERA HOUSE

Bailarinos


Leanne Benjamin

Nascida na Austrália, estudou na The Royal Ballet School e ganhou a Medalha de Ouro Adeline Genée e o Prêmio Lausanne. Passou a fazer parte do Royal Ballet em 1992 e foi promovida a primeira bailarina em 1993. Foi também primeira bailarina com a SWRB, ENB e no Deutsch Oper Ballet. Seu repertório inclui Odette/Odile, Giselle, A Fada Açucarada, Aurora, Nikiya, Kitri, Swanilda, O Pássaro de Fogo, Cinderela, Lise, Titania, Manon, Anastasia, entre outros. Foi condecorada com a Ordem do Império Britânico, em 2005.


Marianela Nuñez

Nascida em Buenos Aires, estudou na Escola de Ballet do Teatro Colón. Viajou internacionalmente com Maximiliano Guerra e com o Teatro Colón. Em 1997, foi para a Royal Ballet School e participou como bailarina principal em soirée musicale no Gala do Centenário de De Valois. Ingressou na Companhia em 1998, sendo promovida a primeira bailarina em 2002. Em seu repertório estão Cinderela, Kitri, Swanilda, Aurora, a Fada Açucarada, Gamzatti e Nikiya, Silvia, Lise, Julieta, Odette/Odile, Giselle, Sphinx, Maria Larisch, Alice, Manon, entre outros. Criou papéis em Infra, Carbon Life e DGV: Danse à Grande Vitesse. Ganhou o prêmio de melhor bailarina do Critics’ Circle Dance (2006).


Roberta Marquez

Nascida no Rio de Janeiro, estudou na Escola Estadual de Dança Maria Olenewa, ligada ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Entrou para o Ballet do Theatro Municipal em 1994 e foi promovida a primeira bailarina em 2002. Dançou Nikiya como convidada do American Ballet genaric viagra retailers in canada Theatre. Suas premiações incluem Melhor Bailarina do Ano no Prêmio Rio de Janeiro de Dança (2001) e Medalha de Prata e Melhor Casal no Concurso Internacional de Dança de Moscou (2001). Passou a integrar o Royal Ballet como primeira bailarina em 2004 e, desde então, dançou Manon, Cinderela, Lise, A Fada Açucarada, Dora Penny, Odette/Odile, Swanilda, entre outros.


Sara Lamb

Nascida em Boston, foi educada por Madame Tatiana Legat na Escola do Ballet de Boston. Após ganhar o título de Presidential Scholar in the Arts, foi agraciada com a Medalha de Ouro pelo Presidente Clinton (1998). Ganhou três Medalhas de Prata no Concurso Internacional de Ballet em Nagoya, no Japão (1999). Juntou-se ao Boston Ballet em 1998, alçada ao posto de solista em 2001 e a primeira bailarina em 2003. No ano seguinte, entrou para o Royal Ballet e foi promovida a primeira bailarina em 2006. Seu repertório inclui Cinderela, Odette/Odile, Julieta, Aurora, Nikiya, Lise, Olga, A Fada Açucarada, Sylvia, Marie Larisch, Masha e Manon.


Edward Watson

Nascido em Bromley e aluno da Royal Ballet School, juntou-se ao Royal Ballet em 1994. Foi promovido a primeiro bailarino em 2005. Seu repertório inclui Romeu, Albrecht, Palemon, Príncipe Herdeiro Rudolf, Des Grieux, Oberon, Dafnís, Tzarevitch Ivan, Brighella, Arthur Troyte Griffith, João Felpudo, Mensageiro da Morte, Woyzeck, Anúbis, entre outros. Criou papéis em Two-Part Invention, Cheating, Lying, Stealing, Sawdust and Tinsel, Hidden Variables, A Stranger’s Taste, Symbion (s), This House will Burn, Tryst, Qualia, DGV: Danse à Grande Vitesse, entre outros.


Steven McRae

Nasceu em Sidnei, estudou com Hilary Kaplan e depois na Royal Ballet School. Recebeu o Prêmio Solo Seal da Royal Accademy of Dance e a Medalha de Ouro Adeline Genée (2002) e ainda o Prêmio de Lausanne (2003). Entrou para o Royal Ballet em 2004 e foi promovido a primeiro bailarino em 2009. Desde então, seu repertório inclui Príncipe Siegfried, Lensky, Romeu, Gurn, Hans-Peter, Príncipe Florimund, Bronze Idol, entre outros. Em 2007, foi indicado ao Prêmio Olivier e ganhou o prêmio do Critics’ Circle Dance como o bailarino clássico revelação.


Thiago Soares

Nascido no Rio de Janeiro estudou no Centro para Dança do Rio de Janeiro e entrou no Ballet do Theatro Municipal em 1998. Seus prêmios incluem Medalha de Prata no Concurso Internacional de Dança de Paris (1998) e Medalha de Ouro no Concurso Internacional de Ballet de Moscou (2001). Passou a fazer parte do Royal Ballet em 2002 e foi promovido a primeiro bailarino em 2006. Integram o seu repertório os personagens Príncipe Herdeiro Rudolf, Romeu e Teobaldo, Dorkon, Lescaut, Onegin, Orion, Colas, Príncipe Siegfried, Príncipe Florimund, Albrecht, Vershinin, entre outros. Foi eleito o melhor bailarino clássico pelo Critics’ Circle National Dance (2004).


Cantores


Dusica Bijelic
, soprano

Nascida na Bósnia, mudou-se para a Sérvia onde se formou em canto sob a tutela de Ljudmila Gross-Popovic. Estudou com Renata Scotto, Dawn Upshaw, Lorraine Nubar, Raúl Giménez, Daniel Ferro e Michelle Wegwart. Fez sua estreia no Teatro Real de Madri no papel da Condessa de Folleville em Il Viaggio a Reims. Cantou o papel principal em Adelina, de Pietro Generali e o de Clodina em Il Noce di BeneventoI, de Giuseppe Balducci, no Festival Rossini de Wildbad. Passou a fazer parte do Programa Jette Parker para Jovens Artistas em setembro de 2011. Na temporada 2011/2012, cantou Bastienne (Bastien und Bastienne) e a Dama de Companhia de Isabelle (Robert Le Diable).


Justina Gringyte
, mezzo-soprano

Nascida na Lituânia, estudou na Academia de Música e Teatro da Lituânia, no Royal Welsh College of Music and Dance, no National Opera Studio e na Academia Musicale Chiggiana. Desde 2006 estuda com Buddug Verona James. Passou a fazer parte do Programa Jette Perker para Jovens Artistas em 2011 e cantou como Madalena (III ato do Rigoletto na Celebração Plácido Domingo), Flora Bervoix (La Traviata) e Ninfa do Bosque (Russalka) na temporada 2011/2012. Na temporada de 2013 da Royal Opera House, cantará os papéis de Albina (La Donna del Lago) e Suzy (La Rondine).


Pablo Bemsch
, tenor

Nascido na Argentina, estudou violino antes de estudar canto no Conservatório della Svizzera Italiana e na Musikhochschule de Stuttgart. Foi membro do Opera Studio de Zurique entre 2009 e 2010. Mudou de barítono para tenor em agosto de 2010. Entrou para o Programa Jette Parker para Jovens Artistas em 2011. Na temporada de 2011/12 cantou Le Portrait, de Manon; Les Nuits d’été, de Berlioz; Il Viaggio a Reims, de Rossini; e Cassio, no IV ato de Otello, de Verdi (Celebração Plácido Domingo), Os Mestres Cantores de Nuremberg, de Wagner; e, na Royal Opera House, interpretou Matteo Borsa em Rigoletto, de Verdi; e o Quarto Judeu, em Salomé, de Strauss.


Regente

Dominic Grier

Nascido na Grã-Bretanha, rapidamente se tornou conhecido como um regente talentoso, cuja carreira abarca a ópera, o ballet e a música sinfônica, além da música contemporânea e do ensino da regência. Foi um dos regentes do Programa Jette Parker para Jovens Artistas na Royal Opera House, entre 2008 e 2010. Atualmente, Grier é regente associado convidado no Northern Ballet, diretor musical da Orquestra Sinfônica do King’s College de Londres, regente convidado do Scottish Ballet e regente principal da London Academy Premiere Sinfonia. Na última temporada regeu Metamorphosis: Titian 2012 para o Royal Ballet. Este ano, rege Onegin para o Royal Ballet.

 

FICHA TÉCNICA GALA ROYAL OPERA HOUSE

Primeiros Bailarinos do Royal Ballet:
Leanne Benjamin, Marianela Nuñez, Roberta Marquez, Sarah Lamb, Edward Watson, Federico Bonelli, Steven McRae e Thiago Soares

Cantores do Programa Jette Parker:
Dusiša Bijelić, soprano
Justina Gringyte, mezzo-soprano
Pablo Bemsch, tenor

Coreografia:
Wayne McGregor, coreógrafo do Royal Ballet, Christopher Wheeldon, colaborador artístico do Royal Ballet e Alastair Marriot, além de Marius Petipa e Lev Ivanov, Frederick Ashton, Kenneth MacMillan e Liam Scarlett
Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro