LateralMinas GeraisMúsica coralProgramação

“Requiem”, de Fauré, pelo Coro Madrigale

O Coro Madrigale mais a orquestra de Amigos do Madrigale, vai apresentar uma obra divina e maravilhosa. Esse é o mais que especial Requiem, de Fauré. Diferente da agitação e inquietação dos requiens, compostos por Mozart e Brahms, este traz uma calmaria e serenidade que lhe conferem uma atmosfera única.

Composto em homenagem ao pai do compositor, possui trechos selecionados do tradicional texto litúrgico católico, sendo composto por sete partes: Introito e Kyrie, Ofertorium, Sanctus, Pie Jesu, Agnus Dei, Libera Me e In Paradisum, cantadas em latim.

Ao contrário da maioria dos requiens de compositores diversos já conhecidos, este não foca em temas sombrios, na ira ou no desespero comumente relacionados à temática, mas dá ênfase ao descanso e à paz que se espera após a morte. Justamente por isso, o já conhecido Dies Irae é aqui omitido, incluindo em seu lugar o Pie Jesu, seguindo uma tradição francesa. Assim também foram feitas alterações sutis no texto dos trechos restantes, visando enfatizar o caráter pacífico na obra.

Composta para coro, dois solistas (soprano e barítono) e orquestra, a obra possui certa de 40 minutos. Foi imensamente elogiada por pela crítica, incluindo compositores contemporâneo de Fauré, entre os quais Camille Saint-Saens, de quem era muito próximo, que o considerou uma obra divinal. A obra chegou a ser executada durante o funeral do próprio compositor, em 1924.

SERVIÇO

 

Requiem, de Fauré, pelo Coro Madrigale

Dia 26 de novembro, terça-feira, às 19:30h

Igreja Boa Viagem (Rua Sergipe 175 – Centro – BH)

Entrada franca

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.