Minas GeraisMúsica de câmaraProgramação

Quinteto de Sopros da FilarmA?nica toca MG em CaetA�

 

A�Concerto de CA?mara, na noite de 26 de agosto, serA? no Cine Teatro CaetA� com entrada gratuita.

No dia 26 de agosto, serA? a vez de a cidade mineira de CaetA� receber a Orquestra FilarmA?nica de Minas Gerais em mais uma TurnA? Estadual, desta vez em uma das suas formaA�A�es de mA?sica de cA?mara, o Quinteto de Sopros. O concerto serA? A�s 20h., Cheap no Cine Teatro CaetA�, e a entrada A� gratuita.

Os ingressos comeA�am a ser distribuA�dos no dia 24 de agosto, das 13 A�s 20h., no Cine Teatro CaetA�, limitados a um par por pessoa. Os mA?sicos CA?ssia Lima (flauta), Alexandre Barros (oboA�), Marcus Julius Lander (clarinete), Catherine Carignan (fagote) e Alma Maria Liebrecht (trompa) interpretam

Este concerto A� apresentado pelo MinistA�rio da Cultura, Governo de Minas Gerais e AngloGoldAshanti por meio da Lei Federal de Incentivo A� Cultura.
PROGRAMA

Jacques Ibert
TrA?s PeA�as Breves

Ferenc Farkas
Cinco DanA�as Antigas HA?ngaras

Paquito Da��Rivera Order
Aires Tropicales

Jacob do Bandolim
Doce de Coco *

Joaquim Callado
Flor Amorosa *

Zequinha de AbreuA�
Tico-tico no FubA? *

  • ArranjosA�para quinteto de sopros de Eliseu Barros e William Barros

 

OS MAsSICOS

CA?ssia Lima, flauta

Bacharel em Flauta pela Unesp, concluiu Mestrado e Artist Diploma na MannesCollegeof Music, Nova York. Foi aluna de JoA?o Dias Carrasqueira, Grace Busch, Jean-Noel Saghaard, Marcos Kiehl e Keith Underwood. Venceu o II Concurso Nacional Jovens Flautistas, o Jovens Solistas da Orquestra Experimental de RepertA?rio, a Mannes Concerto Competition e o Gregory Award. Bolsista do Tanglewood Music Center, atuou como camerista e Primeira Flauta sob regA?ncia de James Levine, Kurt Masur, SeijiOzawa e Rafael FrA?hbeck. Na Minnesota Orchestra foi regida por Charles Dutoit. Foi Primeira Flauta e solista da Osesp, integrando-se A� FilarmA?nica em 2009 como Flauta Principal.

 

Alexandre Barros, oboA�

Iniciou seus estudos com o pai, Joaquim InA?cio Barros, e foi aluno de AfrA?nio Lacerda, Gustavo Napoli, Carlos Ernest Dias e ArcA?dio Minczuk. Com o Quinteto de Sopros da UFMG venceu o V Concurso de MA?sica da CA?mara da universidade. Com o Trio Jovem de Palhetas foi menA�A?o honrosa nos concursos Jovens Solistas da Faculdade Santa Marcelina e da Osesp. Recebeu ainda o PrA?mio Eleazar de Carvalho. Foi solista das sinfA?nicas de Minas Gerais, da UFMG, da Ufop, Orquestra Sesiminas, FilarmA?nica Nova, SinfA?nica de RibeirA?o Preto e Osesp. Integrou a Osesp e foi Primeiro OboA� da SinfA?nica de RibeirA?o Preto. Alexandre A� OboA� Principal na FilarmA?nica desde 2008.

 

Marcus Julius Lander, clarinete

Bacharel em Clarinete pela Unesp, na classe de SA�rgio Burgani, foi aluno de Luis Afonso a�?Montanhaa�? na USP e de Jonathan Cohler no ConservatA?rio de Boston. Foi spalla na Banda SinfA?nica Jovem de SA?o Paulo e chefe de naipe nas orquestras Jovem de Guarulhos, do Instituto Baccarelli e SinfA?nica Jovem do Estado de SA?o Paulo. Integrou a Orquestra AcadA?mica da Cidade de SA?o Paulo e o Quarteto Paulista de Clarinetas. Na China, foi artista residente no 8A? Festival Internacional de Clarinete e Saxofone de Nan Ning e no Festival Internacional de Clarinetes de Pequim, e professor palestrante nos conservatA?rios de Shenyang e Tai-Yuan. Artista Gao Royal e Da��addarioWoodwinds, juntou-se A� FilarmA?nica em 2009 e hoje A� seu Clarinete Principal.

 

Catherine Carignan, fagote

Natural do CanadA?, Catherine estudou violino e piano na infA?ncia e apaixonou-se pelo fagote aos doze anos. No ConservatA?rio de MA?sica de QuA�bec, foi aluna de Michel Bettez e MathieuHarel, concluindo bacharelado em 2007. Estudou tambA�m com a solista virtuosa NadinaMackie-Jackson na Glenn Gould Schoolofthe Royal Academyof Music, em Toronto, e aperfeiA�oou-se em masterclasses com alguns dos melhores fagotistas do mundo na AmA�rica do Norte, Alemanha e Brasil. Trabalhou como fagotista convidada em vA?rias orquestras canadenses e foi segunda fagotista da Victoria Symphony Orchestra. Em 2008 tornou-se Fagote Principal na FilarmA?nica de Minas Gerais.

 

Alma Maria Liebrecht, trompa

Natural dos Estados Unidos, Alma estudou violino quando crianA�a e aos doze anos escolheu a trompa. Foi aluna de Olivia Gutoff, Jerome Ashby e William Purvis. Formou-se no Instituto Curtis de MA?sica e na Universidade de Yale, onde concluiu mestrado. Estudou com GunterHA�gner e Wolfgang TombA�ck no Festival de MA?sica do PacA�fico e foi bolsista do Ensemble ACJW do Carnegie Hall. A� cofundadora dos grupos de cA?mara Decoda e DZ4. Apresentou-se em seu paA�s com a Orquestra de CA?mara Orpheus, sinfA?nicas de Princeton e Delaware, Talea Ensemble, Argento New MusicA�Project, JupiterChamber Players e Sebastian Chamber Players.A� Foi Trompa Principal convidada na Sinfonietta de Hong Kong e A� Trompa Principal na FilarmA?nica desde 2013.

 

A�Orquestra FilarmA?nica de Minas Gerais Purchase

A� cialis moneypak Com apenas oito anos de existA?ncia, a FilarmA?nica de Minas Gerais recebeu trA?s prA?mios de melhor grupo musical brasileiro, efetivando-se como um dos projetos mais bem-sucedidos de Minas Gerais e do Brasil no campo da mA?sica erudita. Sob a direA�A?o artA�stica e regA?ncia titular deA�FabioA�Mechetti, a Orquestra A� atualmente formada por 92 mA?sicos provenientes de todo o Brasil, Europa, A?sia, AmA�ricas Central, do Norte e Oceania, selecionados por um rigoroso processo de audiA�A?o. Neste perA�odo, realizou 600 concertos, com a execuA�A?o de 915 obras sinfA?nicas e de cA?mara,de 77 compositores brasileiros e 150 estrangeiros, para mais de 774 mil pessoas, sendo que mais de 40% do pA?blico pA?de assistir A�s apresentaA�A�es gratuitamente. O impacto desse projeto artA�stico durante os anos tambA�m pode ser medido pela geraA�A?o de 60 mil oportunidades de trabalho direto e indireto.

A FilarmA?nica tambA�m desenvolve projetos dedicados A� democratizaA�A?o do acesso A� mA?sica clA?ssica de qualidade. SA?o turnA?s em cidades do interior do estado, concertos para formaA�A?o de pA?blico, apresentaA�A�es de grupos de cA?mara, bem como iniciativas de estA�mulo A� profissionalizaA�A?o do setor no Brasil a�� o Festival Tinta Fresca, dedicado a compositores, e o LaboratA?rio de RegA?ncia, destinado ao aprimoramento de jovens regentes. JA? foram realizadas 85 apresentaA�A�es em cidades mineiras e 30 concertos em praA�as pA?blicas e parques da RegiA?o Metropolitana de Belo Horizonte, mobilizando um pA?blico de 285 mil pessoas. Mais de 70 mil estudantes e trabalhadores tiveram a oportunidade de aprender um pouco sobre obras sinfA?nicas, contexto histA?rico musical e os instrumentos de uma orquestra, participando de concertos didA?ticos.

O nome e o compromisso de Minas Gerais com a arte e a qualidade foram levados a 15 festivais nacionais, a 32 apresentaA�A�es em turnA?s pelas cinco regiA�es brasileiras, bem como a cinco apresentaA�A�es internacionais, em cidades da Argentina e do Uruguai.

 

SERVIA�O

is cialis over the counter in united states Order A�

TurnA? Estadual a�� Concerto de CA?mara -A�Quinteto de Sopros da Orquestra FilarmA?nica de Minas Gerais
26 de agosto, sexta-feira, A�s 20h., Purchase
Cine Teatro CaetA� -A�CaetA�, MG -A�(31) 3651-0391

Entrada franca

Ingressos distribuA�dos a partir de 24 de agosto, das 13 A�s 20h., no Cine Teatro CaetA�, limitados a um par por pessoa.

 

InformaA�A�es:

www.filarmonica.art.br Buy

 

A�

 

 document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.