CríticaMúsica sinfônicaSão Paulo

Quem tem medo de SchA�enberg?

solu medrol generic name stieva a gel 0.025 Karabtchevsky, SchA�enberg e as infinitas comemoraA�A�es dos 80 anos.

A� notA?vel e impressionante que Isaac Karabtchevsky Order , um dos maiores regentes brasileiros, comemore 80 carnavais na ativa. Impressionante, problemA?tico e arriscado ele reger o complexo e monumental ciclo de canA�A�es Purchase Order Gurre Lieder, de ShA�enberg, pela primeira vez no Brasil. Mais impressionante ainda A� que as comemoraA�A�es dos 80 anos do regente parecem infinitas, nem me lembro quando comeA�aram e parecem estar longe do fim. Jogada de marketing esperta, lembra a eterna turnA? de despedida do tenor Luciano Pavarotti.

Tudo A� gigantesco no ciclo de canA�A�es Gurre Lieder Buy Cheap . A obra exige monumental esforA�o para sua execuA�A?o: trA?s coros, uma orquestra digna de Richard Wagner, cinco solistas, um narrador e um regente que consiga equilibrar tudo isso. A estrutura proporcionada pela Orquestra SinfA?nica do Estado de SA?o Paulo na apresentaA�A?o do dia 17 de setembro esteve A� altura da peA�a.

Quem nA?o esteve no mesmo nA�vel foi Karabchevsky: sua regA?ncia A� de uma imprecisA?o atroz. Limitou-se a ficar estA?tico e repetindo os mesmos gestos. Esqueceu que na sua direita existe o naipe dos violoncelos e na sua esquerda estA?o os violinos. O preA�o pago por essa regA?ncia pA�fia foi a musicalidade, sem delicadeza e refinaA�A?o. Os solistas foram encobertos dezenas de vezes pelo elevado volume sonoro. Elevar os painA�is da Sala SA?o Paulo fazendo-a uma catedral teve um efeito visual incrA�vel, mas a sonoridade foi sacrificada, o som reverberou por todos os lados. A execuA�A?o da obra foi salva devido A� grande capacidade dos mA?sicos da casa e dos chefes de naipe, que acertaram nas entradas.

A influA?ncia de Richard Wagner na composiA�A?o A� perceptA�vel, sua estA�tica nesse ciclo nA?o A� do rompimento que viria mais tarde com o dodecafonismo. Sua escrita orquestral A� influenciada pelos compositores romA?nticos alemA?es e tem sua raiz na transiA�A?o entre dois perA�odos histA?ricos. Os motivos musicais se repetem, expressando a narraA�A?o do poema, grandiosidade orquestral A� unida a seA�A�es de mA?sica camerA�stica.

A obra A� baseada nos poemas de Jens Peter Jacobsen (1847-85) e relata o amor explosivo do rei Waldemar pela amante Tove, mas esqueceram-se de combinar com a rainha que nA?o gostou nada da brincadeira e mandou assassinA?-la cruelmente. O apaixonado rei nA?o quer que sua amada seja enterrada e conversa com ela atravA�s de elementos da natureza. O que parece ser um dramalhA?o mexicano acaba se tornando uma obra complexa, com mA?sica rica em interlA?dios e temas brilhantes. Dizem que as lendas sA?o reflexo da vida e deve ser mesmo, nos corredores da Osesp se conta que uma violinista bonitona teve um caso com um regente casado. Ainda bem que o final da histA?ria foi diferente, cada um seguiu sua vida.

Os solistas estrangeiros justificaram sua vinda ao Brasil, cantaram de forma magnA�fica. O narrador, sabe-se lA? por que, ficou no camarote nA?mero nove pertencente ao diretor da casa Arthur Nestrovski, bem do ladinho dele para que todos o vissem.

Findas a primeira e segunda partes, vem o intervalo, mas estranhamente um terA�o do pA?blico nA?o volta para assistir ao final. Perderam o melhor da festa, um soco no estA?mago que, surpreendendente: a OsespA�conseguiu isso apenas com o efeito da luz. Os painA�is do teto foram erguidos de um lado da Sala SA?o Paulo mostrando um belA�ssimo vitral, a luz em determinado momento fica na escuridA?o total e vai aos poucos ganhando forA�a e cores nas colunas. O vitral ganha luminosidade que representa o sol quando essa passagem A� citada na obra. Criatividade elevada A� enA�sima potA?ncia em uma obra que tinha tudo para ser estA?tica e tradicional.document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript); Pills

Ali Hassan Ayache
Bacharel em Geografia pela USP. Apreciador de ópera, balé e música clássica. Ativo no meio musical, mantém o blog http://verdi.zip.net/. Escreve críticas, divulga eventos, entrevista personalidades e resenha óperas e balés em DVD.