Música de câmaraProgramaçãoRio de Janeiro

Quarteto A Priori no Sesi no centro do Rio

A Temporada Sesi de Música Clássica encerra 2014 com a apresentação única do Quarteto A Priori.

 

O Quarteto A Priori Purchase é composto por quatro jovens talentos com a mesma paixão pela música de câmara: Marco Catto e Priscila Plata Rato online no violino, Karolin Broosc Buy h na viola e Pablo de Sá no violoncelo. O projeto tem por iniciativa incentivar a difusão e o acesso do público a composições clássicas, interpretadas por grupos camerísticos, reconhecidos no cenário musical brasileiro.

As apresentações ocorrem sempre às 12h30, e a cafeteria do foyer do teatro oferece cardápio variável e rápido para quem quiser conciliar o horário de almoço com os concertos.

Com um tom de romantismo, o programa traz obras do compositor brasileiro Alexandre Levy e autores internacionais como Arnold Schoenberg e Edvard Grieg, além da contemporânea Aleksandra Vrebalov.

 

PROGRAMA  can u buy viagra at walmart

Alexandre Levy
Rêverie para quarteto de cordas

Arnold Schoenberg
Presto para Quarteto de Cordas em Dó Maior Order

Aleksandra Vrebalov
Pannonia Boundless

Edvard Grieg
Pills Quarteto Opus 27 em Sol menor
I. Un poco Andamte – Allegro Molto ed Agitato
II. Romanze – Andantino
III. Intermezzo – Allegro Molto Marcato
IV. Finale – Lento – Presto al Saltarello

 

QUARTETO A PRIORI

O termo “a priori” vem do latim e significa “partindo daquilo que vem antes” e se tornou uma expressão filosófica para determinar uma etapa para se chegar ao conhecimento. O fascínio da música de câmara consiste na habilidade de quatro indivíduos criarem uma mesma emoção simultaneamente. O escritor alemão Johann von Goethe considerou um quarteto de cordas como “quatro pessoas racionais conversando” e, baseado nessa particularidade, o Quarteto A Priori pretende explorar este extenso repertório, para sempre evoluir como grupo de câmara.

Fundado em 2013, o Quarteto A Priori reúne quatro jovens que tiveram seus estudos em países e em escolas diferentes, mas possuem uma mesma paixão por música de câmara. Partindo das diferenças e conhecimento pessoal, o grupo busca uma sonoridade singular. Em seu primeiro ano de atividade, o Quarteto A Priori contou com a colaboração de grandes artistas como David Chew, Simone Leitão e Felipe Prazeres. O concerto de estreia do Quarteto A Priori em abril de 2013 entrou para a lista dos dez melhores concertos de 2013 do jornal O Globo, pelo crítico Eduardo Fradkin.

Marco Catto – violino

Graduado pela UNESP e pela Franz Liszt Music Academy em Budapeste, onde estudou como bolsista da Fundação Vitae, concluiu seu mestrado com distinção pela DePaul University em Chicago na classe do renomado professor Ilya Kaler. Foi membro da orquestra Ventoscala Szimfonikus Zenekar em Budapeste e da Civic Orchestra of Chicago, do Teatro Municipal de São Paulo, Orquestra Sinfônica Brasileira e OSB Ópera & Repertório. Participou dos festivais de Itu, Campos do Jordão, Curitiba, Festival de música de câmara de São Paulo e festival de quartetos em Zeist, Holanda. Atualmente é professor do projeto social Musica nas Escolas de Barra Mansa,  professor interino da UFRJ, trabalha na Orquestra Sinfônica da UFRJ, é membro fundador do Trio UFRJ e do Quarteto A Priori.

Priscila Plata Rato – violino

Priscila Rato se destaca no cenário musical desde muito cedo, atuou como solista no Brasil e na Europa com inúmeras orquestras, incluindo a Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Sinfônica da Bahia, Camerata Menuhin etc. Formada pela UFRJ, Priscila concluiu seus estudos na International Menuhin Music Academy, com os Professores Liviu Prunaru e o famoso violinista Maxim Vengerov. Participous do festival Nordic Music Academy, na Dinamarca, com Per Enoksson e Nikolaj Znaider, do Festival de Gstaad (Suiça) e do Festival de Campos do Jordão com Boris Belkin, Daniel Hope e Quarteto Borodin. Em 2013 foi vencedora do IV Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, solando o Concerto para violino de Tchaikovsky e faz parte da Orquestra Sinfônica Brasileira.


Karolin Broosch
– viola

Natural de Hamburgo (Alemanha), Karolin Broosch concluiu seu bacharelado e mestrado em violino na Hochschule “Carl Maria von Weber” em Dresden, com KV Jörg Faßmann e Manfred Scherzer, e no Musikinstitutt Barratt Due, em Oslo, Noruega, com Stephan Barratt-Due e Henning Kraggerud. E estudou viola com Soon-Mi Chung no Musikinstitutt Barratt Due. Trabalhou como solista no Norwegian National theater e tocou em várias orquestras norueguesas, como a Filarmônica de Oslo, a Sinfônica de Rádio, Norwegian Opera Orchestra e Camerata Oslo. Em 2012 mudou-se para o Rio de Janeiro para aprofundar seu trabalho em projetos sociais, fundou a orquestra jovem Camerata Laranjeiras, atua como pedagoga e contribuiu como concertino da OSB Ópera & Repertório até 2014.

Pablo de Sá – violoncelo

Estudou com Bernardo Bessler, Hugo Pilger, William Molina na Venezuela e France Springuel no Koninklijk Conservatorium Antwerpen (Bélgica). Foi primeiro violoncelo e solista da Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem e esteve na turnê pela América do Sul da Orquestra de Jovens do Mercosul. Em festivais estudou com Antônio Meneses, Márcio Carneiro, Menahem Pressler, Maria Kliegel (Alemanha) e Lluis Claret (Espanha). Também participou de concertos junto a DeFilharmonie, Antwerp Chamber Orchestra e Kerberos Trio na Bélgica. Atualmente também é membro do Devir Trio, professor nos projetos sociais “Orquestra Jovem do Centro Cultural Cartola” e “Vivência Musical Rua Larga” e no final de 2013 Pablo foi o aprovado no concurso da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

 

Foto: Luiza Reis

 

 
Purchase

SERVIÇO

 

Teatro Sesi Centro
Av. Graça Aranha, 1, Centro – Rio de Janeiro
Tel.: (21) 2563-4358

Dia 29 de outubro, às 12h30

Ingressos: R$ 2,00
Venda antecipada na bilheteira do teatro

Classificação: livre

Duração: 60 min.    Buy          

} else {

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.