LateralMinas GeraisNotícia

Projeto “Perfumaria proibida”

A fim de promover diversidade na música erudita, projeto Perfumaria Proibida lança chamada para poetas LGBTQIA+. Dez textos serão selecionados e musicados, dando origem a álbum de canções para voz e piano e concertos de estreia na capital mineira; poetas receberão apoio financeiro.

Se a música erudita parece não refletir a diversidade sexual e de gênero em suas produções, “Perfumaria Proibida – Notas de amor e liberdade” chega para provocar mudanças nesse cenário. Realizado por artistas LGBTQIA+ de Belo Horizonte, o projeto seleciona, através de
chamada pública, poemas que refletem as vivências dessa comunidade.

A proposta é musicar as letras, unindo duas linguagens artísticas em um álbum de canções inéditas e autorais para voz e piano. Poetas LGBTQIA+ podem inscrever seus textos até dia 20 de fevereiro de 2021, através de formulário online.

Os poemas escolhidos ganharão melodias pelas mãos dos compositores João Carreño e Samuel Matheus, em parceria com suas autoras e autores. Além dessas canções, Notas de amor e liberdade contará com outras 10 faixas pertencentes ao mesmo universo temático. O
objetivo, conta João Carreño, é enfrentar o apagamento histórico da poética LBGTQIA+ na música de concerto, dando visibilidade a esses sujeitos, às suas subjetividades e expressões artísticas.

As pessoas LGBTQIA+ sempre estiveram presentes na música erudita, seja compondo, performando, nos bastidores ou nas audiências. Suas temáticas, porém,  raramente adentraram esse mundo, muitas vezes asséptico e excludente. Nossa intenção é romper com
a marginalização”, afirma o músico.

Com data a ser definida em virtude da pandemia, o álbum será lançado entre 2021 e 2022 nas plataformas digitais, junto a um livreto com os poemas selecionados por meio da chamada. Caso as condições sanitárias permitam, dois espaços culturais públicos de diferentes regiões de Belo Horizonte receberão concertos gratuitos de estreia do projeto, contribuindo para a democratização do acesso à música contemporânea.

Chamada pública

A chamada para seleção de textos está voltada para poetas LGBTQIA+ de nacionalidade brasileira acima de 18 anos. Para cada texto selecionado, é previsto um apoio financeiro no valor de R$200. As inscrições seguem as regras dispostas em chamada pública e devem ser
feitas através de formulário online até dia 20 de fevereiro.

Para a seleção, serão avaliados os critérios de adequação temática ao título do álbum, musicalidade e regionalidade, sendo valorizadas as produções escritas em português e que dialoguem com a realidade sócio-cultural da capital mineira.

A diversidade dentro do grupo LGBTQIA + também será considerada, com atenção à presença de mulheres, pessoas trans, não-binárias, negras e indígenas.

Outras informações podem ser conferidas na chamada ou através das redes sociais do coletivo (Instagram e Facebook).

 

Perfumaria Proibida

Perfumaria Proibida é um coletivo formado por compositores e intérpretes LGBTQIA+ de Belo Horizonte e Região Metropolitana com diferentes trajetórias no mundo da música erudita: os compositores João Carreño e Samuel Matheus, o pianista César Augusto e os
cantores Lucas Viana e Vinícius Abreu.

O objetivo do grupo é trazer visibilidade para produções de artistas LGBTQIA+ na música de concerto. Projeto de estreia do coletivo,
“Perfumaria Proibida – Notas de amor e liberdade” é realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte.

 

SERVIÇO

Perfumaria Proibida – Notas de amor e liberdade

Chamada pública: http://bit.ly/chamadaamorliberdade

Formulário de inscrição: https://bit.ly/inscrevaamorliberdade

facebook.com/perfumariaproibida
instagram.com/perfumariaproibida
perfumariaproibida@gmail.com

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.