LateralProgramaçãoSão Paulo

Programação gratuita de setembro no Theatro São Pedro

Apresentações começam já neste domingo, 1° de setembro.

 

No mês de setembro o Theatro São Pedro, equipamento ligado à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo gerido pela Santa Marcelina Cultura, apresenta novidades na programação com diversas atrações gratuitas para todos os públicos, diversidade de estilos, formações e espetáculos.

A série Os Tons da EMESP abre a programação do mês. Com a proposta de mostrar os diferentes tons que envolvem as formações, repertórios e fases do conhecimento musical presentes na EMESP Tom Jobim (Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim) a série contempla formações distintas, como práticas de conjunto, big bands e grupos de música de câmara, que interpretam repertório variado, do erudito ao popular.

No dia 1º de setembro, domingo, às 16h, a programação traz diferentes formações de música de câmara. Quem for ao Theatro São Pedro terá a oportunidade de assistir, por exemplo, a um duo clarinete e piano, a um duo de harpa e clarinete, a um sexteto formado por piano, flauta, clarinete, fagote e trompa, entre outras formações.

Outra atração do mês é a série Lusco-Fusco que estreia na programação com o intuito de aproximar o público dos músicos. São recitais e shows intimistas em que o público e artistas dividem o palco e outros espaços do Theatro São Pedro, sempre no fim da tarde ou início da noite. No dia 5, quinta-feira, às 19h, é a vez do programa Ritmo Dissoluto, que apresenta peças escritas por compositores brasileiros para vibrafone e outros instrumentos, em uma dissolução de cores e ritmos contemporâneos. A apresentação será no café, no segundo andar do teatro.

Já a série Domingos Sonoros com apresentações gratuitas aos domingos, às 11h, leva a música para ao hall do Theatro.  No dia 15, o São Paulo Cello Ensemble formado por músicos da Orquestra do Theatro São Pedro e convidados apresentam peças de compositores como Villa-Lobos, Vivaldi, Ravel e Bernstein com arranjos especialmente concebidos para esta formação pouco convencional. O grupo recebe a cantora Rose de Souza para participação especial.

No dia 29 é a vez de Os Cafumangos, formado por bolsistas e ex-bolsistas da Orquestra Jovem e da Banda Jovem do Estado, apresentar O Avesso do Ódio, com composições próprias que misturam música popular e contemporânea.  A partir de uma concepção musical contemporânea de um convívio de criação coletiva e humanista, o grupo apresenta canções autorais inspiradas em tempos socialmente e politicamente difíceis para a humanidade. O grupo propõe uma “experiência avessa ao ódio, trazendo a retina molhada de utopias e voz delirante de desejos por uma sociedade colorida que em seu canto a palavra ódio é afeto caduco”.

 

OS TONS DA EMESP

  • Dia 1º de setembro, domingo, às 16h

Concertos de grupos de câmara, música popular, formados por alunos e alunas da Emesp Tom Jobim.

PROGRAMA

DUO CLARINETE E PIANO: Luís Felipe Marollo de Almeida – clarinete / Helen Rocha –  piano
Professora responsável: Marina Brandão

C. Baermann
Adagio op63 nº46

H. Baermann 
Adagio em reb M

 

TRIO CANTO, CLARINETE E PIANO: Júlia Pires de Britto Costa –  canto / Bárbara Mendonça Blasques Galan –  canto / Fernanda Pinheiro Peixoto – clarinete / Mariah Costa Cavalheiro e Brito –  piano
Professores responsáveis: Adriano Vasconcelos e Maria Emília Campos Machado

Sei still mein Herz
Zweigesang
Wiegenlied

 

SEXTETO 5 A 1: Andrei Xerfan Morgado – piano / Alberto Jesus Santos – flauta / Alexandre Avicena Seligmann Costa – flauta / Gustavo Alves Oliveira – clarinete / Jorge Luiz Takase – fagote / Helena Pessinoti Marostegan – trompa
Professor responsável: Hélcio de Latorre

Albert Roussel  
Divertimento opus 6 para piano e sopros

 

QUARTETO: Andrés Felipe M. Bucheli – contrabaixo / Daniela Santos Apolinário – canto / Lucas Gonzaga da Silva – harpa / Vítor da Silva Constantino – flauta
Professor responsável: Hermes Jacchieri

Fauré  
Mai

Purcell 
Bid the Virtues – Come Ye Sons of Art

Samuel Barber
Sure no this shining night

Reynaldo Hahn
L’heure Exquise

 

DUO HARPA E CLARINETE : Alice Emery Feliciano – harpa / Thiago Sandoval de Souza – clarinete

Robert Schumann 
Primeira romance opus 94

A. Piazzolla 
História do Tango

 

LUSCO-FUSCO

  • Dia 5 de setembro, quinta-feira, às 19h

Recitais e shows intimistas em que público e artistas dividem o palco e outros espaços do teatro, sempre no fim da tarde ou início da noite.

André Bachur, regente / Laiana Oliveira, mezzo soprano / Isaque Oliveira, tenor / Daniel Oliveira, clarinete / Clarissa Oropalo, fagote / Fábio Simão, trompete / Maurício Martins, trombone Baixo / Carlos Dos Santos, vibrafone / Maria Emília Flaca, violino / Fernando Freitas, contrabaixo

PROGRAMA

Rodrigo Lima
Matiz VI

Guilherme Ribeiro 
Clouds around Elufa

Laiana Oliveira
Vox populi

Cláudio Vitale 
Sfumato

William Billi  
Duas canções

Tadeu Taffarello  
O silêncio não se lê

Carlos dos Santos
Ritmo Dissoluto

 

DOMINGOS SONOROS

  • Dia 15 de setembro, domingo, 11h

Apresentações gratuitas aos domingos no hall e na calçada do teatro.

São Paulo Cello Ensemble : Rose De Souza, soprano  / Fabrício Rodrigues, violoncelo  / Moisés Ferreira, violoncelo  / Raïff Dantas Barreto, violoncelo  / Renato De Sá, violoncelo  / Robert Suetholz, violoncelo

PROGRAMA

Granados 
Goyescas Intermezzo (arr. Piero Bastianelli)

Ravel  
Pavane Pour Une Infante Défunte
Arranjo de Piero Bastianelli

Villa-Lobos  
Prelúdios nº1 e nº3
Arranjo de Raïff Dantas Barreto

Villani-Côrtes 
Papagaio Azul e Valsinha de Roda

Rodrigo
Aranjuez, 2º movt
Arranjo de Piero Bastianelli

Vivaldi
Sposa son disprezzata (arr. Raïff Dantas Barreto)

Popper 
Réquiem
Arranjo de Piero Bastianelli

Bernstein 
West Side Story, Seleções
Arranjo de Piero Bastianelli

 

  • Dia 29 de setembro, domingo, 11h

Os Cafumangos – O Avesso do Ódio

Matheus Pezzotta, voz e violão   / Paulo Mantovani, clarinete, flauta e sax  / Gustavo Surian, percussão

M. Pezzotta
medoÓdio

M. Barroso/M. Pezzotta
A Humanidade

M. Pezzotta 
Mudança das Cores (Vamos ao centro)

M. Pezzotta / P. Mantovani
Boa Sorte…

M. Pezzotta 
Sobre a Nossa Felicidade

M. Pezzotta  
Silence

G. Surian
Raiz

J. Bid / M. Pezzotta
Não Se Meta

J.Bid / M. Pezzotta
O Avesso do ódio (Demorô)

 

A programação completa do mês está disponível na internet, acesse theatrosaopedro.org.br

 

SERVIÇO 

Theatro São Pedro (Rua Barra Funda, 161 – Barra Funda, São Paulo – (11) 3661-6600)

Entrada franca

Classificação indicativa: Livre

 


Santa Marcelina Cultura

Criada em 2008, a Santa Marcelina Cultura é uma associação sem fins lucrativos, qualificada como Organização Social, qualificada como Organização Social de Cultura pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado. É responsável pela gestão do Guri Capital e Grande São Paulo e da Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim (EMESP Tom Jobim).

O objetivo da Santa Marcelina Cultura é desenvolver um ciclo completo de formação musical integrado a um projeto de inclusão sociocultural, promovendo a formação de pessoas para a vida e para a sociedade. Desde maio de 2017, a Santa Marcelina Cultura também gere o Theatro São Pedro, desenvolvendo um trabalho voltado a montagens operísticas profissionais de qualidade aliado à formação de jovens cantores e instrumentistas para a prática e o repertório operístico, além de se debruçar sobre a difusão da música sinfônica e de câmara com apresentações regulares no Theatro.

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.