LateralMúsica sinfônicaNotíciaRio Grande do SulTecnologia

OSPA live: Schubert e Eric Ewazen

Músicos da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) e convidados sobem ao palco com duas consagradas obras do repertório de câmara, para quarteto e quinteto, pela 33ª edição do OSPA Live. A apresentação condensa um programa diversificado, com uma peça contemporânea de um compositor estadunidense e uma renomada composição do período Romântico.

No repertório, o quarteto de trombonistas formado por José Milton Vieira, Wilians Wágner, Paulo Pires e Rodrigo da Rocha executa Myths and Legends, de Eric Ewazen (1954-). Já o quinteto composto por Olinda Allessandrini (piano), Emerson Kretschmer (violino), Leonardo Bock (viola), Rodrigo Alquati (violoncelo) e Walter Schinke (contrabaixo) apresenta A Truta, de Franz Schubert (1797-1828).

O espetáculo é transmitido ao vivo, pelo canal do YouTube da Orquestra e pela plataforma #CulturaEmCasa, diretamente da Casa da OSPA. A direção artística é do maestro Evandro Matté.

 

PROGRAMA

Eric Ewazen (1954-)
Myths and Legends
Allegro Ritmico
– Adagio
– Allegro Giocoso
– Allegro Vivace

Franz Schubert (1797-1828)
A Truta
I. Allegro Vivace
II. Andante
III. Scherzo – Presto
IV. Andantino – Allegretto
IV. Allegro Giusto

 

Repertório

Estreada em 2001 na turnê do Rittenhouse Quartet, Myths and Legends é fragmentada em quatro movimentos diversificados, que se refletem na trajetória musical do compositor. A obra inicia em tom dramático e heroico e encerra num tom folclórico, que culmina em uma fuga baseada no tema principal.

Quinteto para piano e cordas em Lá Maior, D. 667, popularmente conhecida como A Truta, é uma das peças mais famosas do repertório de câmara. A obra foi escrita em 1819, em homenagem ao amigo Sylvester Paumgartner, com uma série de variações sobre o tema de Die Forelle. A composição tem um caráter informal, inserido na esfera privada, e que lembra os divertimentos para orquestra de cordas, popularizado no período Clássico anterior.

 

OSPA Live 

Projeto online da Orquestra, O OSPA Live busca conciliar isolamento social com cultura durante a pandemia do novo coronavírus. Aos sábados, às 17h, músicos da orquestra e/ou convidados realizam apresentações, em grupos reduzidos, diretamente da Sala Sinfônica, na Casa da OSPA. As exibições são transmitidas ao vivo, através do canal do YouTube da Orquestra e pela plataforma #CulturaEmCasa, sem a presença física do público. Com direção artística de Evandro Matté, os eventos seguem criteriosamente todas as medidas de prevenção contra a Covid-19 adotadas pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

 

OSPA

A OSPA é uma das fundações vinculadas à Secretaria de Estado da Cultura (Sedac). Os concertos da Temporada 2020 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, por Banrisul, Alibem e Fraport Brasil. Os apoiadores da Temporada Artística são Sulgás e Sheraton Porto Alegre Hotel. A realização é da Fundação OSPA e Fundação Cultural Pablo Komlós.

 

Sobre a plataforma #Cultura EmCasa

A plataforma #CulturaEmCasa foi lançada no dia 20 de abril. Seu objetivo é ampliar o acesso da população a conteúdos culturais de qualidade, 100% gratuito. Nos seis primeiros meses, registrou cerca de 2 milhões de visualizações e 1,5 mil conteúdos disponibilizados. O conteúdo é gerado pelas instituições culturais vinculadas à Secretaria, por instituições parceiras e por artistas e produtores culturais independentes, que são remunerados pelo licenciamento. Trata-se, portanto, de um instrumento de geração de renda e oportunidades para o setor cultural e criativo de São Paulo.

 

SERVIÇO

OSPA LIVE

Dia  12 de dezembro, sábado,  às 17h

Onde: Ao vivo, pelo canal do YouTube da OSPA, pela plataforma #CulturaEmCasa

Acesso em bit.ly/ospalive33

  

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.