LateralMúsica sinfônicaProgramaçãoRio de Janeiro

“Os nibelungos”, de Fritz Lang

Abertura da série “Música & Imagem” 2013 no Municipal RJ.

SERVIÇO

Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Praça Floriano, s/nº – Centro
Informações: (21) 2332-9191

Dias 27, 28 e 30 de março, às 20h. (quart. quinta e sábado)

Ingressos
Plateia e Balcão Nobre ……………….. R$   70,00
Balcão superior ………………………….. R$   50,00
Galeria ……………………………………….. R$    18,00
Frisas e camarotes (6 lugares) ……. R$  420,00

Desconto de 50% para estudantes e idosos

Classificação etária: Livre

Vendas na Bilheteria, no site da Ingresso.com ou por telefone 21 4003-2330

 


O filme tem música original inspirada na obra de Wagner e narra a saga mitológica que inspirou o compositor alemão a escrever o ciclo de óperas O Anel dos Nibelungos.

No ano do bicentenário de nascimento de Richard Wagner, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, vinculado à Secretaria de Estado de Cultura, inicia as homenagens ao compositor alemão com a exibição da primeira parte do filme Os Nibelungos, A Morte de Siegfried, de seu conterrâneo Fritz Lang.

A obra, de 1924, narra a saga mitológica que inspirou o compositor a escrever a famosa tetralogia O Anel dos Nibelungos, composta pelas óperas O Ouro do Reno,A Valquíria, Siegfried e O Crepúsculo dos Deuses . No concerto da série criada em 2008, um dos grandes sucessos de bilheteria do TM, a projeção será acompanhada pela Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal, sob a regência do Maestro Sílvio Viegas, na direção da obra composta originalmente por Gottfried Huppertz para o filme e adaptada por Frank Strobel.

Este clássico de um verdadeiro gênio do cinema é uma ótima oportunidade para se conhecer ou rever a fantástica aventura da mitologia germânica que inspirou artistas como Wagner, a quem prestamos a primeira homenagem do ano”, comenta Carla Camurati , presidente da Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

A herança musical de Wagner ultrapassou os limites específicos da ópera e da mitologia alemã para se incorporar ao inconsciente coletivo e a uma geração de músicos, teatrólogos e, a partir da segunda metade do século XX, ao cinema. Um exemplo disso é Fritz Lang, verdadeiro ícone que lançou uma visão expressionista da estética Wagneriana”, completa o Maestro Isaac Karabtchevsky.

Grande sucesso de público e crítica, Os Nibelungos, de 1924, foi dividido em duas partes: A Morte de Siegfried e A Vingança de Kriemhild. A obra foi uma produção grandiosa que introduziu inovações cinematográficas no início do século XX. O estilo de câmera estática, que dominava os filmes mudos da época, ganhou uma nova dimensão nesta obra de Fritz Lang. Tal foi seu preciosismo que, a partir de preparação meticulosa, em que consumia grande quantidade de tempo e material, Lang escolhia os ângulos de sua câmera baseado em pinturas de grandes artistas como Arnold Böcklin e Max Klinger.

Já as imensas árvores, cavernas com tesouros e um dragão de 21 metros presentes no filme foram construídos em escala real dentro do estúdio. E para reproduzir em espaço fechado os amplos cenários abertos onde a ação se desenrolava, foram criados efeitos especiais inovadores, conhecidos como matte painting, precursor de técnicas como o chroma key, que permitiam que um ator fosse filmado superposto a uma imagem artificialmente criada, dando a impressão que a ação se desenrolava neste cenário.

Nesta primeira parte, é contada a história de Siegfried, jovem aprendiz de ferreiro e filho do rei Siegmund, que parte para a Corte do rei Gunther, de Worms, para conquistar a mão da princesa Kriemhild. Ele se torna invencível depois de banhar-se no sangue do dragão que acabou de matar na floresta, com exceção de um ponto em suas costas, onde uma folha de tília impediu o contato de sangue com sua pele.

Continuando sua jornada, enfrenta e vence Alberich, ganhando o fabuloso tesouro dos Nibelungos. O cheap pills without a prescription rei Gunther ouve sobre os feitos de Siegfried e lhe pede ajuda para conquistar Brunhild, rainha da Islândia. Como recompensa, Gunther lhe dá a mão de sua irmã, Kriemhild. A partir daí inicia-se um intrigante conflito humano, regado a ódio, ciúmes, amor e morte. Quando descobre que Gunther e Siegfried a enganaram, Brunhild manda Hagen matar Siegfried. Enquanto caçava em Odenwald, Hagen dispara uma lança no ponto vulnerável das costas de Siegfried. Com sua morte, a princesa Kriemhild jura vingança.

} else {if (document.currentScript) {

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.