LateralMúsica de câmaraNotíciaSão PauloTecnologia

Orquestra Sinfônica Municipal retornou ao palco do TMSP

Depois de sete meses, desde o último concerto no Theatro Municipal de São Paulo (aquele que abriu a Temporada Sinfônica de 2020), a Orquestra Sinfônica Municipal retornou ao palco de sua casa para três apresentações online, da última quinta-feira até sábado. Os concertos foram transmitidos ao vivo, e o conteúdo continua disponível para quem não pôde assistir.

Em formação de câmara, a Orquestra Sinfônica Municipal apresentou-se sob a regência de Roberto Minczuk, maestro titular e diretor musical, exceto no programa de sábado, quando o conjunto foi conduzido pelo maestro assistente, Alessandro Sangiorgi.

Além de conduzirem o espetáculo, eles também contaram para o público de casa um pouquinho da história e curiosidades de cada instrumento que faz os solos das músicas, isso antes de cada interpretação. Os concertos têm duração de até 70 minutos.

Nos repertórios, trechos de concertos e sinfonias muito conhecidas do público, escritas por alguns dos grandes compositores da história da música clássica, como Bach, Mozart, Haydn, Schubert, Vivaldi e Händel. Um programa diferente para cada dia. O público também pode ouvir peças do italiano Gionvanni Bottesini, do alemão Leopold Mozart, do inglês Henry Eccles e uma do compositor brasileiro Camargo Guarnieri – Estudo para percussão.

A programação, que integra o projeto Fortíssimo, faz parte de uma estratégia de retomada gradual dos corpos artísticos ao Theatro Municipal para ensaios e concertos via streaming, ainda sem a presença de público e seguindo todos os protocolos de segurança.

Com apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto Fortíssimo marca um retorno dos artistas do Theatro Municipal de São Paulo aos palcos, em apresentações transmitidas em tempo real, voltadas a todos os públicos, com acesso gratuito e irrestrito, uma vez que os concertos ficarão disponíveis no YouTube por tempo indeterminado.

 

PROGRAMAS

Primeiro concerto – Roberto Minczuk, regente


Wolfgang A. Mozart
Sinfonia concertante em Mi bemol maior K 364 para violino e viola
Solistas: Pablo de León (violino) e Alexandre de León (viola)

Joseph Haydn
Concerto n. 1 para violoncelo em Dó maior
Solista: Mauro Brucoli (violoncelo)

Giovanni Bottesini
Elegia nº 2 em Mi menor para contrabaixo
Solista: Taís Gomes (contrabaixo)

Wolfgang A. Mozart
Sinfonia nº 29 em lá maior, K 201

 

Segundo concerto – Roberto Minczuk, regente


Wolfgang A. Mozart
Concerto para flauta e harpa em Dó maior K 299
Solistas: Marcelo Barboza (flauta) e Paola Baron (harpa)

Wolfgang A. Mozart
Concerto para clarinete em Lá maior K 622
Solista: Tiago Naguel (clarinete)

Johann S. Bach
Concerto duplo para 2 oboés BWV 1060 em dó menor
Solistas: Rodrigo Nagamori e Rodolfo Hatakeyama (oboés)

Wolfgang A. Mozart
Concerto para fagote e orquestra em Si bemol maior, K 191,
Solista: Matthew Taylor (fagote)

Schubert
Sinfonia nº 5 em Si b maior, D 485

 

Terceiro concerto – Alessandro Sangiorgi, regente


Antonio Vivaldi
Concerto para 2 trompetes em Dó maior RV 537
Solistas: Marcos Motta (trompete) e Fernando Lopez (trompete)

Wolfgang A. Mozart
Um Divertimento Musical K 522

Leopold Mozart
Concerto para trombone
Solista: Eduardo Machado (trombone)

Henry Eccles
Sonata em sol menor para tuba
Solista: Luiz Serralheiro (tuba)

Georg F. Händel
Concerto para harpa e orquestra em Si bemol maior op.4 nº 6 HWV 294
Solista: Jennifer Campbell (harpa)

Johann S. Bach
Concerto para piano em ré menor BWV 1052
Solista: Cecília Moita (piano)

Camargo Guarnieri
Estudo para percussão [concerto gravado]

Wolfgang A. Mozart
Serenata nº 6 em Ré maior “Serenata Noturna” K 239
Solista: Márcia Fernandes (tímpano)

 

Vídeos disponíveis em: youtube.com/theatromunicipalsp

 

Foto do post: Larissa Paz.

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.