LateralMovimentoMúsica contemporâneaMúsica sinfônicaProgramaçãoRio de JaneiroTecnologia

Orquestra Petrobras Sinfônica realiza a 3º Edição do Festival Online

Transmissão gratuita e repertório variado, incluindo uma homenagem à efeméride de Mozart e um concerto inédito no Brasil com músicas da banda de rock Guns N’ Roses.

O festival, que acontece de 24 a 27 de junho no canal de YouTube da Orquestra, tem o objetivo de democratizar a música de concerto, trazendo concertos que passeiam do clássico ao pop, encantando todas as idades.

Já imaginou ouvir ‘Welcome to the Jungle”, “Sweet Child O’Mine” e “Patience” com violinos elétricos no lugar dos solos de guitarra? “Guns N’ Roses Sinfônico” é uma das apostas da Orquestra Petrobras Sinfônica na 3ª Edição do Festival Online, que acontece de 24 a 27 de junho. O objetivo é mostrar mais uma vez que é possível unir concerto de música clássica com pop e rock, e emocionar até mesmo o público que não está habituado a ouvir música de concerto.

Durante os quatro dias de festival, será apresentado um repertório diversificado e inovador, onde o Barroco de Händel, o rock do Guns N’ Roses, o pop do Michael Jackson e os clássicos de Villa-Lobos e Mozart se encontram em uma programação que foi cuidadosamente pensada para tornar a música de concerto plural, múltipla, e que dialogue com todos os públicos.

A emoção contagiará até as crianças, com uma apresentação de “Balão Mágico Sinfônico”. Muitos adultos irão cantarolar em casa os versos de SuperFantástico! Ainda sem público, o festival será transmitido gratuitamente no canal do YouTube da Orquestra Petrobras Sinfônica (https://www.youtube.com/user/OPESinf).

Com o concerto dedicado à banda Guns N’ Roses, mais uma vez a Petrobras Sinfônica se destaca como pioneira em trazer repertórios inusitados e sem a presença de solistas, mostrando a orquestra na sua totalidade e todo o seu potencial em interpretar qualquer tipo de repertório. Vamos apresentar dois violinos elétricos solistas e violoncelo elétrico, então todo os solos do Slash (guitarrista da banda) estão garantidos, e a voz inconfundível do Axl Rose estará presente através dos naipes da orquestra. Estamos todos animados e preparados para entrar no clima do rock”, completa animado Felipe Prazeres, regente e spalla da Orquestra Petrobras Sinfônica.

 

Clássicos 

A Petrobras Sinfônica apresentará, durante o festival, quatro concertos clássicos que darão ênfase a diferentes períodos e estilos da música clássica, desde o período Barroco, com concerto do alemão erradicado na Inglaterra Georg FriedrichHändel, à música brasileira. “Estamos animados para interpretar Händel, grande compositor do período Barroco, e, também, em realizar uma homenagem à efeméride aos 230 anos de morte de Mozart, um dos compositores mais aclamados pelas orquestras ao redor do mundo. Para a gente é sempre um prazer interpretar o repertório clássico e fazê-lo chegar ao grande público”, pontua Felipe.

Na estreia do festival, quinta-feira, dia 24, serão apresentados o “Clássico Brasil”, com obras dos compositores Ernani Aguiar (Concertino para violino, violoncelo e orquestra de cordas) e Edino Krieger (Divertimento para orquestra de cordas), sob regência de Carlos Prazeres, e em seguida, “Clássico Mozart”, com regência de Marcos Arakaki, apresentando Concerto para oboé, em Dó maior e Sinfonia nº 35, em Ré maior, do compositor Wolfgang Amadeus Mozart.

Na sexta-feira, dia 25, será a vez do “Convidados Clássicos”, com o gaitista Gabriel Grossi, interpretando a obra Concerto para harmônica e orquestra, do compositor Heitor Villa-Lobos, sob regência de Carlos Prazeres. No domingo, dia 27, será a vez do “Clássico Barroco”, sob regência de Felipe Prazeres, apresentando o melhor da literatura de concerto com grandes nomes da música barroca, com obras do compositor alemão Georg Friedrich Händel (Concerto grosso em fá maior, op. 3, nº 4 e Música para os reais fogos de artifício).

 

Pop – Guns N’ Roses Sinfônico e Thriller Sinfônico

Sexta é dia de Rock Sinfônico! Dia 25 de junho, a Petrobras Sinfônica vai apresentar o concerto inédito Guns N´Roses Sinfônico, com 15 sucessos da banda norte-americana. Com mais de 100 milhões de cópias vendidas e seis álbuns lançados, a banda do lendário Axl Rose vai entrar para a história da Petrobras Sinfônica. Itamar Assiere, Jessé Sadoc, Ricardo Cândido e Gílson Santos são os responsáveis por criar os arranjos sinfônicos para músicas como Sweet Child O’Mine, Patience, Welcome to the Junglee Paradise City. Quem já está ansioso?

Lançado em 1982, “Thriller”, de Michael Jackson, ainda é o álbum mais vendido da história: já ultrapassou a marca de 110 milhões de cópias. Após apresentações memoráveis no Rio e em São Paulo, esse feito poderá ser visto novamente no sábado, dia 26. Com bateria e baixo elétrico ao lado da orquestra, visando manter o contagiante groove original de petardos como Wanna Be Startin’ Something, Beat ite Bille Jean, o espetáculo “Thriller Sinfônico” tem arranjos assinados por Marcelo Caldi, Mateus Freire e Jessé Sadoc.

 

Infantil – Balão Mágico Sinfônico e Coletânea Infantil 

Com regência de Felipe Prazeres e as vozes da soprano Juliana Franco e do barítono Marcelo Coutinho, no sábado, os clássicos de uma das mais famosas bandas infantis nacionais vão encantar adultos e crianças no concerto “Balão Mágico Sinfônico” e, no domingo, uma coletânea de músicas infantis. No repertório, não poderiam faltar as músicas “Superfantástico”, “Amigos do Peito” e “Lindo Balão Azul”, que ficaram famosas nas vozes de Simony e Jairzinho, da Turma do Balão Mágico.

 

PROGRAMAÇÃO

  • Dia 24 de junho – quinta-feira

– Às 17h – CLÁSSICO – BRASIL

Carlos Prazeres, regente
Carlos Mendes, violino
Hugo Pilger, violoncelo

Francisco Braga
Aubade

Ernani Aguiar 
Concertino para violino, violoncelo e orquestra de cordas
– Divertimento | Allegro molto
– Seresta (de Ouro Preto) | Alla brasiliana
– Samba (RONDÓ) | Allegro

Edino Krieger 
Divertimento para orquestra de cordas
– Allegretto | Tranquilo e cantabile
– Seresta | Andante expressivo
– Variações e presto | Deciso

 

 – Às 21h – CLÁSSICO – MOZART

Marcos Arakaki, regente
Rodrigo Herculano, oboé

Wolfgang Amadeus Mozart  
Concerto para oboé, em Dó maior, KV. 314
– Allegro aperto
– Adagio non troppo
– RONDO | Allegretto
– La Réjouissance | Allegro
– Menuets 1 e 2

Wolfgang Amadeus Mozart
Sinfonia nº 35, em Ré maior, KV. 385, “Haffner”
– Allegro com spirito
– Andante
– Menuetto
– Presto        

 

  • Dia 25 de junho – sexta-feira

 

Às 17h – CONVIDADOS CLÁSSICOS 

Carlos Prazeres, regente
Gabriel Grossi, harmônica

Heitor Villa-Lobos 
Sinfonietta nº 1
– Allegro justo
– Andante non troppo
– Andantino

Heitor Villa-Lobos 
Concerto para harmônica e orquestra
– Allegro moderato
– Andante
– Allegro

Às 21h – GUNS N’ ROSES SINFÔNICO

Felipe Prazeres, regente

Sweet child o’mine
Ain’t it fun
Don’t cry
Live and let die
Paradise city
November rain
Yesterdays
Knockin’ on haven’s door
You could be mine
Since I don’t have you
Shadow of your love
Patience
Welcome to the jungle

 

  • Dia 26 de junho – sábado

 

– Às 17h – BALÃO MÁGICO SINFÔNICO

Felipe Prazeres, regente
Juliana Franco, soprano
Marcelo Coutinho, barítono

Superfantástico abertura
Amigos do peito
Tem gato na tuba
A galinha magricela
Ursinho pimpão
Baile dos passarinhos
Ai meu nariz
Meninos e meninas
Coração de papelão
Lindo balão azul
Superfantástico

 

 – Às 21h – THRILLER SINFÔNICO

Felipe Prazeres, regente

Michael Jackson
Thriller – Abertura Sinfônica
Wanna be starting something
Baby be mine
The girl is mine
Thriller
Beat it
Billie Jean
Human nature
P.Y.T
The lady in my life

 

  • Dia 27 de junho – Domingo

 

 – Às 11h – COLETÂNEA INFANTIL

Felipe Prazeres, regente
Juliana Franco, soprano
Marcelo Coutinho, barítono

Turma do Balão Mágico
Amigos do peito

Arca de Noé 
As abelhas

Arca de Noé  
O girassol

Mundo Bita 
Xic-xic-xic

Mundo Bita
Dinossauros

Johann Strauss Jr.   
Pizzicato polka

Paul Francis-Webster  / R0bert Harris
Homem Aranha: tema de 1967

Danny Elfmann 
Alice no país das maravilhas

Alan Arkin / Bob Carey / Erik Darling 
Banana boat song (Day-O)

Edgar Yipsei Harburg / Harold Arlen
Além do arco-íris

César Guerra-Peixe  
Mourão

Severino Dias de Oliveira / Maria da Glória Gadelha
Feira de mangaio

– Às 16h – CLÁSSICO – BARROCO

Felipe Prazeres, regente

Georg Friedrich Händel  
Concerto grosso, em Fá maior, op. 3, nº 4, HWV 315
– Andante
– Andante
– Allegro
– Allegro

Georg Friedrich Händel
Música para os reais fogos de artifício, HWV. 351
– Abertura | Adagio
– Bourré
– La Paix | Largo ala sicilliane
– La Réjouissance | Allegro
– Menuets 1 e 2 |

 

Protocolos de segurança

Para a realização das transmissões online, a Orquestra Petrobras Sinfônica segue estritamente todas as orientações da OMS, responsável pelo controle da pandemia na cidade do Rio de Janeiro e no país. Foram implementados diversos protocolos de segurança, com aconselhamento das autoridades sanitárias da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), como distanciamento de dois metros entre os músicos, confecção de chapas de acrílicos para músicos de sopro, testagem de todos os membros para o COVID-19 (RT-PCR), aconselhamento permanente de um profissional responsável pela higienização de pessoas, superfícies, instrumentos e objetos, entre outros.

 

Orquestra Petrobras Sinfônica 

Aos 49 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das mais conceituadas do país e ocupa um lugar de prestígio entre os maiores conjuntos musicais da América Latina. Criada pelo maestro Armando Prazeres, a orquestra conta com uma formação de mais de 60 instrumentistas e tem como Diretor Artístico e Regente Titular Isaac Karabtchevsky, o mais respeitado regente brasileiro e um nome consagrado no panorama internacional.

Modelo de gestão 

A Associação Orquestra Pró Música do Rio de Janeiro, entidade que administra a orquestra, possui uma proposta administrativa inovadora, sendo a única orquestra do país gerida por seus próprios músicos.

 

Petrobras 

Patrocinadora oficial da Orquestra Petrobras Sinfônica, a Petrobras oferece uma parceria essencial para mantê-la entre os principais conjuntos da América Latina, sempre desenvolvendo um importante trabalho de acesso à música clássica e renovação de seu público. Ao incentivar diversos projetos, a Petrobras coloca em prática a crença de que a cultura é uma importante energia que transforma a sociedade. Por meio do programa Petrobras Cultural apoia a cultura brasileira como força transformadora e impulsionadora deste desenvolvimento, nas áreas de artes cênicas, música, audiovisual e múltiplas expressões.

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.