Música coralMúsica sinfônicaNotíciaRio de Janeiro

Orquestra Petrobras Sinfônica homenageia seu fundador

Concerto em homenagem ao maestro Armando Prazeres terá O Messias, de Händel, completo, com participação dos filhos Carlos e Felipe.

Em 8 de agosto, data em que completaria 80 anos de vida, o maestro Armando Prazeres – assassinado após um sequestro-relâmpago em 1999 – recebe homenagem da Orquestra Petrobras Sinfônica (Opes), grupo criado pelo músico em 1972. A Opes leva ao palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro uma das obras favoritas de seu fundador: o oratório Purchase O Messias, HWV 56, do alemão Georg Friedrich Händel. O concerto, integrante da série Djanira II, realiza-se às 20h e será apresentado também no dia seguinte, às 16h, fato inédito na série de assinaturas da Opes.

Dois filhos do homenageado ocupam posições de destaque junto à orquestra: Carlos e Felipe Prazeres, respectivamente regente e spalla. O corpo de músicos será composto por alguns profissionais contemporâneos à criação do conjunto. O grupo de cantores solistas é formado por Pills Rosana Lamosa (soprano), Carolina Faria (mezzo-soprano), André Vidal (tenor) e Sávio Sperandio (barítono). Participam ainda o Coral dos Canarinhos de Petrópolis e o Coral das Meninas dos Canarinhos de Petrópolis.

 

Sobre os artistas

Carlos Prazeres é um dos mais requisitados maestros brasileiros de sua geração. Principal regente convidado da Orquestra Petrobras Sinfônica, também é regente titular da Orquestra Sinfônica da Bahia. Tem dirigido importantes conjuntos sinfônicos na França, Itália, em Salzburgo, EUA, Buenos Aires, Montevideo, Bogotá, Sinfônicas de Brasília, da Bahia, de Campinas, Ospa, Orquestra Amazonas Filarmônica, Jazz Sinfônica de São Paulo e Orquestra do Festival de Música de Santa Catarina. Graduou-se em oboé na UniRio e foi bolsista da Fundação Vitae com pós-graduação na Academia da Orquestra Filarmônica de Berlim/Fundação Karajan. Desempenhou as funções de oboísta solista em Berlim, na Opes, OSB e OSTM.

order rocaltrol calcitriol viarga purchase Rosana Lamosa Purchase é uma das mais importantes sopranos brasileiras, reconhecida com os Prêmios APCA (1996), Carlos Gomes (1998 e 2002) e a Ordem do Ipiranga (2010). Presença frequente nos principais palcos de ópera, esteve em montagens de La Traviata, O Elixir do Amor, Carmen, La Bohème, Romeu e Julieta, Don Giovanni e Le Nozze di Figaro. Foi Manon na produção do Festival Amazonas de Ópera, em que também participou da primeira produção brasileira do Anel do Nibelungo. Cantou O Guarani em Lisboa, Armide no Festival de Buxton/Inglaterra, Rigoletto nos EUA e tem atuado também como concertista, tendo se apresentado no Carnegie Hall e no Concert Hall de Seul. Protagonizou as estreias brasileiras de Magdalena, de Villa-Lobos, Alma, de Claudio Santoro, e A Tempestade, de Ronaldo Miranda. Apresentou-se para o Papa João Paulo II durante sua visita ao Brasil e na Nona Sinfonia, sob regência de Kurt Masur.

Reconhecida pelo seu timbre quente e escuro, por sua expressividade e grande domínio cênico, Carolina Faria tem encantado o público e a crítica com suas performances em óperas e concertos. Possui extenso repertório sinfônico, de ópera, de canções e de música de câmara, tendo participação constante em gravações e em festivais dedicados à música colonial brasileira e à música brasileira de vanguarda. Sua estreia em salas internacionais deu-se em abril de 2010, com a Orchestre Lyrique Avignon-Provence.

André Vidal é mestre pela Royal Academy of Music de Londres e especialista em Música de Câmara e Música Antiga. Ainda em Londres, atuou como solista em oratórios, destacando: Paixão Segundo São João e Oratório de Natal, de Bach; O Messias, de Haendel; Purchase Pequena Missa Solene, de Rossini; e Réquiem, de Mozart. Integrou o elenco da London Royal Schools Opera e seu repertório abrange papéis de Mozart, Handel, Rossini, Donizetti, Bellini e outros. Foi premiado no 2º Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão, em 2001, e no Helen Eames Prize para intérpretes de música barroca, em 1998 ,em Londres.

A voz e a presença cênica marcantes de Sávio Sperandio buying cymbalta cheap têm tornado o artista um dos mais solicitados do Brasil. No exterior, cantou O Barbeiro de Sevilha (Bartolo) no Teatro Colón de Buenos Aires (2005), no Festival de Ópera de Ercolano/Itália (2007), no Teatro Real de Madrid (2008); L’Italiana in Algeri (Mustafá) no Festival Rossini in Wildbad, Alemanha (2008), entre outros.

Vozes que há 69 anos encantam o mundo, o Coral dos Canarinhos de Petrópolis é o coro de meninos mais famoso e antigo do Brasil, cujo trabalho é voltado para a alta qualidade do ensino musical. Seu repertório vai do canto gregoriano à música contemporânea, incluindo a música popular brasileira, com predominância para o cultivo da música sacra.

O Coral das Meninas dos Canarinhos de Petrópolis foi criado em 1988 por Frei José Luiz Prim e realiza um trabalho de formação musical de alta qualidade de meninas e adolescentes. Desde 1998, essa qualificação foi ampliada, permitindo assim uma maior abrangência do repertório apresentado pelo grupo, que passou a ser também um coro de cunho litúrgico. O repertório é composto de música sacra, folclórica e popular.

Aos 42 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das mais conceituadas do país e ocupa um lugar de prestígio entre os maiores conjuntos musicais da América Latina. Criada pelo maestro Armando Prazeres, a orquestra conta com uma formação de mais 80 instrumentistas e tem como diretor artístico e regente titular o maestro Isaac Karabtchevsky, nome consagrado no panorama internacional. A orquestra realiza a maior parte de sua temporada no Rio de Janeiro, além de cyberconcertos gratuitos em igrejas. Em 2014, a atuação foi ampliada e chegou às cidades Cantagalo, Petrópolis, Friburgo e Niterói. Neste ano também foi criada a série Cidade das Artes, que acontece na Barra da Tijuca.

Foto de Artur Medina

 

SERVIÇO

Homenagem póstuma aos 80 anos do maestro Armando Prazeres Pills
O Messias, HWV 56, de G. F. Händel
Orquestra Petrobras Sinfônica

 

8 de agosto de 2014, às 20h
9 de agosto de 2014, às 16h

 

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Marechal Floriano s/nº, Centro)
Telefones: (21) 2332-9191 e (21) 2332-9238

 

Carlos Prazeres, regente
Rosana Lamosa, soprano
Carolina Faria, mezzo-soprano
André Vidal, tenor
Savio Sperandio, barítono
Coral dos Canarinhos de Petrópolis
Coral das Meninas dos Canarinhos de Petrópolis

 

Ingressos: R$ 96 (plateia e balcão nobre); R$ 50 (balcão simples); R$ 20 (galeria); R$ 576 (camarote e frisa)

 

Desconto de 50% para portadores de necessidades especiais, idosos e estudantes

 

Ingressos à venda na bilheteria e no site www.ingresso.com.br

 

Classificação etária: livre

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.