LateralMPBProgramaçãoRio de Janeiro

Orquestra Petrobras Sinfônica convida Paulinho Moska

Espetáculo para a série ‘Concertos de Inverno’

Buscando sempre inovar e atrair diferentes públicos para as salas de concerto, a Orquestra Petrobras Sinfônica, em parceria com a JB FM, recebe em junho, pela série ‘Concertos de Inverno’, o cantor e compositor carioca Paulinho Moska (voz e violão). A apresentação acontece no dia 26/06, às 20h, na Sala de Câmara da Cidade das Artes.

No encontro inédito, após uma abertura clássica, o artista e o grupo de câmara da OPES, formado por 10 músicos, interpretarão sucessos como “A seta e o alvo” e “Pensando em você”, que foram temas de novelas. Também integram o programa músicas que integram a trajetória do cantor, como “A idade do céu”, “O jeito é não ficar só”, “Namora comigo” e “Quantas vidas você tem”. Os arranjos são de Itamar Assiere.

Moska possui 17 álbuns, sendo dez de estúdio, três ao vivo, uma coletânea e três do programa Zoombibo (apresentado por ele no Canal Brasil).

A série ‘Concertos de Inverno’ encerra no dia 24/07, com uma apresentação ao lado de Daniel Boaventura.

PROGRAMA

Paulinho Moska
O jeito é não ficar só

Jorge Abner Drexler
A idade do céu

Paulinho Moska
Namora comigo

Paulinho Moska
Pensando em você

Paulinho Moska
Quantas vidas você tem

Paulinho Moska e Nilo Romero Filho
A seta e o alvo

 

 

SERVIÇO

 

Orquestra Petrobras Sinfônica convida Paulinho Moska

Dia 26 de junho, quarta-feira, às 20h30

Cidade das Artes/Sala de Câmara (Av. das Américas, 5300 – Barra – 3325-0102)

Ingressos: R$20 / R$ 10 (meia)

Vendas: Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br)

Classificação: livre

 

 

Orquestra Petrobras Sinfônica

Aos 47 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das mais conceituadas do país e ocupa lugar de prestígio entre os maiores conjuntos musicais da América Latina. Criada pelo maestro Armando Prazeres, a orquestra é formada por mais de 80 instrumentistas e tem como diretor artístico e regente titular o maestro Isaac Karabtchevsky, nome mais respeitado no Brasil e consagrado internacionalmente.

 Modelo de gestão: A Associação Orquestra Pró Música do Rio de Janeiro, entidade que administra o conjunto, apresenta uma proposta administrativa inovadora, sendo a única orquestra do país gerida por seus próprios músicos.

 Sobre a PETROBRAS: A Petrobras completa 33 anos de patrocínio da Orquestra Petrobras Sinfônica em 2018. Através do Petrobras Cultural, a companhia busca contribuir para o fortalecimento das oportunidades de criação, produção, difusão e fruição da cultura brasileira, para a ampliação do acesso dos cidadãos aos bens culturais e formação de novas plateias. A parceria é essencial para manter a Orquestra Petrobras Sinfônica entre os principais conjuntos da América Latina, sempre desenvolvendo um importante trabalho de democratização da música clássica e de renovação do público do gênero.

 

Grupo de câmara da OPES

Ricardo Amado, violino I
Andrea Moniz, violino I
Camila Bastos, violino I
Carlos Mendes, violino II
Her Agapito, violino II
Ivan Zandonade, viola
Daniel Prazeres, viola
Hugo Pilger, violoncelo
Ricardo Cândido, contrabaixo
Pedro Moita, percussão

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.