LateralMinas GeraisMPBNotíciaTecnologia

Orquestra Ouro Preto celebra música e arte mineiras

Apresentação “Quem perguntou por mim: Fernando Brant e Milton Nascimento”, patrocinada pela Kinross, será transmitida ao vivo da Igreja do Carmo, em Ouro Preto-MG.

Um mergulho na história, na arte e na poesia de Minas Gerais. No próximo dia 21 de novembro, às 20h30, a Orquestra Ouro Preto se apresenta diretamente da Igreja Nossa Senhora do Carmo, um dos cartões postais da cidade histórica de Ouro Preto, para mostrar a cultura mineira para o mundo em um concerto especial, no qual a música e a poesia de Fernando Brant e Mílton Nascimento se juntarão à arte barroca de Aleijadinho e às pinturas do Mestre Ataíde.

Com transmissão ao vivo no canal da Orquestra Ouro Preto no YouTube, o concerto “Quem perguntou por mim: Fernando Brant e Mílton Nascimento”, patrocinado pela Kinross Mineração, revive grandes clássicos da produção poética de Brant, obras imortalizadas pelas vozes de Mílton Nascimento, Elis Regina e seus parceiros do Clube da Esquina.

Com regência e direção musical do maestro Rodrigo Toffolo, produção executiva da Palco Marketing Cultural, direção de cena de Paulo Rogério Lage e arranjos de Mateus Freire, o repertório traz canções como “Travessia”, “Milagre dos Peixes”, “Encontros e Despedidas”, “Canção da América”, “Maria Maria”, entre outras.

Sobrinha do compositor homenageado, a cantora Mariana Brant é a “voz” convidada da Orquestra Ouro Preto.  “A obra de Fernando Brant e Milton é muito importante na minha vida e na minha trajetória como cantora. Além dessas músicas terem povoado toda minha infância, as palavras de amor, amizade, justiça de que o Fernando sempre fala em suas poesias, são valores que aprendi desde sempre com minha família e que faço questão de sempre levar comigo. Então, fazer parte desse concerto, junto com a Orquestra Ouro Preto, da qual sou grande admiradora, é um presente e uma emoção sem tamanho. Tenho certeza de que será uma noite muito especial”, destaca Mariana Brant.

Para o Maestro Rodrigo Toffolo, será uma oportunidade incrível apresentar para o mundo a música mineira em um cenário tão singular. “Esse projeto é uma homenagem a Minas Gerais, que capta o sentimento da mineiridade na figura de dois grandes artistas: Fernando Brant, que poetizou Minas de forma transcendental, e Milton Nascimento, que é um patrimônio da nossa cultura e leva o nome do Estado para o mundo. Vamos apresentar a força da poesia musicada da dupla em uma das mais belas igrejas de Minas”, conta.

Ana Cunha, diretora de Relações Governamentais e Responsabilidade Social da Kinross, considera o concerto uma oportunidade única para que o público veja tantos talentos brasileiros reunidos. “Certamente será mais um momento de muita emoção, assim como outros concertos virtuais que a Orquestra Ouro Preto fez nesses tempos de distanciamento social”.

PROGRAMA

Mílton Nascimento e Fernando Brant
Abertura / Sentinela / Quem Perguntou por Mim
Bailes da Vida
Travessia
San Vicente
Fruta Boa
Canção da América
Ponta de Areia
Saudades dos Aviões da Panair (Conversando no Bar)
Canções e Momentos
Encontros e Despedidas
Milagre dos Peixes
Maria Maria
Arranjos: Mateus Freire

 

SERVIÇO

Concerto “Quem perguntou por mim: Fernando Brant e Mílton Nascimento”

Dia 21 de novembro, sábado, às 20h30

Igreja do Carmo em Ouro Preto-MG

Transmissão: Canal da Orquestra no YouTube (www.youtube.com/orquestraouropreto).

Informações: www.orquestraouropreto.com.br

 


Mariana Brant 
 

Mariana Brant desde cedo se interessou pela voz e pela música e já na adolescência iniciou os estudos de canto e violão. Formou-se em Fonoaudiologia (2001), com especialização em voz, o que lhe permitiu atuar como preparadora vocal e professora de canto. Sua estreia profissional como cantora se deu em 2000, no show “Conspiração dos Poetas”, de Tavinho Moura e Fernando Brant, o qual percorreu com os autores por 15 anos, várias cidades brasileiras, chegando também ao exterior.

Participou do musical e CD “Fogueira do Divino” dos mesmos autores, do show e CD “Rua do Cachorro Sentado” e do CD “Anjo na Varanda” de Tavinho Moura. Em 2015, lançou o CD “Mariana Brant Interpreta Geraldo Vianna e Fernando Brant”. Participou do CD “Ser Tão Brasil” do compositor Fred Falcão, em 2018. Além da atuação como cantora, Mariana desenvolve trabalhos de acompanhamento e preparação vocal para diversos espetáculos e renomados artistas e grupos de música e teatro brasileiros.

 

Orquestra Ouro Preto  

Uma das mais prestigiadas formações orquestrais do país, a Orquestra Ouro Preto completa 20 anos de atividades ininterruptas em 2020 e se reafirma como uma orquestra de vanguarda. Sob a regência e direção artística do Maestro Rodrigo Toffolo, o grupo se dedica à formação de diferentes públicos, com uma extensa programação nas principais salas de concerto e espaços diversos no Brasil e no mundo.

Sob os signos da excelência e versatilidade atua também em projetos sociais e educacionais que vão muito além da música, como o Núcleo de Apoio a Bandas e a Academia Orquestra Ouro Preto. Premiado nacionalmente, o grupo comemora 20 anos de uma trajetória com doze trabalhos registrados em CD, sete DVDs.

Foi vencedora do Prêmio da Música Brasileira em 2015, na categoria “Melhor Álbum de MPB”, e indicada ao Grammy Latino 2007, como “Melhor Disco Instrumental”, por Latinidade. Os discos “Latinidade – Música para as Américas”, “Antônio Vivaldi – Concerto para Cordas” e “The Little Prince”, versão em inglês do tributo prestado pela Orquestra à literatura de Saint-Exuperry, tem distribuição mundial pela gravadora Naxos, a mais importante do mundo dedicada à música de concerto.

 

Kinross Brasil Mineração 

A Kinross atua nas atividades de pesquisa e desenvolvimento mineral, mineração, beneficiamento e comercialização de ouro. É uma das maiores produtoras de ouro do Brasil, responsável por 22% da produção nacional. Com operação na mina Morro do Ouro, em Paracatu, noroeste de Minas Gerais, e escritório em Belo Horizonte, a empresa integra a Kinross Gold Corporation, grupo canadense com presença nas Américas do Sul e do Norte, África e Eurásia.

A Kinross responde por cerca de 22% dos postos de trabalho formais do município. São cerca de 4.700 empregados entre próprios, contratados, estagiários e aprendizes. Além de ser a principal geradora de impostos e grande fomentadora de outros negócios em Paracatu, a Kinross investe em iniciativas que contribuem para o desenvolvimento do território e é certificada por normas nacionais e internacionais ligadas à saúde, segurança, gestão ambiental e responsabilidade social.

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.