Música sinfônicaProgramaçãoSão Paulo

Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos

Temporada 2015 – Programação

 

.
.

Dia 21 de Março

L. V. Beethoven
Abertura Egmont, op. 84

Shostakovich
Sinfonia nº 5 em Ré menor, op. 47
I. Moderato
II. Allegretto
III. Largo
IV. Allegro non Troppo

Regência: Emiliano Patarra

Neste primeiro programa da Temporada, trazemos para o público de Guarulhos estas duas importantes obras da história da música.

Egmont é a obra de Beethoven mais conhecida no gênero. Esta contundente peça foi escrita originalmente como música incidental da peça teatral de mesmo nome, de J.W. Goethe. Em meio a uma música de grande vigor e precisa construção, Beethoven deixa transparecer suas opiniões políticas, exaltando o sacrifício heroico de um homem condenado à morte por se posicionar contra atitudes opressivas.

A sinfonia de Shostakovich, de 1936, foi composta em meio a um período muito turbulento do século passado. Vivia-se, naquele momento, na antiga União Soviética, uma condição de muita restrição à liberdade de expressão e criação. A Sinfonia no. 5 atende a uma série de exigências estéticas impostas pelos dirigentes da nação na época, mas é elaborada de forma a expressar, indiretamente, um decidido posicionamento divergente. O poder impactante de sua construção, aliado a esta forte mensagem fizeram com que fosse aplaudida por mais de 30 minutos quando de sua estreia. É uma honra para a OJMG poder abrir sua temporada com um marco da história da música sinfônica!

 

Dia 18 de Abril

W. A. Mozart
Sinfonia nº 39 em Mi bemol maior, K 543
I. Adagio
II. Andante con moto
III. Menuetto
IV. Allegro

J. P. Moncayo
Sinfonietta

Pills E. Angulo
Suíte Mexicana

Regência: Jesus Medina

O regente Mexicano Jesus Medina será o primeiro convidado da temporada. Nosso público assíduo terá a oportunidade de desfrutar da atuação de um importante intérprete de carreira internacional, tanto em sua leitura de um clássico do repertório, quanto executando obras consagradas de seu país de origem, que nunca temos chance de ouvir por aqui. Medina foi fundador e diretor artístico da Sinfonieta Milennium e é diretor artístico da Orquestra Sinfônica da Universidade de Monterrey.

A Sinfonia no. 39, de Mozart, uma de suas últimas criações no gênero, é uma obra prima marcante tanto por seu vigor e brilho expressivo quanto pela clareza e equilíbrio de sua construção.

A Sinfonietta, de José Moncayo, é um excelente ponto de partida para a descoberta da produção deste compositor nacionalista mexicano, contemporâneo do nosso Villa-Lobos, e a Suíte Mexicana traduz para a linguagem sinfônica algumas das mais conhecidas e apreciadas melodias do folclore daquele país.

 

Dia 16 de Maio

R. Wagner
Siegfried Idyll, WWV 103

J. Rodrigo
Concerto de Aranjuez
I. Allegro con spirito
II. Adagio
III. Allegro gentile
– Solista: Fábio Zanon

L. V. Beethoven
Sinfonia nº 7, op. 92
I. Poco sostenuto – Vivace
II. Allegretto
III. Presto – Assai meno presto
IV. Allegro con brio

Regência: José Consani

Queremos, durante o ano, que o público do Adamastor tenha contato com solistas de nível internacional! É o caso de Fábio Zanon, um dos maiores nomes do violão no Brasil, que fará o Concerto de Aranjuez, talvez a mais conhecida obra do repertório solístico deste instrumento, inspirada na marcante tradição musical espanhola.

Abrindo o concerto, o Idílio, composto pelo compositor alemão Richard Wagner, como homenagem ao nascimento do filho, Siegfried, que incorpora trechos da ópera de mesmo nome, composta aproximadamente 6 anos depois.

Como fechamento, a Sinfonia no. 7, de Ludwig Beethoven, que, por sua intensidade e vigor, foi apelidada pelo próprio Wagner como “A Apoteose da Dança”.

 

Dia 20 de Junho

W. A. Mozart
Música Fúnebre Maçônica, K477

W. A. Mozart
Requiem, K626
I. Introitus
II. Kyrie Eleyson
III. Dies Irae
IV. Tuba Mirum
V. Rex Tremendae
VI. Recordare
VII. Confutatis
VIII. Lacrimosa
IX. Domine Jesu
X. Hostias
XI. Sanctus
XII. Benedictus
XIII. Agnus Dei
XIV. Lux Aeterna

Participações especiais: Corais Collegium Musicum e Coral da Cesp

Regência: Emiliano Patarra

Um Requiem, dentro da tradição sinfônica, é uma obra para coro e orquestra criada em torno da cerimônia religiosa que homenageia uma pessoa falecida, a partir de texto bíblicos da liturgia. O Requiem de Mozart é um marco da história da música, a última criação deste grande compositor. Escolhemos esta peça para ser a representante, em nossa programação, da linguagem sinfônico-coral, e estamos contando com a inestimável parceria dos Coros Collegium Musicum e Coral da Cesp, além de 4 solistas especialmente selecionados para a ocasião. Seremos quase 150 pessoas no palco do Adamastor neste dia de celebração!

 

Dia 15 de Agosto

Concerto de Premiação do XII Concurso Jovens Solistas

Regência: Emiliano Patarra

Anualmente, o Concurso Jovens Solistas da Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos abre espaço para que jovens instrumentistas do próprio grupo e do Conservatório Municipal se aventurem na experiência de atuarem como solistas. A atividade solista é uma faceta muito importante da carreira de um músico, e vários dos premiados ao longo destes doze anos de concurso destacaram-se, posteriormente, em palcos do Brasil e do exterior. Neste dia apresentaremos os três melhores interpretes, cada qual interpretando uma peça especialmente escolhida para esta ocasião, tornando o evento ao mesmo tempo uma grande chance para conhecer melhor a sonoridade de diversos dos instrumentos que compõem uma orquestra sinfônica.

 

Pills Dias 19 e 20 de Setembro

I. Tchaikovsky
Ballet O Quebra Nozes, op. 71

 Ato I

– I. A Árvore de Natal
– II. Marcha
– III. Pequena brincadeira das crianças e entrada dos pais
– IV. Cena de dança
– V. Cena e dança dos avós
– VI. Cena: início do encantamento
– VII. Cena: batalha entre o Quebra-Nozes e o Rei dos Ratos
– VIII. Cena: na floresta de pinus
– IX. Valsa dos flocos de neve

 Ato II

– X. Cena: o castelo mágico
– XI. Cena: Clara e o príncipe
– XII. Divertimento
– XIII. Valsa das flores
– XIV. Pas de deux
– XV. Valsa final e apoteose

Participação especial: Companhia Brasileira de Danças Clássicas

Coreografia: Guivalde Almeida

Regência: Emiliano Patarra e Diego Pacheco

Com muito orgulho estamos trazendo para nosso público este que é provavelmente o ballet mais famoso de todos os tempos. Criado a partir da história infantil de mesmo nome, este espetáculo vem encantando plateias no mundo todo desde sua estreia no final do século XIX, tanto por sua trama envolvente quanto por sua música bem construída, capaz de inspirar coreografias marcantes. Esta é a quinta criação em conjunto da Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos e da Companhia Brasileira de Danças Clássicas, e será reapresentada no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo, no dia 04 de dezembro.


Dias15 e 17 de Outubro

J. Haydn
Armida
– Ópera em 3 Atos com libreto de Nunziato Porta (montagem em concerto)

Direção Cênica: Marcelo Gama

Solistas: Tati Helene e Marina Cyrino (Sopranos), Jean Nardotto (Tenor) e Marcelo Ferreira (Barítono)

Regência: Emiliano Patarra

Armida é uma ópera em 3 atos com música do compositor austríaco Joseph Haydn para um libreto baseado no poema Gerusalemme liberata (Jerusalém libertada) de Torquato Tasso. Sua primeira apresentação aconteceu em 26 de fevereiro de 1784 e chegou a 54 récitas entre 1784 e 1788 no Teatro da Corte de Esterháza. Ainda durante a vida do compositor, Armida foi exibida em Bratislava, Budapeste, Turim e Viena.

A ópera foi considerada pelo próprio compositor sua obra mais refinada, no entanto, desapareceu do repertório operístico sendo somente revivida já no século XX numa apresentação concertante na cidade de Colônia, e mais tarde uma produção encenada em Berna, na Suíça. Com muito orgulho, a apresentação no Teatro Adamastor é a estreia sul americana da obra!

 

Dia 21 de Novembro online

Concerto de Premiação do 1º Concurso Alberto Nepomuceno – Edição Instrumental

Regência: Emiliano Patarra

Temos o prazer de apresentar à cidade de Guarulhos e à comunidade musical em geral, o 1º Concurso de Música Alberto Nepomuceno de Guarulhos. Este evento, que a partir de agora será realizado anualmente, pretende incentivar as novas gerações de músicos de nosso país como um todo, contribuindo para a consolidação da prática da música erudita de qualidade. A cada ano, uma modalidade da criação musical será contemplada, sendo premiados intérpretes instrumentais, vocais, compositores, regentes. Para a primeira edição, selecionou-se a atividade instrumental. O Concurso é destinado a instrumentistas eruditos de todo o país, e nesta noite será feita a entrega dos prêmios e o concerto com os vencedores.

 

Dia 8 de Dezembro

Concerto de Encerramento da Temporada 2015: clássicos do Rock

Regência: Emiliano Patarra

Na data especial do aniversário da cidade, e completando o panorama de linguagens proposto na Temporada 2015, uma aventura pela música popular. Mais especificamente, o Rock’n’Roll. O programa é elaborado integralmente com arranjos criados especialmente para este concerto, e músicos da própria orquestra compõem a banda que se integra ao conjunto sinfônico. Será uma noite de celebração sem fronteiras, homenageando com muito gosto o aniversário da nossa cidade!

 

Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos

A Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos foi fundada em dezembro de 2003 por iniciativa da Secretaria de Cultura e da Prefeitura de Guarulhos, tendo à frente o regente Emiliano Patarra, atual diretor artístico e musical do grupo.

Corpo estável do Conservatório Municipal, a OJM tem todas as suas atividades voltadas ao aprimoramento e a profissionalização de seus jovens instrumentistas.

Nos últimos anos, vem se apresentando com grandes solistas convidados e também com conjuntos de música instrumental e vocal, como o Núcleo Hespérides Música das Américas, o grupo Mawaca, o Collegium Musicum de São Paulo e o Coral do Estado de São Paulo, entre outros. No decorrer desses anos, a orquestra participou da montagem de nove títulos de ópera, apresentados nas cidades de São Paulo, Guarulhos e Campos do Jordão. Entre eles estão A Flauta Mágica – Mozart; La Traviata – Verdi; Lucia de Lammermoor – Donizetti; Gianni Schicchi – Puccini e Cavalleria Rusticana – Mascagni Pills ; O Barbeiro de Sevilha – Rossini; entre outros.

Direção Artística e Musical
Emiliano Patarra

Regente Assistente
José Consani

Arquivo/Montagem e Estágio em Regência
Anara Diniz Almeida
Diego Pacheco da Silva
Filipe Paes de Lira

estrogen pill for sale Buy Flautas
Cleyton Freire da Silva (chefe de naipe)
João Paulo Mosman de Souza
Vívian de Moraes Leite

– Oboés
Franklin de Sousa Gomes Silva (chefe de naipe)
Mayara Gomes Shiratori

– Clarinetes
Ricardo Arturo Soares Fernandez (chefe de naipe)
Lais Francesquinelli

Fagotes
Pamela de Sousa Gomes Silva (chefe de naipe)
Luciana Supino Geraldo

Trompas
Ederson Gonçalves (chefe de naipe)
Diego Vianna de Mello
Leanderson dos Santos Ferreira

Trompetes
Vinícius Novais (chefe de naipe)
Caíque de Paula Sant’anna

Trombones
Jefferson Machado Fernandes da Silva (chefe de naipe)
Wellington
Wesley Delman da Silva Faustino

Percussão
Renato Raul dos Santos (chefe de naipe)
Joachim Emídio
Marissa Pinheiro

Tuba
Francisco Alonso Carceles Uribe

Piano
Renan Silvânio Branco

– 1os Violinos
Pills Renan Vitoriano de Souza (Spalla)
Aline Gabrieli Ferreira Paulo
Allan Erick Santos Sanches
Caroline Silva de Mattos
Cauê Regio da Silva
Denise Cardoso de Oliveira
Diana Leal Alves
Igor Amoroso Granza Cavalcante
Matheus Silva Pereira
Rafaela Marques Piratelo

2os Violinos
Hélder Fernando Souto dos Santos (chefe de naipe)
Ana Paula de Lima Brito Ferreira
Abigail Fernandes da Silva
Erick Moraes Fernandes
Filipe Dias da Costa
Igor Dutra da Silva
Jonatas de Oliveira Nunes
Lígia Helena Machado de Araújo
Reuel Formaggi da Silva
Samuel Lucas Dionisio

Viola
Daniel da Silva Lima (chefe de naipe)
Almir Nunes de Souza Junior
Aron Vinicius Nascimento de Araujo
Danilo Miranda da Cruz Neves
Dennys Alves Barbosa
Dimas Neves Venancio da Silva
Felipe Galhardi Rodrigues
Murilo Padovan Frias
Nícolas Klemichak de Carvalho

 – Violoncelos
Air Justi Junior
Arthur Guilherme de Faria
Ivan da Silva Oliveira
Leandro Jose Saltarelli
Lucas Sousa Fraga
Renato Cardoso Ferreira
Tiago Alberto Imbiriba Tavares

Pills Contrabaixos
Beatriz de França Oliveira Pereira (chefe de naipe)
Alexsandro Marques Lino
Rafael Gomes da Costa
Daniela da Cruz de Araújo
Víctor Luiz Franzotti