Jazz/BluesLateralMinas GeraisNotíciaTecnologia

Nivaldo Ornelas encerra programação da Série BH Instrumental

Nivaldo Ornelas encerra programação on-line da Série BH Instrumental sob o tema Música e Memória em homenagem à Praça Floriano Peixoto. A música não pode parar e, por isso, novos formatos se abriram para levar até os lares de todo o país, a música instrumental.

Novos tempos pedem novos formatos e, foi assim, que a já tradicional Série BH Instrumental, realizada há mais de uma década em Belo Horizonte, na Praça Floriano Peixoto, se reinventou e levou para além das montanhas de Minas a programação do projeto.

A edição on-line do BH Instrumental contou com a participação de músicos que fazem parte da história da série, idealizada por Rose Pidner, sob o tema “Música e Memória”, celebrando também o marco dos 10 anos de revitalização de seu principal palco desde então, a Praça Floriano Peixoto.

Agora, para encerrar com chave de ouro, no dia 10 de dezembro, às 20h, no canal da Veredas Produções no Youtube, Nivaldo Ornelas apresenta o show “Do Jazz ao Clube da Esquina”, com seu quarteto, formado pelo saxofonista mineiro, por Sérgio Barrozo (contrabaixo), Paulo Braga (bateria) e Kiko Continentino (piano).

No espetáculo, Nivaldo Ornelas apresenta um panorama sonoro, com cores que remetem às tradições mineiras, além de um leve toque, de um acento que se aproxima da linguagem do jazz contemporâneo.

O instrumentista que iniciou seus estudos na Escola de Formação Musical da Polícia Militar, na Praça Floriano Peixoto, foi também convidado para integrar a programação que resgata memórias nesta edição on-line e especial da Série, que tem como patrocinador o Instituto Unimed-BH, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, através do incentivo de mais de 5,1 mil médicos cooperados e colaboradores.

A noite musical contará com a abertura do Daniel Souza Quarteto, com o show “Serôdia em Minas”. O guitarrista foi selecionado pelo edital do projeto, na categoria Novos Talentos, será acompanhado por Marcelo Ricardo (bateria), Marcos Andrade (baixo) e Gil Costa (saxofone) nesta apresentação que surgiu durante um momento de conflito, indecisões e sonhos frustrados. Serôdia significa o que se manifesta fora do período ideal e, mesmo que os planos tardem, há um motivo para essa espera. Show que traz uma temática mais atual do que nunca.

Quem também participa da transmissão, selecionado pela categoria Circulação do edital, é o já conhecido percussionista Serginho da Silva, com seu quinteto. Ao lado de Samy Erick (violão e guitarra), Marcílio Sanches – Chacal (contrabaixo), Fabiano Martins (saxofone) e Samuel Ekel (piano elétrico), o compositor vai interpretar seu lado mais eclético, com ritmos bem brasileiros, como baião, samba, balada e uma pitada de um clássico americano.

Esta é a quarta e última apresentação da Série BH Instrumental On-line, realizada desde outubro, sempre às quintas-feiras, às 20h. Os shows foram abertos por atrações locais, selecionadas por meio do edital 2020 nas categorias novos talentos e circulação e, em seguida, um convidado especial a partir de uma curadoria que convidou nomes que se relacionem, pela música e pela memória, ao projeto e/ou ao seu principal local de realização, cada qual com a sua particularidade. A gravação das apresentações seguiu os protocolos de segurança para equipe e artistas envolvidos.

 

 Circuito Instituto Unimed-BH

Criado para estimular o bem-estar e a convivência ao ar livre, o Circuito Instituto Unimed-BH oferece gratuitamente atividades de lazer e socioculturais, em espaços públicos, como a Praça da Saúde e a Praça Floriano Peixoto, em Belo Horizonte, a Praça Milton Campos, em Betim e a Praça da Glória, em Contagem. Em 2019, mais de 80 atrações culturais foram realizadas, prestigiadas por mais de 27 mil pessoas. Conheça a programação em www.circuitoinstitutounimedbh.com.br .

 

Instituto Unimed-BH

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH, desde 2003, desenvolve projetos visando ampliar o acesso à cultura, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, valorizar espaços públicos e o meio ambiente. Ao longo de sua história, o Instituto destinou R$120 milhões ao setor cultural, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e da Lei Federal de Incentivo à Cultura, viabilizado pelo patrocínio de mais de 5.100 médicos cooperados e colaboradores. No último ano, mais de 16 mil postos de trabalho foram gerados e 850 mil pessoas foram alcançadas por meio de projetos de cinco linhas de atuação: Comunidade, Voluntariado, Meio Ambiente, Adoção de Espaços Públicos e Cultura.

 

Projeto Série BH Instrumental

Realizado pela Veredas Produções e idealizado por Rose Pidner, o projeto integra o Circuito Instituto Unimed-BH e busca divulgar a música instrumental. A série traz aos palcos grandes instrumentistas, com o objetivo de formar público para o gênero e popularizar o acesso a espetáculos de qualidade, desenvolvendo, assim, a consciência crítica dos cidadãos. Conta com o patrocínio do Instituto Unimed-BH, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, através do incentivo de mais de 5,1 mil médicos cooperados e colaboradores.

 

SERVIÇO


Série BH Instrumental On-line apresenta Nivaldo Ornelas Quarteto (Sérgio Barrozo (contrabaixo), Paulo Braga (bateria) e Kiko Continentino (piano).

 

Aberturas: Daniel Souza Quarteto e Serginho Silva Quinteto

Dia 10 de dezembro, quinta-feira, às 20h

Youtube.com/veredasproducoes

Informações – 31 3222 5271 /  www.veredasproducoes.com.br

Classificação livre

Acesso gratuito

Patrocínio: Instituto Unimed-BH, por meio do incentivo de mais de 5,1 mil médicos cooperados e colaboradores

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.