CantoLateralNotíciaRio de JaneiroTecnologia

Música Sacra de Todos os Tempos

Música Sacra de Todos os Tempos é o título do próximo Sarau da ACC, que ocorrerá no último sábado deste mês de agosto.

O maestro e pianista Cláudio Ávila e o soprano Karla Araújo irão apresentar um repertório que irá acolher peças desde o período antigo, como a ária Pietà Signore de A. Stradella, passando por Mendelssohn, pelo Negro Spiritual, e terminando com os famosos Hinos Cristãos, como o Pai Nosso, de A. H. Malotte,  e um dos muitos sucessos da grande cantora americana Sandi Patti

Este é o terceiro Sarau com o pianista e professor de canto da ACC Cláudio Ávila durante a pandemia. No primeiro, o encontro foi com a soprano Paolla Soneghetti, com trechos de ópera e música contemporânea. Na última edição, a mezzo-soprano Lara Cavalcanti fez parceria com Cláudio, com canto lírico e folclórico.

Agora é a vez da soprano Karla Araújo cantar vários estilos de música sacra que vão emocionar os ouvintes. Você não pode perder este sarau da Associação de Canto Coral, no dia 29/08, às 16h, pelo canal do YouTube da ACC! Esperamos você!

PROGRAMA

Alessandro Stradella
Pietà, Signore

Felix Mendelssohn-Bartholdy
Höre Israel
Do Oratório Elias

Negro Spiritual 
WereYouthere?
Arranjo de Berverly Terrell

Negro Spiritual
Little David, Play on Your Harp
Arranjo de Philip Kern

Negro Spiritual
Give me Jesus 
Arranjo de Mark Hayes

Albert Hay Malotte
Pai Nosso 

Folclore Sueco
How Great Thou Art 

Stephen Adams
A Cidade Santa 

 

Cláudio Henrique Ávila

Como regente, preparou e regeu diversos Coros, dos quais podemos citar: os Coros da 2ª. Igreja Batista de Barra do Piraí e Maestro e Preparador Vocal do Coral Ars Plena, fundado pelo Maestro Armando Prazeres, a quem substituiu. Desde 2014, é o Maestro do Coral Feminino da Associação de Canto Coral, que se apresentou em diversos espaços no Rio de Janeiro.

Como pianista-acompanhador ganhou o prêmio de melhor Correpetidor no II Concurso de Canto Honorina Barra, em Curitiba. É possuidor de uma grande sensibilidade para preparar e acompanhar os cantores, seja em música de câmera ou ópera. Desde 2005, realiza concertos cênicos com a Cia. Canto Brasil, da qual é Fundador e Diretor Musical, dentre os quais, o espetáculo Música Negra: Brasil & EUA.

Em dezembro de 2017, foi o pianista e preparador da ópera Gianni Schichi, de G. Puccini. Em 2019, foi o maestro, pianista e preparador da ópera Suor Angelica, de G. Puccini, realizada pelo Núcleo de Ópera da Associação de Canto Coral, com participação de grandes solistas. A temporada ocorreu na Cidade das Artes e na Sala Baden Powell.

O trabalho vocal desenvolvido pelo professor Cláudio Henrique Ávila tem como base o conhecimento da fisiologia vocal aliado à sensibilidade auditivo-sensorial.

Em virtude desta pandemia que afetou o mundo, Cláudio Ávila em parceria com a Associação de Canto Coral, tem realizado uma série de “Saraus-Live” com cantores líricos diretamente de sua casa, atingindo visualizações de mais de duas mil pessoas, além de manter seu trabalho como professor e maestro através da internet.

Como resultado, criou seu Canal no Youtube – https://www.youtube.com/user/ciaipa, onde disponibilizou um curso de técnica vocal com vídeos para vocalizar e ainda gravações da parte do piano de peças para canto.

 

Karla Araújo – soprano

Bacharel em Música /Canto pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008) e Bacharel em Música Sacra (com especialização em canto) pelo Seminário Teológico Batista no Sul do Brasil (2004).

Recebeu menção honrosa por ocasião do III Festival Francisco Mignone de Jovens Intérpretes (2007). Como camerista, já se apresentou nas mais importantes salas de concerto, inclusive sob a regência de renomados maestros como Valéria Matos, André Cardoso, Júlio Moretzsohn, Luis Gustavo Petri, Martin Smith e Isaac Karabtchevsky.

Atuou como solista na ópera “DIDO E AENEAS” , de Henry Purcell, no papel de Dido, sob a direção de Valéria Mattos (2004); no projeto “Ópera no Bolso”, da Prefeitura do Rio de Janeiro, atuou em “L’ITALIANA IN LONDRA”, de Domenico Cimarosa, no papel de Livia; “COSI FAN TUTTE”, de W. A. Mozart, no papel de Fiordiligi, no Festival de Inverno de Petrópolis (2006); “LA CENERENTOLA”, de Gioachino Rossini, no papel de Clorinda (2008); e “UMA EDUCAÇÃO INCOMPLETA”, de Emmanuel Chabrier, no papel de Helene de la Cerisaire (2010).

Atuou como solista junto à Orquestra Petrobras Sinfônica, na série Portinari, na Sala Cecília Meireles, interpretando a obra “SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO” (de Felix Mendelssohn-Bartholdy, baseada em texto de William Shakespeare) sob a regência do maestro Isaac Karabtchevsky (2009).  Atuou como irmã Genoveva na ópera Suor  Angelica, de Puccini, produzida pela Associação de Canto Coral do RJ (2019).

Vencedora do Prêmio Especial do 9° Concurso de Canto Maria Callas (2009).

Integra o Coro Sinfônico do Rio de Janeiro e ainda o conjunto de câmera Calíope, ambos sob a regência do maestro Júlio Moretzsohn. E também o coro Lírico Feminino da Associação de canto coral sob regência do maestro e pianista Cláudio Ávila.

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.