LateralMúsica de câmaraProgramaçãoSão Paulo

“Música de Câmara” apresenta Beethoven

O projeto Música de Câmara segue a sua diversificada programação musical no Teatro Opus, palco multiuso que abriga shows, artes cênicas, palestras, encontros corporativos, agora também é mais uma opção para sala de concertos em São Paulo.

Após receber o quarteto de violões Quaternaglia (17/09) e o quinteto de clarinetes Sujeito a Guincho (01/10), programa especialmente traz três grandes obras de Beethoven: “Sonata Kreutzer”, “Variações Judas Macabeu” e “Trio Fantasma”.

A performance comandada por Cármelo de los Santos (violino), Hugo Pilger (violoncelo) e Paulo Gori e Sérgio Melardi (piano) acontece, no próximo dia 29 de outubro, a partir das 20h30. Os ingressos já estão à venda em Uhuu.com. Mais informações no serviço abaixo.

 

As obras

A “Sonata Kreutzer” é a mais famosa de Beethoven para piano e violino. Sonata longa e de dificuldade técnica transcendental. Foi imortalizada pelo arrebatador e trágico romance escrito por Leon Tolstói sobre a paixão. Fortes e contrastantes emoções permeiam essa obra nos diálogos entre os dois instrumentos.

Variações sobre um tema de Händel, “Judas Macabeu” é uma obra divertida e de fácil absorção. O piano comanda a primeira variação; o violoncelo a segunda; na terceira, o piano movimenta a cena com um acompanhamento de semicolcheias; na quarta, o violoncelo assume um discurso lírico. As três últimas utilizam a seqüência adagio-allegro-adagio, em minúsculas fórmulas concertantes.

Finalmente, violino, violoncelo e piano se juntam para o “Trio Fantasma”. Novamente o mais famoso trio escrito por Beethoven. O Trio op.70, nº 1 em Ré maior de Ludwig van Beethoven data de 1808 e é dedicado à Condessa Maria von Erdödy pela sua hospitalidade. Esta obra ficou, para sempre, conhecida como o “Trio dos Fantasmas” (Geister-Trio) pelo tema do seu segundo andamento – Largo assai ed expressivo –, após Carl Czerny (compositor e aluno de Beethoven) ter afirmado que este andamento o transportava para o fantasma do pai de Hamlet. As ligações a Shakespeare tornam-se mais evidentes quando são encontradas, no livro de anotações de Beethoven, sugestões a uma possível ópera Macbeth por meio do dramaturgo Henrich von Collin. Surgem, igualmente, as palavras “Macbett” e “Ende” junto dos esboços do Largo. Muito provavelmente este Largo destinar-se-ia a uma cena das Três Bruxas.

 

FICHA TÉCNICA

Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, e Grupo Zaffari apresentam PROAC – Lei de Incentivo à Cultura do Estado de São Paulo
Patrocínio: Záffari
Curadoria: Sérgio Melardi
Produção: Opus Promoções
Realização: Interarte Produções Artísticas, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria da Cultura

 

PROGRAMA  

Beethoven
Sonata para violino e piano Op. 47, em Lá maior – Kreutzer
– Adagio Sostenuto. Presto
– Andante con Variazioni
– Presto
Cármelo de los Santos (violino) e Sérgio Melardi (piano)

Beethoven
Variações para violoncelo e piano em Sol maior sobre um tema de Händel, “Judas Macabeu”, WoO 45
Hugo Pilger (violoncelo) e Paulo Gori (piano)

Beethoven
Trio Op. 70 nº 1 em Ré Maior – Trio Fantasma
– Allegro vivace e con brio
– Largo assai ed espressivo
– Presto
Cármelo de los Santos (violino) Hugo Pilger (violoncelo) e Paulo Gori (piano)

 

 

SERVIÇO

 

“Música de Câmara” apresenta Beethoven

Dia 29 de outubro, terça-feira, às 20h30

Teatro Opus – Shopping Villa-Lobos (Av. das Nações Unidas, 4777 – Alto de Pinheiros – São Paulo)

Ingressos: 
Plateia Baixa R$ 40,00 / R$ 20,00
Plateia Alta R$ 40,00 / R$ 20,00
Balcão Nobre R$ 40,00 / R$ 20,00

Classificação: Livre

 


Música de Câmara

De setembro a dezembro o espaço receberá programação rica e diversa em iniciativa que tem como objetivo tornar a música de concerto acessível ao público. No programa obras de Mozart, Piazzolla, Strauss, Villa-Lobos, entre mais clássicos e contemporâneos.

As apresentações, com duração aproximada de 90 minutos, ocorrerão nos dias 29 de outubro, 21 de novembro e 04 de dezembro a preços populares – R$ 40 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada) e estão à venda em Uhuu.com. Confira programa e serviço completos abaixo.

Além das apresentações, os músicos também irão conversar com o público, discorrer sobre obras e sonoridades dos diferentes instrumentos de forma descontraída e informal. “Pretendemos atrair um público diferenciado, tornando a música de câmara mais acessível, mesclando a profundidade e a leveza. É fundamental garantir espaços para a música de concerto em São Paulo”, declara Sérgio Melardi, curador do projeto.

Em novembro, dia 21, o Quarteto Carlos Gomes dedica-se a interpretação de Piazzolla, Guinga e Debussy. E, finalmente, dia 04 de dezembro, Cristian Budu e amigos interpretam programa variado com peças dançantes, solos, além de canções de Kurt Weill e Strauss.

O conceito está muito bem embasado devido a força das obras, suas dramaticidades e sonoridades”, reflete Melardi. Entre os grupos que irão se apresentar estão vencedores do Prêmio Bravo 2018 na categoria melhor CD de Música Erudita, como é o caso do Quarteto Carlos Gomes, e o aclamado pianista Cristian Budu. O público ainda terá a oportunidade de apreciar músicos com sólida discografia, timbres, expressividade e versatilidade inconfundíveis.

O projeto pretende apresentar a variedade e a riqueza da música de câmara. Os concertos contarão com atmosfera abrangente no que diz respeito a escolha do repertório. O repertório será diferenciado, com obras reconhecidas que vão do popular ao clássico, atrativos de se ouvir e se sentir. “Serão encontros dinâmicos, com muita interação entre os artistas e o público, algo informal, encantador e cheio de significados”, revela Melardi, que também fará parte de uma das apresentações em celebração a três obras de Beethoven.

 

Próximas atrações

– Dia 21 de novembro
Quinta-feira, às 20h30
Quarteto Carlos Gomes
Cláudio Cruz (violino), Adonhiran Reis (violino), Gabriel Marin (viola) e Alceu Reis (violoncelo)
Programa: Piazzolla, Guinga e Debussy

– Dia 04 de dezembro
Quarta-feira, às 20h30
Do Cabaré ao Teatro
Programa: piano solo, piano a 6 mãos (Rachmaninoff), canções de Kurt Weill e Strauss (com arranjo para piano, canto e violino), trio para cordas e piano (Mendelssohn, Dvorak), peças dançantes para violino e piano (danças romenas, czardas)
Pianosofia: Cristian Budu, Yuri Pingo e Leandro Roverso (piano), Joyce de Souza (mezzo-soprano), Hanan Santos (violino) e Juan Rogers (violoncelo).

Instruções sobre ingressos

*Política de venda de ingressos com desconto: as compras poderão ser realizadas nos canais de vendas oficiais físicos, mediante apresentação de documentos que comprovem a condição de beneficiário. Nas compras realizadas pelo site, a comprovação deverá ser feita no ato da retirada do ingresso na bilheteria e no acesso à casa de espetáculo;

** A lei da meia-entrada mudou: agora o benefício é destinado a 40% dos ingressos disponíveis para venda por apresentação. Veja abaixo quem têm direito a meia-entrada e os tipos de comprovações oficiais em São Paulo:
– IDOSOS (com idade igual ou superior a 60 anos) mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
– ESTUDANTES mediante apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) nacionalmente padronizada, em modelo único, emitida pela ANPG, UNE, UBES, entidades estaduais e municipais, Diretórios Centrais dos Estudantes, Centros e Diretórios Acadêmicos. Mais informações: www.documentodoestudante.com.br
– PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E ACOMPANHANTES mediante apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que ateste a aposentadoria de acordo com os critérios estabelecidos na Lei Complementar nº 142, de 8 de maio de 2013. No momento de apresentação, esses documentos deverão estar acompanhados de documento de identidade oficial com foto.
– JOVENS PERTENCENTES A FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA (com idades entre 15 e 29 anos) mediante apresentação da Carteira de Identidade Jovem que será emitida pela Secretaria Nacional de Juventude a partir de 31 de março de 2016, acompanhada de documento de identidade oficial com foto.
– JOVENS COM ATÉ 15 ANOS mediante apresentação de documento de identidade oficial com foto.
– DIRETORES, COORDENADORES PEDAGÓGICOS, SUPERVISORES E TITULARES DE CARGOS DO QUADRO DE APOIO DAS ESCOLAS DAS REDES ESTADUAL E MUNICIPAIS mediante apresentação de carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação de São Paulo ou holerite acompanhado de documento oficial com foto.
– PROFESSORES DA REDE PÚBLICA ESTADUAL E DAS REDES MUNICIPAIS DE ENSINO mediante apresentação de carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação de São Paulo ou holerite acompanhado de documento oficial com foto.

*** Caso os documentos necessários não sejam apresentados ou não comprovem a condição do beneficiário no momento da compra e retirada dos ingressos ou acesso ao teatro, será exigido o pagamento do complemento do valor do ingresso.
ATENÇÃO: Não será permitida a entrada após o início do espetáculo.

Estacionamento
Self
Período Valor
Até 2h R$13,00
2h a 3h R$16,00
3h a 4h R$19,00
4h a 5h R$22,00
5h a 6h R$28,00
6h a 7h R$34,00
Demais horas R$3,00

Valet
Período Valor
Até 1h R$18,00
Demais horas R$12,00

Horário de funcionamento:
Segunda a sexta: 10h às 22h (ou até o final do espetáculo)
Domingos e feriados: 10h às 22h (ou até o final do espetáculo)

Formas de pagamento: dinheiro e cartões de crédito e débito informadas no local de pagamento. Taxa de perda do cartão de estacionamento, será cobrado valor de estadia/ pernoite, conforme horas descritas nas tabelas. Tempo de tolerância de 15 minutos somente para self

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.