LateralNotíciaÓperaSão PauloTecnologia

Municipal SP – “O cavaleiro da Rosa” na internet

O canal do Theatro Municipal de São Paulo no YouTube exibe nesta sexta-feira, 17 de julho, a ópera O Cavaleiro da Rosa, do compositor alemão Richard Strauss, com libreto de Hugo von Hofmannsthal.

A transmissão começa às 20h e o conteúdo ficará disponível por um mês para o público ver e rever quando quiser, de graça e sem necessidade de cadastro. O público ainda pode baixar um livro com informações da ópera.

A gravação foi feita pela TV Cultura, emissora parceira do Theatro Municipal, e conta com legenda em português. O espetáculo tem 4 horas de duração e agora pode ser apreciado no conforto de casa.

Uma história de amor entre encontros e desencontros com tom de comédia. Encenada em junho de 2018 no palco do Theatro Municipal, a montagem traz a Orquestra Sinfônica Municipal, o Coral Paulistano, sob a batuta da maestrina Naomi Munakata (1955-2020), regente titular à época, e destacados solistas, incluindo internacionais. A direção musical e regência é do maestro Roberto Minczuk, e a direção cênica, do argentino Pablo Maritano. A produção contou com cenários são de Ítalo Grassi, figurinos de Fábio Namatame e iluminação de Caetano Vilela.

Completam o elenco Rafael Thomas (Faninal), Paulo Queiroz (Valzacchi), Magda Painno (Annina), Fernando Portari (Um Cantor), Elisabete Almeida (Marianne), Matheus França (Comissário de Polícia), Miguel Geraldi (Mordomo da Marechala e Mordomo de Faninal), Márcio Marangon (Notário) e Renato Tenreiro (Estalajadeiro).

Também integram o elenco Gabriella Rossi, Laiana Oliveira, Elaine Martorano, Débora Faustino, Alexandre Bialecki, Diógenes Gomes, Felipe Bertol, Vitor Mascarenhas, Andrey Mira e Washington Lins.

Sinopse

Dividida em três atos, a história se passa na Viena da Belle Époque, no início do século 20. A Marechala Marie Therese von Werdenberg é uma mulher madura e aqui interpretada pela soprano argentina Carla Filipcic Holm, que tem como amante o jovem inexperiente Octavian, de 17 anos – um papel travestido, escrito por Strauss para ser interpretado por cantoras – a cargo da mezzosoprano Luísa Francesconi. O alemão Dirk Aleschus (baixo) é o Barão Ochs, primo da Marechala, que pretende desposar Sophie, uma dama representada pela soprano russa Elena Gorshunova.

Quando o Barão Ochs, nobre das províncias que se encontra em dificuldade econômica, visita a prima Marechala para contar-lhe sobre sua proposta de noivado a Sophie, filha única do rico burguês Faninal, não imagina que está interrompendo um momento íntimo dela com Octavian. Para escapar da situação constrangedora, o rapaz veste-se com roupas femininas. Ao ser apresentado como a nova dama de companhia da Marechala, desperta no Barão um interesse amoroso. Octavian é encarregado de levar uma rosa de prata para a pretendida do Barão. O jovem e a noiva se apaixonam. Entre encontros e desencontros, esta ópera, com tom de comédia, evidencia um dos maiores interesses de Strauss: a psicologia feminina.

 

No YouTube do Theatro Municipal também é possível assistir a íntegra das óperas O Barbeiro de Sevilha, A Viúva Alegre e Rigoletto, e o espetáculo A Biblioteca de Babel com o Balé da Cidade de São Paulo, além de outros conteúdos.

 

+ Municipal Online

Enquanto o Theatro Municipal de São Paulo segue fechado por determinação da prefeitura para evitar a propagação do novo coronavírus, o território digital é o novo palco. Tem performances de câmara, cursos livres, gravações solo em versões reduzidas para piano, vídeos completos de espetáculos e lives com profissionais do Theatro. Tudo isso com acesso gratuito e irrestrito nas páginas do Theatro Municipal no Instagram, Facebook ou YouTube.

E o novo episódio do Podcast Theatro Municipal já está no ar. Para falar de formação musical, a apresentadora Ligiana Costa conversou com a maestrina Érica Hindrikson, coordenadora da Escola Municipal de Música, a mezzosoprano Joyce Tripiciano, do Coro Lírico e os músicos Renan Mendes (flauta) e Ugo Kageyama (violino), da Orquestra Sinfônica Municipal.

 

Foto do post: Fabiana Stig.

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.