LateralNotíciaSão Paulo

Municipal de São Paulo inicia pré-venda de assinaturas

Conheça as séries de assinaturas, os elencos das quatro óperas que integram as séries e a análise de Fabiana Crepaldi.

 

Leonardo Marques colaborou.

O Movimento.com teve acesso ao caderno de assinaturas preparado pelo Theatro Municipal de São Paulo para 2020. Segundo a publicação, que já está sendo distribuída por e-mail a ex-assinantes da programação da casa, o TMSP contará este ano com séries de assinaturas da sua temporada lírica e também da sua temporada de concertos.

Dos seis programas de óperas que foram anunciados para 2020 ainda em dezembro passado, quatro fazem parte dos pacotes de assinaturas: Aida, de Giuseppe Verdi; a dobradinha Navalha na Carne / Homens de Papel, respectivamente de Leonardo Martinelli e Elodie Bouny; Don Giovanni, de Wolfgang A. Mozart; e Benjamin, de Peter Ruzicka. A ópera Fidelio, de Beethoven, anunciada para ser realizada fora das dependências do TMSP, e a opereta O Morcego, de Johann Strauss Filho, não integram o programa de assinaturas.

Confira abaixo, nesta ordem, os períodos de assinaturas, as séries da temporada lírica, a análise dessa temporada e, por fim, as séries da temporada de concertos.

 

Períodos de assinaturas

Entre os dias 23 e 31 de janeiro, a venda será exclusiva para os assinantes da temporada 2018 do Theatro Municipal de São Paulo (já que em 2019 a casa não ofereceu tais pacotes). Encerrado esse período, novas assinaturas serão disponibilizadas entre os dias 05 e 15 fevereiro. Em qualquer dos dois períodos, cada assinante poderá adquirir até oito assinaturas, sendo no máximo quatro assinaturas por série.

Os pacotes serão vendidos através da internet. Segundo o caderno de assinaturas do TMSP, ex-assinantes receberão por e-mail instruções sobre como proceder durante o período de pré-venda. Novos assinantes devem aguardar a disponibilização de link específico no site oficial do Municipal paulistano. Em razão de mudanças na legislação de cotas, durante a pré-venda para ex-assinantes os lugares ocupados no passado não estão garantidos e a nova ocupação acontece por ordem de compra, mediante disponibilidade.

 

Séries de assinaturas da temporada lírica

Todas as quatro óperas que integram as séries de assinaturas da temporada lírica 2020 do Theatro Municipal de São Paulo terão regência de Roberto Minczuk, enquanto os encenadores são bem variados: Bia Lessa dirigirá Aida; Fernanda Maia e Zé Henrique de Paula serão responsáveis pela dobradinha Navalha na Carne / Homens de Papel, ambas baseadas na obra de Plínio Marcos; Livia Sabag assinará Don Giovanni; e o próprio diretor artístico do TMSP, Hugo Possolo, dirigirá Benjanin.

Conheça as cinco séries, os seus respectivos elencos e os valores das assinaturas:

 

SÉRIE ESTREIAS

Aida | Sábado | 28 de março | 20h

Marsha Thompson (Aida) – Mikheil Sheshaberidze (Radamés) – Ana Lucia Benedetti (Amnéris) – Davi Marcondes (Amonarso) – Carlos Eduardo Marcos (Faraó/Rei) – Caio Duran (Mensageiro) – Savio Sperandio (Ramfis) – Elayne Caser (Sacerdotisa).

Navalha na Carne / Homens de Papel | Quinta | 18 de junho | 20h

Navalha: Luisa Francesconi (Neusa Sueli) – Fernando Portari (Vado) – Michel de Souza (Veludo).

Homens de Papel: Sebastião Teixeira (Berrão) – Mar Oliveira (Chicão) – Matheus França (Tião) – Elaine Moraes (Maria-Vai) – Eduardo Trindade (Pelado) – Lídia Schäffer (Noca) – Diógenes Gomes (Bichado) – Keila de Moraes (Poquinha) – Eduardo Góes (Jiló) – Fernando de Castro (Coco) – Elaine Martorano (Nhanha) – Rafael Leoni (Frido) – Laura Lobo (Gá).

Don Giovanni | Sexta | 14 de agosto | 20h

Alessio Arduini (Don Giovanni) – Anibal Mancini (Don Ottavio) – Carla Filipcic Holm (Donna Anna) – Luciana Bueno (Donna Elvira) – Michel de Souza (Leporello) – Johnny França (Masetto) – Matheus França (Comendador) – a definir (Zerlina).

Benjamin | Sábado | 26 de setembro | 20h

Homero Velho (Walter B.) – Anna Schubert (Asja L.) – Magda Painno (Hannah A.).

 

SÉRIE DOMINGOS

Aida | Domingo | 29 de março | 18h

Marly Montoni (Aida) – Paulo Mandarino (Radamés) – Denise de Freitas (Amnéris) – Brian Major (Amonasro) – Carlos Eduardo Marcos (Faraó/Rei) – Caio Duran (Mensageiro) – Savio Sperandio (Ramfis) – Elayne Caser (Sacerdotisa).

Navalha na Carne / Homens de Papel | Domingo | 21 de junho | 18h

Mesmo elenco da Série Estreias.

Don Giovanni | Domingo | 16 de agosto | 18h

Mesmo elenco da Série Estreias.

Benjamin | Domingo | 27 de setembro | 18h

Mesmo elenco da Série Estreias.

 

SÉRIE QUARTAS-FEIRAS

Aida | Quarta | 01 de abril | 20h

Mesmo elenco da Série Domingos.

Navalha na Carne / Homens de Papel | Quarta | 24 de junho | 20h

Mesmo elenco da Série Estreias.

Don Giovanni | Quarta | 19 de agosto | 20h

Mesmo elenco da Série Estreias.

Benjamin | Quarta | 07 de outubro | 20h

Mesmo elenco da Série Estreias.

 

SÉRIE DIAS VARIADOS

Aida | Segunda | 06 de abril | 20h

Mesmo elenco da Série Estreias.

Navalha na Carne / Homens de Papel | Quinta | 25 de junho | 20h

Mesmo elenco da Série Estreias.

Don Giovanni | Quinta | 20 de agosto | 20h

Rodrigo Esteves (Don Giovanni) – Daniel Umbelino (Don Ottavio) – Ludmila Bauerfeldt (Donna Anna) – Marina Considera (Donna Elvira) – Daniel Germano (Leporello) – Vitor Mascarenhas (Masetto) – Roseane Soares (Zerlina) – Matheus França (Comendador).

Benjamin | Quinta | 01 de outubro | 20h

Mesmo elenco da Série Estreias.

 

SÉRIE AUDIODESCRIÇÃO

Aida | Sábado | 04 de abril | 20h

Mesmo elenco da Série Domingos.

Navalha na Carne / Homens de Papel | Sábado | 27 de junho | 20h

Mesmo elenco da Série Estreias.

Don Giovanni | Domingo | 23 de agosto | 18h

Mesmo elenco da Série Dias Variados.

Benjamin | Domingo | 04 de outubro | 18h

Mesmo elenco da Série Estreias.

 

O caderno de assinaturas não esclarece se, além das récitas supracitadas, haverá outras apresentações apenas com ingressos avulsos.

O pagamento deverá ser feito exclusivamente com cartão de crédito e poderá ser parcelado em até 10 vezes. Os valores das assinaturas para cada uma das séries da temporada lírica são sempre os mesmos:

Setor 1: R$ 408,00 (inteira) e R$ 204,00 (meia-entrada)
Setor 2: R$ 272,00 (inteira) e R$ 136,00 (meia-entrada)
Setor 3: R$ 68,00 (inteira) e R$ 34,00 (meia-entrada)
Camarotes (4 lugares): R$ 1.958,40 (inteira) e R$ 979,20 (meia-entrada)

 

Análise da temporada lírica

Passados pouco mais de seis anos, o Theatro Municipal de São Paulo abrirá, novamente, a sua temporada lírica com a ópera Aida, de Giuseppe Verdi. Para quem não viu, em 2013, a bela produção de Marco Gandini estrelada por Maria José Siri, Gregory Kunde e Tuija Knihtlä, seis anos podem parecer tempo suficiente, porém quem viu e ouviu lembra bem o que viu e ouviu, e a comparação será inevitável. Foi uma das melhores produções, se não a melhor, da gestão de John Neschling, cênica e musicalmente impecável.

Na produção de 2020, que será assinada por Bia Lessa, as sopranos Marsha Thompson e Marly Montoni se revezarão no papel-título; os tenores Mikheil Sheshaberidze e Paulo Mandarino, no de Radamés; e as mezzosopranos Ana Lucia Benedetti e Denise de Freitas, no de Amnéris. Americana, Marsha Thompson é vencedora da edição 2014 da competição vocal da Opera Orchestra of New York. Em seu currículo, no site Opera Base, constam apenas duas produções: em 2018 participou, como Abigaile, da produção de Nabucco da ópera da Union Avenue Christian Church, em St. Louis (EUA); em 2019, foi a Aida da Bohème Opera, em New Jersey. Ela dividirá o palco com Mikheil Sheshaberidze, que conta com um currículo consideravelmente mais extenso e que inclui o mesmo papel, Radamés, na temporada de 2019 da Arena de Verona.

No time dos brasileiros, são todos já conhecidos do público paulistano. O ano de 2019 foi especialmente bom para Ana Lucia Benedetti, que mereceu destaque por sua excelente atuação em L’Italiana in Algeri, de Rossini, no Theatro São Pedro, e para Marly Montoni, que teve uma bem-sucedida performance como Madama Butterfly pela Cia. Ópera São Paulo. Também Paulo Mandarino teve um 2019 ativo, com diversas aparições na Sala São Paulo e no Theatro Municipal, mas, ao contrário de suas colegas, demonstrando dificuldades vocais, sobretudo a de projetar sua voz e fazer-se ouvir. Denise de Freitas já conta com uma carreira sólida que dispensa apresentações.

A segunda atração do ano no Theatro Municipal é uma dupla estreia nacional, duas encomendas do próprio Municipal baseadas em duas obras do escritor e dramaturgo Plínio Marcos: Navalha na Carne e Homem de Papel. A primeira é uma composição de Leonardo Martinelli, um projeto que o Municipal demorou anos para gestar, e a segunda ficou a cargo de uma compositora, Elodie Bouny. Com direção cênica de Zé Henrique de Paula e Fernanda Maia, a dobradinha contará com extenso elenco de cantores brasileiros. Destacam-se a mezzosoprano Luisa Francesconi (cujo nome veio grafado errado – com “z” – no caderno de assinaturas), o barítono Michel de Souza e o tenor Mar Oliveira, que em 2016 surpreendeu com a sua atuação na ópera O Anão, de Zemlinsky.

Don Giovanni, de Mozart, o terceiro título, contará com a direção cênica de Livia Sabag, que em 2019 assinou a produção de L’Italiana in Algeri do Theatro São Pedro, indicada a melhor do ano pelo Movimento.com. No primeiro elenco, o papel-título ficará a cargo de um frequentador dos principais palcos do mundo e que cantou o mesmo papel, no fim do ano passado, na Ópera de Roma: Alessio Arduini. Seu Leporello será o também competente Michel de Souza. Merecem destaque ainda o tenor brasileiro Anibal Mancini (Don Ottavio) e a soprano argentina Carla Filipcic Holm (como Donna Anna) – outro nome escrito errado no caderno de assinaturas. Em 2018, vale lembrar, Filipcic Holm interpretou uma ótima Marechala em O Cavaleiro da Rosa, no Theatro Municipal.

No segundo elenco de Don Giovanni, o papel-título caberá ao bom barítono brasileiro Rodrigo Esteves, de carreira já bem estabelecida no exterior (em 2019, ele cantou na prestigiosa Ópera Alemã, de Berlim), que contracenará com dois colegas em franca ascensão: o tenor Daniel Umbelino, que vem conquistando espaço no cenário internacional, e a soprano Ludmila Bauerfeldt.

Para finalizar, uma obra que precisa ser vista: Benjamin, a terceira ópera do compositor contemporâneo alemão Peter Ruzicka, com libreto da sul-coreana Yona Kim, composta para a Ópera Estatal de Hamburgo, onde estreou em 2018, sob a regência do compositor e com direção cênica da libretista. Em São Paulo, a direção cênica ficará a cargo de Hugo Possolo. A obra trata do brilhante filósofo alemão Walter Benjamin, especialmente do período em que ele viveu exilado, por causa do nazismo, até o seu suicídio em 1940. Por algum motivo, o Theatro Municipal só anunciou três nomes do elenco, que conta com seis personagens ao todo, sem sequer mencionar a existência dos outros. Foram eles: Homero Velho no papel-título, a volta de Anna Schubert, após protagonizar Prism no ano passado, e Magda Painno, que, em 2019, foi uma das Maddalenas no Rigoletto da casa.

Cada título conta com um diretor cênico diferente. Apenas um, Benjamin, ficará com Hugo Possolo, diretor artístico do teatro. Na busca por diversidade e valorização das mulheres, três dos cinco títulos serão dirigidos por mulheres: Aida (Bia Lessa), Homem de Papel (Fernanda Maia) e Don Giovanni (Livia Sabag). Quando o assunto é direção musical, no entanto, a diversidade dá lugar ao exclusivismo: o maestro titular Roberto Minczuk dirigirá todos os títulos, e seu nome é o único a aparecer na programação lírica.

Algumas pessoas esperavam encontrar Fidelio, de Beethoven, no ano em que se comemoram os 250 anos do nascimento do compositor, no programa de assinaturas. O Municipal já havia avisado, porém, que a obra não faria parte do pacote: como será realizada fora do teatro, em local ainda não determinado, com datas não determinadas e cantores… certamente ainda não escolhidos, não poderia integrar as séries de assinaturas. A realidade é: em 2020, repetir-se-ão as mesmas obras de Beethoven (concertos para piano, sinfonias, etc…) nos três principais palcos da cidade (Sala São Paulo, TMSP, e Theatro São Pedro), mas em nenhum deles o público verá Fidelio, a única ópera do compositor. Esta somente será feita em local ainda indefinido e com condições acústicas ainda por se avaliar.

 

Séries de assinaturas da temporada de concertos

Também são cinco as séries de concertos disponíveis para assinaturas na temporada 2020 do Theatro Municipal de São Paulo. Todos os concertos têm a participação da Orquestra Sinfônica Municipal. Conheça as séries:

 

SÉRIE ABAPORU

Sexta | 6 de março | 20h

Gustav Mahler
Sinfonia No 3 em ré menor

Coral Paulistano e Coral Infanto-Juvenil Heliópolis
Roberto Minczuk, regência
Ana Lucia Benedetti, mezzosoprano

 

Quarta | 13 de maio | 20h

Frédéric Chopin
Concerto para piano N° 2 Op. 21 em fá menor

Sergei Rachmaninov 
Sinfonia No 1 Op. 13 em ré menor

Roberto Minczuk, regência
Szymon Nehring, piano

 

­- Sábado | 25 de julho | 20h

Philip Glass 
Concerto Fantasia para 2 timpanistas e orquestra

Igor Stavinsky 
Sinfonia dos Salmos
Suíte O Pássaro de Fogo (versão de 1919)

Regente a definir
Danilo Vale, tímpano
Márcia Costa, tímpano

 

Sábado | 24 de outubro | 20h

Erich W. Korngold 
Concerto para violino Op. 35 em ré maior

Dmitri Shostakovitch 
Sinfonia No 7 Op. 60 em dó maior – Leningrado

Regente a definir
Pablo de León, violino

 

Os valores das assinaturas para a série Abaporu são:

Setor 1 e Frisa Setor 1: R$ 136,00 (inteira) e R$ 68,00 (meia-entrada)
Setor 2 e Frisa Setor 2: R$ 102,00 (inteira) e R$ 51,00 (meia-entrada)
Setor 3: R$ 40,80 (inteira) e R$ 20,40 (meia-entrada)
Camarotes (4 lugares): R$ 652,80 (inteira) e R$ 326,40 (meia-entrada)

 

SÉRIE ANTROPOFAGIA

Sexta | 10 de abril | 20h

Ludwig Van Beethoven  
Cristo no Monte das Oliveiras

Coral Paulistano
Regente a definir
Laura Pisani, soprano
Fernando Portari, tenor

 

Sexta | 3 de julho | 20h

Sergei Prokofiev  
Concerto para piano No 2 Op. 16 em sol menor

Richard Strauss 
Sinfonia Alpina Op. 64

Roberto Minczuk, regência
Anna Dmytrenko, piano

 

Sábado | 17 de outubro | 20h

Alexander Arutunian  
Concerto para trompete e orquestra

Gustav Mahler
Sinfonia No 5 em dó sustenido menor

Roberto Minczuk, regência
Sergei Nakariakov, trompete

 

SÉRIE MACUNAÍMA

Sábado | 7 de março | 20h

Gustav Mahler
Sinfonia No 3 em ré menor

Coral Paulistano e Coral Infanto-Juvenil Heliópolis
Roberto Minczuk, regência
Ana Lucia Benedetti, mezzosoprano

 

Quinta | 14 de maio | 20h

Frédéric Chopin
Concerto para piano No 2 Op. 21 em fá menor

Sergei Rachmaninov
Sinfonia No 1 Op. 13 em ré menor

Roberto Minczuk, regência
Szymon Nehring, piano

 

Domingo | 26 de julho | 17h

Philip Glass
Concerto Fantasia para 2 timpanistas e orquestra

Igor Stravinsky
Sinfonia dos Salmos
Suíte O Pássaro de Fogo (versão de 1919)

Regente a definir
Danilo Vale, tímpano
Márcia Costa, tímpano

 

SÉRIE OPERÁRIOS

Sábado | 11 de abril | 20h

Ludwig Van Beethoven
Cristo no Monte das Oliveiras

Coral Paulistano
Regente a definir
Laura Pisani, soprano
Fernando Portari, tenor

 

Sábado | 4 de julho | 20h

Sergei Prokofiev
Concerto para piano No 2 Op. 16 em sol menor

Richard Strauss
Sinfonia Alpina Op. 64

Regente a definir
Anna Dmytrenko, piano

 

Domingo | 25 de outubro | 20h

Erich W. Korngold
Concerto para violino Op. 35 em ré maior

Dmitri Shostakovitch 
Sinfonia No 7 Op. 60 em dó maior – Leningrado

Regente a definir
Pablo de León, violino

 

Os valores das assinaturas para cada uma das séries Antropofagia, Macunaíma e Operários são:

Setor 1 e Frisa Setor 1: R$ 102,00 (inteira) e R$ 51,00 (meia-entrada)
Setor 2 e Frisa Setor 2: R$ 76,50 (inteira) e R$ 38,25 (meia-entrada)
Setor 3: R$ 30,60 (inteira) e R$ 15,30 (meia-entrada)
Camarotes (4 lugares): R$ 489,60 (inteira) e R$ 244,80 (meia-entrada)

 

SÉRIE BEETHOVEN TOTAL

Mês de aniversário de 250 anos de Ludwig van Beethoven

Roberto Minczuk, regência
Orquestra Sinfônica Municipal

Integral dos concertos para piano
Integral das Sinfonias
Integral das aberturas escritas para a ópera Fidelio

 

Sábado | 5 de dezembro | 16:30h

 Abertura Egmont
Concerto No 2 Op. 19 em si bemol maior
Concerto No 1 Op. 15 em dó maior

Solista a definir

 

Sábado | 5 de dezembro | 20h

Abertura da ópera Fidelio Op. 72b
Concerto No 3 Op. 37 em dó menor
Concerto No 4 Op. 58 em sol maior

Solista a definir

 

Domingo | 6 de dezembro | 17h

Abertura Leonora 1
Abertura Leonora 2
Abertura Leonora 3
Concerto No 5 Op. 73 em mi bemol maior

Solista a definir

 

Quinta | 17 de dezembro | 20h

COMEMORAÇÃO DOS 250 ANOS DE NASCIMENTO DO COMPOSITOR

Sinfonia No 1 Op. 21 em dó maior
Sinfonia No 9 Op. 125 em ré menor – “Coral”

Coro Lírico
Coral Paulistano
Solistas a definir

 

Sexta | 18 de dezembro | 20h

Sinfonia No 2 Op. 36 em ré maior
Sinfonia No 3 Op. 55 em mi bemol maior – “Eroica”

 

Sábado | 19 de dezembro | 16:30h

Sinfonia No 4 Op. 60 em si bemol maior
Sinfonia No 5 Op. 67 em dó menor

 

Sábado | 19 de dezembro | 20h

Sinfonia No 6 Op. 68 em fá maior – “Pastoral”
Sinfonia No 7 Op. 92 em lá maior

 

Domingo | 20 de dezembro | 17h

Sinfonia No 8 Op. 93 em fá maior
Sinfonia No 9 Op. 125 em ré menor – “Coral”

Coro Lírico
Coral Paulistano
Solistas a definir

 

Os valores das assinaturas para a série Beethoven Total são:

Setor 1 e Frisa Setor 1: R$ 272,00 (inteira) e R$ 136,00 (meia-entrada)
Setor 2 e Frisa Setor 2: R$ 204,00 (inteira) e R$ 102,00 (meia-entrada)
Setor 3: R$ 81,60 (inteira) e R$ 40,80 (meia-entrada)
Camarotes (4 lugares): R$ 1.305,60 (inteira) e R$ 652,80 (meia-entrada)

 

Atualização (21/01)

O caderno de assinaturas já está disponível no site do Theatro Municipal de São Paulo. Acesse-o aqui.

 

Fabiana Crepaldi
Doutora em Física pela Unicamp. Frequentadora assídua de óperas e concertos, tem se dedicado ao estudo da história da ópera. Traduziu para o português o libreto da ópera “Tres Sombreros de Copa”, de Ricardo Llorca. Já fez cursos de canto e de curta duração sobre ópera.