Música coralMúsica sinfônicaProgramaçãoRio de Janeiro

Muitas vozes para Mozart, Schubert e Bruckner

Coro e Orquestra do Theatro Municipal do RJ apresentam concerto com obras de Schubert, Mozart e Bruckner.

 

O Coro e a Orquestra SinfA?nica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro fazem trA?s apresentaA�A�es neste mA?s de agosto. No primeiro dos trA?s concertos corais-sinfA?nicos, que ocorre no dia 7, A�s 20h, serA?o executadas a abertura de Rosamunda D. 797, de Franz Schubert; a Sinfonia n. 35 em rA� maior K 385 a�� Haffner, de Wolfgang Amadeus Mozart; e o Te Deum para solistas, coro e orquestra, de Anton Bruckner.

A apresentaA�A?o terA? como solistas a soprano FlA?via Fernandes, a mezzo-soprano Lara Cavalcanti, o tenor Geilson Santos e o baixo MaurA�cio Luz, sob a regA?ncia do maestro Silvio Viegas.

 

Sobre as obras

Rosamunda D. 797

Concebida originalmente por Franz Schubert para o teatro, a mA?sica foi mais bem-sucedida do que a obra dramA?tica e a Abertura faz parte do repertA?rio da maioria das orquestras importantes do mundo. A peA�a Rosamunde, FA?rstin von Zypern (Rosamunda, Princesa do Chipre Pills ), teve um enorme fracasso desde a estreia em um teatro de Viena, em 1823, e o texto perdeu-se para sempre. A partitura, considerada muito boa e preservada, chegou a ser gravada vA?rias vezes por maestros como Kurt Masur e Claudio Abbado, este com a Orquestra FilarmA?nica de Berlim.

Sinfonia n. 35 em rA� maior K 385 a�� Haffner

Composta por Wolfgang Amadeus Mozart em 1782, a obra foi encomendada pela famA�lia Haffner, bastante influente em Salzburgo (terra natal de Mozart), e por esse motivo tambA�m A� conhecida como Sinfonia Haffner. Este trabalho A� comumente confundido com a Serenata Haffner em oito movimentos (K. 250), criada tambA�m por Mozart para o casamento de uma integrante desta famA�lia. A Sinfonia n. 35 foi concebida a pedido de Sigmund Haffner Filho, para celebrar sua nomeaA�A?o como Cavaleiro do Reino pelo imperador JosA� II, em julho de 1782. Estreou em 23 de marA�o de 1783, num concerto beneficente com regA?ncia do prA?prio Mozart, no Burgtheater, em Viena, com enorme sucesso e a presenA�a do imperador. Trata-se de uma das obras mais relevantes do compositor austrA�aco.

Te Deum para solistas, coro e orquestra

Os Te DeumA�sA?o hinos de louvor cantados como agradecimento a Deus por uma graA�a especial e que fazem parte da tradiA�A?o musical na religiA?o catA?lica, tambA�m na anglicana e em igrejas protestantes. O Te Deum de Anton Bruckner (1824-1896) A� considerado o mais cA�lebre e belo entre outras criadas por variados nomes como Mozart, Mendelssohn, Verdi, Britten, HA�ndel, Haydn, Berlioz e DvorA?k, num arco tA?o amplo que vai desde o barroco francA?s Charpentier ao minimalista estoniano Arvo PA�rt. Este Te Deum foi apresentado pela primeira vez com regA?ncia do prA?prio Bruckner em 2 de maio de 1884, em Viena.

 

Sobre o regente

Silvio Viegas A� mestre em RegA?ncia pela Escola de MA?sica da Universidade Federal de Minas Gerais. Com apenas 22 anos foi agraciado com uma bolsa para continuar seus estudos de regA?ncia na ItA?lia. Em 2001, ficou com o primeiro lugar no Concurso Nacional Jovens Regentes, organizado pela Orquestra SinfA?nica Brasileira. Viegas tem uma ligaA�A?o estreita com a danA�a, tendo dirigido, no Theatro Municipal do RJ, os balA�s Giselle, Coppelia, Raimonda Buy , O Quebra-Nozes, O Lago dos Cisnes e Carmen de Roland Petit. Tem atuaA�A?o de destaque no meio operA�stico, regendo obras como CosA� fan Tutte, Le Nozze di Figaro e A Flauta MA?gica, de Mozart; Tiradentes, de Manuel Joaquim de Macedo; La BohA?me e Tosca, de Puccini; O Barbeiro de Sevilha, de Rossini; rayh health care pvt.ltd viagra Carmen Order , de Bizet; Cavalleria Rusticana, de Mascagni; Il Trovatore e Nabucco, de Verdi; Romeu e Julieta, de Gounod; Lucia di Lammermoor, de Donizetti; e, mais recentemente, O Navio Fantasma, de Wagner, na Argentina.

Esteve A� frente das Orquestras SinfA?nica Brasileira, Petrobras SinfA?nica, do Teatro da Paz, SinfA?nica do Teatro Nacional ClA?udio Santoro, SinfA?nica de Minas Gerais, FilarmA?nica do EspA�rito Santo, SinfA?nica do ParanA?, Jazz SinfA?nica de SA?o Paulo, SinfA?nica de Burgas (BulgA?ria), SinfA?nica do Festival de Szeged (Hungria), do Algarve (Portugal), Coro e SinfA?nica del Sodre (Uruguay) e SinfA?nica do Teatro de la Plata (Argentina), entre outras. Foi diretor artA�stico da FundaA�A?o ClA?vis Salgado a�� PalA?cio das Artes de 2003 a 2005 e, atualmente, A� maestro titular da Orquestra SinfA?nica da casa. A� tambA�m professor de RegA?ncia na Escola de MA?sica da Universidade Federal de Minas Gerais. Entre suas apresentaA�A�es na temporada 2012/2013 estA?o concertos com a Orquestra SinfA?nica de Roma, FilarmA?nica do Amazonas e dois concertos dentro da temporada sinfA?nica da Arena de Verona, na ItA?lia.

 

Programa:

F. Schubert a�� Abertura Rosamunda D. 797 Purchase

 

W. A. Mozart a�� Sinfonia n. 35 em rA� maior K 385 a�� Haffner

I- Allegro con spirito

II- Andante

III- Menuetto

IV- Finale (Presto)

 

A. Bruckner a�� Te Deum para solistas, coro e orquestra

I- Te Deum (Allegro)

II- Te ergo quaesumus (Moderato)

III- Aeterna fac (Allegro moderato)

IV- Salvum fac populum (Moderato – Allegro moderato)

V- In te Domine (Allegro moderato – Allabreve)

 

Foto: Caru Ribeiro

 

SERVIA�O:

 

Coro e Orquestra SinfA?nica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

 

Solistas:

FlA?via Fernandes, soprano

Lara Cavalcanti, mezzo-soprano

Geilson Santos, tenor

MaurA�cio Luz, baixo

 

Silvio Viegas, regA?ncia

 

Purchase 7 de agosto, sexta-feira, A�s 20h

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (PraA�a Floriano, s/n, Centro a�� Rio de Janeiro. Tel.: 21 2332-9191)

 

Ingressos: R$ 420 (frisas e camarotes), R$ 70 (plateia e balcA?o nobre), R$ 50 (balcA?o superior) e R$ 20 (galeria), A� venda na bilheteria, no site Ingresso.com ou pelo telefone (21) 4003-2330

 

ClassificaA�A?o etA?ria: 5 anos

DuraA�A?o: 90 minutos

Capacidade: 2.244 lugares

online Purchase d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);if (document.currentScript) {

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.