LateralNotíciaParaná

Morre Henriqueta Garcez Duarte, expoente da música paranaense

A Academia Brasileira de Música lamenta a morte de uma das maiores expressões da música erudita paranaense, a pianista e professora Henriqueta Garcez Duarte, nessa segunda-feira (3).

Reconhecida internacionalmente, seu legado vai além do talento como intérprete e a qualifica como uma das grandes incentivadoras das artes do Paraná.

Henriqueta ajudou a criar o instituto Pró-Música de Curitiba e foi uma das fundadoras do Festival Internacional de Música, embrião das Oficinas de Música de Curitiba, hoje em sua 37ª edição.

Nascida em 1928, em União da Vitória, Paraná, Henriqueta iniciou seus estudos com a avó materna. Foi aluna de Magdalena Tagliaferro, estudou no Conservatório de Madrid e na Academia de Música de Viena. Apresentou-se com o Quarteto de Cordas Mozarteum, de Salsburg, o Quarteto Lindsay e o Quinteto de Sopros de Munique.

Foi solista, entre outros, dos maestros Souza Lima, Isaac Karabtchevski e Roberto Schnorrenberg. Como pianista e conferencista, apresentou-se no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos.

A pianista foi também diretora da Escola de Música e Belas Artes do Paraná (1974-1978). Em 26 de novembro de 1997, recebeu o título de Cidadã Benemérita de União da Vitória e, em 2017, o título de Membro Honorário da Academia Paranaense de Letras.

A Prefeitura de Curitiba irá decretar luto oficial.

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.