LateralÓperaProgramação

Ministério da Cultura, Klabin S/A e Centro Cultural Justiça Federal apresentam: Desafios Musicais

Nesta edição, “Lady Macbeth do Distrito de Mtsensk”, ópera de Dmitri Shostakovich.

SERVIÇO

 

Cine Cultural Justiça Federal
Av. Rio Branco,241
Fone: 21 3261 2550 e 3261-2565 (bilheteria)

www.ccjf.trf2.gov.br

Dia 23 de fevereiro, às 14h.

Ingresso: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia), para idosos e estudantes.

Faixa etária:  18 anos

 

Cena da ópera

Estreada em 24 de janeiro de 1934 na então Leningrado (hoje, São Petersburgo), a obra-prima dramática do russo Shostakovich (1906-1975), um dos maiores expoentes da música no século XX, foi inspirada na novela homônima de Nikolai Leskov, transposta em libretto por Alexander Preis e pelo próprio compositor.

Dividida em 4 atos, a Lady Macbeth de Shostakovich relata a paixão adúltera de uma jovem mulher por um dos empregados de seu marido, na Rússia czarista do século XIX, e os sórdidos desdobramentos desta relação culminando em assassinato, deportação e suicídio em uma cena final de força única e devastadora.

Fundindo elementos naturalistas, expressionistas e satíricos, a obra encontra na partitura de Shostakovich a sua mais perfeita tradução. As diversas circunstâncias dramáticas são descritas vividamente através online pharmaceutical medications da música, destacando-se as cenas de intenso erotismo que caracterizam o relacionamento sexual entre os protagonistas, Katerina e Sergei. Estes, por sua vez, assim como os diversos personagens secundários, são desenvolvidos em um fluxo dramático-musical contínuo, onde os interlúdios sinfônicos aprofundam a percepção das experiências já presenciadas assim como antecipam os eventos futuros.

Inicialmente bem recebida por público, crítica e pelos oficiais soviéticos, a ópera foi denunciada e condenada, dois anos depois, em artigo anônimo publicado no Pravda, o jornal oficial do Partido Comunista. Foi o início de uma relação complexa e conflituosa com o governo de Stalin, que ora condenava e bania a obra musical de Shostakovich, ora a reabilitava e oficializava.

Cena da ópera

Censurada na União Soviética por três décadas, a “Lady Macbeth de Mtsensk foi alterada e abrandada em seu conteúdo crítico e sexual por seu compositor em uma nova versão, denominada Katerina Ismailova, que estreou em Moscou em dezembro de 1962. De qualquer forma, tanto na versão original quanto na revisão, Shostakovich demonstra uma atitude de compreensão e simpatia pela protagonista, vítima de um sistema opressivo patriarcal, ao contrário da leitura cruel oferecida pelo texto de Leskov.

Após a morte de Shostakovich, o vigor, a urgência e o impacto do drama musical em sua primeira versão tomaram os principais palcos líricos do mundo e, neste videoconcerto, apreciaremos, na íntegra, a montagem do diretor cênico Martin Kusej para a Ópera de Amsterdam (De Nederlandse Opera) contando com as interpretações avassaladoras da soprano Eva-Maria Westbroek e do tenor Christopher Ventris, secundados por um elenco de peso que inclui o baixo Vladimir Vaneev. O grande maestro Mariss Jansons rege a ópera, executada com mestria absoluta pela Royal Concertgebouw.

Nos comentários posteriores, uma analogia com a produção do Liceu de Barcelona, regida por Alexander Anissimov com o mesmo Ventris e a soprano Nadine Secunde, em cenas selecionadas, reforçará a compreensão desta ópera crucial do século XX.

A produção é de Saulo Chermont, curador do projeto, com apresentação e palestra do crítico musical e professor universitário Rodolfo Valverde. A apresentação é da ópera completa, começando às 14h. e terminando às 18h., com 30 minutos de intervalo. A versão original é em russo e as legendas são em espanhol.

 

Como prévia daquilo a que assistiremos, seguem dois vídeos do canal YouTube:

 

[youtube]http://youtu.be/50RtUmTwwms[/youtube]

 

[youtube]http://youtu.be/2SS1h1SVVaw[/youtube]

 

 

Apoio Institucional Patrocínio Realização


} else {

1 Comment

  1. Gostei muito da música.. inebriante às vezes…
    Os cenários contemporâneos… metafísicos… tenho que me acostumar….ainda..voz belíssima…

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.