ÓperaProgramaçãoRio de Janeiro

Medeia em dose tripla

TrA?s cantoras dA?o vida A� heroA�na grega na A?pera inA�dita que estreia 15 de setembro na Bienal de A�pera Atual. generic adderall buy canada

 

A segunda etapa da 1A? Bienal de A�pera Atual (BOA) ocorre nos dias 15, 16 e 17 de setembro, no SalA?o Leopoldo Miguez, na Escola de MA?sica da UFRJ, no Centro do Rio de Janeiro, com a apresentaA�A?o da inA�dita A?pera Medeia. Inspirada na tragA�dia grega de EurA�pedes (431 a. C.), trata-se de um clA?ssico revisitado com mA?sica e libreto do pianista e compositor premiado MA?rio Ferraro a�� tambA�m diretor artA�stico do evento.

TrA?s cantoras representam trA?s facetas diferentes da protagonista: a soprano Doriana Mendes, a mezzosoprano Lorena Espina e a contralto Adalgisa Rosa. Completam o elenco o tenor Gustavo Quaresma (JasA?o) e o baixo-barA�tono LA�cio Bruno (Egeu).

“No trato dramatA?rgico-musical, a protagonista A� construA�da de forma tripartida por soprano, mezzo e contralto, em confronto com JasA?o (tenor) e Egeu (baixo-barA�tono), figuras masculinas tambA�m antagA?nicas entre si. Esse ‘jogo de forA�as’ A� sublinhado pelas diferenA�as de timbre e tessitura, nos diA?logos entre soprano e coro (as outras duas cantoras, sempre em revezamento com a Medeia da vez), mezzo e baixo-barA�tono, e contralto e tenor”, explica o compositor.

Os solistas serA?o acompanhados pela orquestra residente Abstrai Ensemble, grupo carioca de mA?sica de cA?mara contemporA?nea. Carlos Prazeres, maestro da Orquestra SinfA?nica da Bahia, A� o diretor musical e regente.

A direA�A?o de cena A� assinada por Marcelo Cardoso Gama, com assistA?ncia e coreografia de Rubem Gabira e design de luz de Luiza Ventura. Os cenA?rios e figurinos sA?o criados pelo artista plA?stico Ricardo Cosendey. Para esta Medeia do sA�culo 21, a estA�tica A� atual e minimalista, com elementos cA?nicos em tons que variam do branco ao preto a�� assim como o figurino, que inclui trajes atuais, ou seja: jeans, calA�a, terno etc.

 

Doriana Mendes
Doriana Mendes

Resumo da A?pera

Inspirada na tragA�dia grega de EurA�pedes (431 a. C.), a A?pera narra a histA?ria de Medeia, princesa da CA?lquida que se apaixonou por JasA?o quando este veio ao seu paA�s em busca do Velocino de Ouro, e, traindo os seus, usou seu conhecimento de magia para ajudA?-lo a fugir e a vencer seus inimigos. Nossa trama inicia-se em Corinto, logo apA?s JasA?o ter abandonado Medeia e os filhos para se casar com CreA?sa, filha do rei Creonte. Antes figura mA�stica e poderosa, agora mulher traA�da e humilhada, Medeia decide entA?o se vingar do marido, primeiro matando princesa e rei e, por A?ltimo, matando tambA�m os prA?prios filhos, assim exterminando o futuro de JasA?o na sua descendA?ncia.

Segundo Ferraro, “o libreto foi construA�do sobre uma estrutura simA�trica: prA?logo + sete cenas + epA�logo, antevendo uma partitura musical tambA�m simA�trica e constituA�da de clA�maxes parciais e crescentes a cada cena.”

 

A Bienal

Lorena Espina
Lorena Espina

Esta A� a segunda composiA�A?o a estrear na 1A? Bienal de A�pera Atual: a primeira foi A A�pera do Mambembe Encantado, com mA?sica de Eli-Eri Moura e libreto de TarcA�sio Pereira. A encenaA�A?o subiu ao palco nos dias 1, 2 e 3 de setembro (leia crA�tica).

“O nosso objetivo maior A� o de fomentar a criaA�A?o, a performance e a divulgaA�A?o de espetA?culos de A?pera inA�ditos no Brasil, de tamanho e custo reduzidos, promovendo assim a sua popularizaA�A?o. Este festival vem, portanto, preencher uma enorme lacuna no conjunto das nossas produA�A�es culturais”, comenta Ferraro.

 

Equipe criativa

Mario Ferraro online , diretor artA�stico, compositor e libretista
Vencedor do Primeiro PrA?mio no Concurso Nacional de ComposiA�A?o Camargo Guarnieri (2005), Doutorado em ComposiA�A?o a�� City University, London (2007-2012). Estreia de sua A?pera de cA?mara The Moonflower em Londres (2011). Entre 2007 e 2016 teve obras executadas por mA?sicos de orquestras como London Sinfonietta, Royal Academy of Music, London Symphony Orchestra e Nieuw Ensemble de Amsterdam. TrA?s prA?mios Funarte de ComposiA�A?o (2012 e 2014). Ahaiyuta e o Comedor de Nuvens, A?pera para crianA�as, estreou em Londres e no Rio de Janeiro no 11A? Festival Internacional IntercA?mbio de Linguagens, (2013). Desde 2003 A� professor de MA?sica do ColA�gio de AplicaA�A?o da UFRJ.

Carlos Prazeres, diretor musical
Um dos mais requisitados maestros brasileiros de sua geraA�A?o, regente titular da Orquestra SinfA?nica da Bahia (OSBA), atua seguidamente como regente convidado da Orquestra Petrobras SinfA?nica (Opes) no Rio de Janeiro, na qual foi assistente de Isaac Karabtchevsky de 2005 a 2012. JA? dividiu o palco com nomes como Nelson Freire, HA�lA?ne Grimaud, Gil Shaham, Maxim Vengerov, RamA?n Vargas, Illya Kaller, Valentina Lisitsa, Antonio Meneses, Arnaldo Cohen, entre outros artistas consagrados. Tem dirigido importantes conjuntos sinfA?nicos no Brasil e no exterior, tais como a Orchestre National des Pays de la Loire, SinfA?nica Siciliana, Orquestra da Arena de Verona, FilarmA?nica de Buenos Aires e Osesp (outubro de 2015).

Marcelo Cardoso Gama, diretor cA?nico
Brasileiro radicado hA? 20 anos na Europa, trabalha na Alemanha, A?ustria, SuA�A�a, FinlA?ndia, A?frica do Sul e Brasil. TambA�m atua no palco do Teatro Odeon, em Viena, onde participou das montagens de AnagA?, O CrepA?sculo da Avantgarde e Der Barometermacher auf der Zauberinsel. Desde 2008, trabalha regularmente como artista redidente da Academia do Castelo Solitude, na Alemanha, onde sua criaA�A?o principal foi a A?pera coral Coragem Civil, comissionada pela A�pera Estatal de Stuttgart. Faz trabalhos de direA�A?o no Brasil desde 2009: Dido e Eneas, Pepita Jimenez, Uma Brisa e a A?pera infantil IrmA?os Grimm, no Theatro SA?o Pedro, em SA?o Paulo. Foi bolsista com duas premiaA�A�es da FundaA�A?o Deutsche Bank, ator e mA?sico em mais de 50 espetA?culos teatrais e operA�sticos de importantes teatros europeus, entre os quais se destacam o Festival de Lucerna,Salzburger Festspiele.

Order Rubem Gabira, coreA?grafo e assistente de direA�A?o
Ator, cantor, bailarino e coreA?grafo, participou de mais de 20 musicais e algumas A?peras entre Europa e Brasil. Principais trabalhos na Europa, onde morou 12 anos: A?pera moderna Buy Frida Kahlo (Alemanha/2001), A?pera infantil Orfeu unter der Leiter (Viena/2006), concerto opereta Homenagem a Strauss (Viena/2007). Musicais: West Side Story, Joseph, La Cage aux Folles, Pills Hair, Cabaret, entre outros. No Brasil, principais trabalhos: NA?o fuja da Raia e De pernas pro ar, com Claudia Raia; Estrela Dalva, com MarA�lia Pera; Miss Banana, com Regina Duarte; e Priscilla, a rainha do deserto (pelo qual foi indicado melhor ator de musical para o PrA?mio Bibi Ferreira de Teatro Musical em 2012). Coreografou diversos musicais infantis e comerciais para a TV.

Ricardo Cosendey, cenA?grafo e figurinista
Estudou artes plA?sticas na Academia de Belas Artes de Viena, na A?ustria. Foi por 15 anos cenA?grafo e figurinista da companhia contemporA?nea de balA� Gervasi, alA�m de trabalhar nos festivais de verA?o das cidades de Stockerau e Amstetten, nos teatros Odeon, Metropol e Museunsquartier. No Brasil participou das montagens dos musicais: Chacrinha, Se eu fosse vocA? e Sambra. Foi cenA?grafo e figurinista da estreia brasileira da A?pera IrmA?os Grimm Order , no Teatro SA?o Pedro, em SA?o Paulo.

Luiza Ventura, designer de luz
Estudou IndumentA?ria na Escola de Belas Artes da UFRJ. Foi designer de luz de espetA?culos como UcrA?nia 3, Baleia, ClaridA?o,A�shows de MaurA�cio Detoni eA�de Kiko Horta. Fez parte da equipe de iluminaA�A?o dos espetA?culos Randevu do Avesso, Milton Nascimento a�� Nada serA? como antes, Amargo Fruto a�� A vida de Billie Holiday, Como Eliminar seu Chefe e Beatles num CA�u de Diamantes Purchase .

Orquestra Residente buy yougaramdewbaa Abstrai Ensemble: Pedro Bittencourt (saxofones), Andrea Ernest (flautas), Batista Jr. (clarinetes), Daniel Serale (percussA?o), Katia Balloussier (piano), Mariana Sales (violino), Marcus Ribeiro (violoncelo) e Larissa Coutrim (contrabaixo).

MA?sicos convidados: JoA?o Areias (trombone) e Nailson SimA�es (trompete).

 

SERVIA�O:

 

“Medeia”, A?pera de Mario Ferraro

 

15, 16 e 17 de setembro, quinta-feira a sA?bado, A�s 19h30

SalA?o Leopoldo Miguez a�� Escola de MA?sica da UFRJ (R. do Passeio, 98, Centro a�� Rio de Janeiro)

 

Entrada gratuita, com distribuiA�A?o de senhas a partir das 18h30

DuraA�A?o aproximada: 100 minutos

 document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);}

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.