LateralMinas GeraisMúsica de câmaraNotíciaTecnologia

Léa Freire em show inédito na Série BH Instrumental

Compositora, arranjadora, flautista e pianista convida Pichu Borrelli em edição on-line do projeto realizado pela Veredas Produções.

Abra as portas da sua casa para receber um show inédito e especialmente produzido para a edição on-line da Série BH Instrumental. Um dos principais nomes da música instrumental brasileira, Léa Freire, convida o compositor, pianista, contrabaixista, violonista e arranjador Pichu Borrelli para uma apresentação em formato duo, no dia 12 de novembro, às 20h, no canal da Veredas Produções no YouTube.

Sob o tema “Música e Memória”, mas sempre com novidades, Léa Freire estreia a participação de uma mulher instrumentista como atração principal deste projeto idealizado por Rose Pidner, que, há mais de 10 anos, presenteia o público com shows que trazem destaques da música instrumental nacional e fomenta talentos mineiros, em um intercâmbio de música e experiência em seu tradicional palco, a Praça Floriano Peixoto que, devido a pandemia, não poderá receber a programação em 2020. Em novembro, a Praça celebra 10 anos de sua revitalização realizada pela Unimed-BH, por meio de seu Instituto.

A segunda edição da série em formato on-line, que tem como patrocinador o Instituto Unimed-BH, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, através do incentivo de mais de 5,1 mil médicos cooperados e colaboradores, vai contar com a abertura do Davi Fonseca Quinteto, selecionado pelo edital de concorrência pública do projeto, na categoria Circulação, com o show “Piramba”.

No repertório, composições do seu primeiro disco com releituras e um tema inédito, interpretados pela banda formada por Alexandre Andrés (flautas), Camila Rocha (baixo acústico e elétrico), Natália Mitre (vibrafone e berimbau) e Yuri Vellasco (bateria e percussão).

“Piramba” é o aquecimento para a apresentação principal da noite, de Léa Freire. A compositora, arranjadora, flautista e pianista, celebrada em palcos do Brasil e do exterior, convida para esta apresentação e formação inédita um dos grandes compositores para trilhas publicitárias pra rádio, TV, cinema e gravadoras, Pichu Borrelli, com quem vem desenvolvendo um trabalho em formato duo.

São arranjos especiais que transitam pelo piano, contrabaixo e flauta, criando um terreno fértil para a criação e improvisação de melodias.

Léa adotou a flauta como seu principal instrumento, onde é autodidata e criou sua marca musical. Como compositora, é reconhecida por sua versatilidade que permite que ela transite por variados rítmos. A instrumentista participa de diversos projetos musicais, educacionais, em parcerias com grandes nomes da cena brasileira e internacional.

Criou a Maritaca Discos, gravadora com mais de 20 anos e cerca de 50 álbuns lançados. Realizou turnês pelos Estados Unidos, Portugal e Inglaterra.

Trabalhando em seu primeiro álbum instrumental, Pichu Borrelli produziu, arranjou e dirigiu CDs de MPB, infantis e eruditos. Trabalhou com grandes personalidades da música popular brasileira como Leni Andrade, Márcio Montarroyos, Pery Ribeiro, Nana Caymmi, Jane Duboc, Filó Machado, Yvette Matos, Zé Luiz Maziotti, Michel Freidenson Trio, Edson Montenegro, Cibele Codonho, Grupo Tarancón Trovadores Urbanos, Sá e Guarabyra, Rui Mauriti e os internacionais Alexia e Netzwerk.

Esta é a segunda das quatro apresentações da Série BH Instrumental On-line, que será realizada de outubro a dezembro, sempre às quintas-feiras, às 20h. Os shows serão abertos por atrações locais, selecionadas por meio do edital 2020 nas categorias novos talentos e circulação – e, em seguida, um convidado especial, a partir de uma curadoria que trará nomes que se relacionem, pela música e pela memória, ao projeto e/ou ao seu principal local de realização, cada qual com a sua particularidade. A gravação das apresentações segue os protocolos de segurança para equipe e artistas envolvidos.

 

PROGRAMAÇÃO

– Dia 12 de novembro, às 20h

Léa Freire convida Pichu Borrelli

Abertura: Davi Fonseca Quinteto


– Dia 26 de novembro, às 20h

Bebê Kramer & Quarteto

Abertura: Gilson Brito Quinteto


– Dia 10 de dezembro, às 20h

Nivaldo Ornelas – Do Jazz ao Clube da Esquina

Aberturas: Daniel Souza (Quarteto) e Serginho Silva Quinteto

 


SERVIÇO


Série BH Instrumental On-line apresenta Léa Freire convida Pichu Borrelli

Abertura: Davi Fonseca Quinteto

Dia 12 de novembro, às 20h

Youtube.com/veredasproducoes

Informações – 31 3222 5271 /  www.veredasproducoes.com.br

Classificação livre

Acesso gratuito

Patrocínio: Instituto Unimed-BH, por meio do incentivo de mais de 5,1 mil médicos cooperados e colaboradores

 


Circuito Instituto Unimed-BH

Criado para estimular o bem-estar e a convivência ao ar livre, o Circuito Instituto Unimed-BH oferece gratuitamente atividades de lazer e socioculturais, em espaços públicos, como a Praça da Saúde e a Praça Floriano Peixoto, em Belo Horizonte, a Praça Milton Campos, em Betim e a Praça da Glória, em Contagem. Em 2019, mais de 80 atrações culturais foram realizadas, prestigiadas por mais de 27 mil pessoas. Conheça a programação em www.circuitoinstitutounimedbh.com.br .

 

Instituto Unimed-BH

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH, desde 2003, desenvolve projetos visando ampliar o acesso à cultura, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, valorizar espaços públicos e o meio ambiente. Ao longo de sua história, o Instituto destinou R$120 milhões ao setor cultural, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e da Lei Federal de Incentivo à Cultura, viabilizado pelo patrocínio de mais de 5.100 médicos cooperados e colaboradores. No último ano, mais de 16 mil postos de trabalho foram gerados e 850 mil pessoas foram alcançadas por meio de projetos de cinco linhas de atuação: Comunidade, Voluntariado, Meio Ambiente, Adoção de Espaços Públicos e Cultura.

 

Projeto Série BH Instrumental

Realizado pela Veredas Produções e idealizado por Rose Pidner, também fundadora da Veredas Produções, o projeto integra o Circuito Instituto Unimed-BH e busca divulgar a música instrumental. A série traz aos palcos grandes instrumentistas, com o objetivo de formar público para o gênero e popularizar o acesso a espetáculos de qualidade, desenvolvendo, assim, a consciência crítica dos cidadãos. Conta com o patrocínio do Instituto Unimed-BH, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, através do incentivo de mais de 5,1 mil médicos cooperados e colaboradores.

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.