Música de câmaraProgramaçãoRio Grande do Sul

Jovem violinista com a Orquestra Fundarte

Violinista William Kisaki diz que a música abre portas para a alegria e a tristeza e faz prender a respiração.

SERVIÇO

Paróquia Santo Antônio do Partenon
Rua Luiz de Camões, 35

Dia 31 de julho, às 19h30

can i get metformin over the counter Entrada Franca

Este concerto tem como  Jovem Solista, William Kisaki, 15 anos,  um dos vencedores do Concurso Jovens Solistas,  realizado pela Orquestra de Câmara Fundarte-OCF, sob a regência do maestro Antônio Borges-Cunha.

Dentro do Projeto SESI Catedrais, o  concerto integra a programação do aniversário  de 15 anos da Orquestra de Câmara Fundarte.

Para o jovem violinista William Kisaki, ser contratado pela primeira vez para tocar solo com uma orquestra renomada, sob a regência do maestro Borges-Cunha, e interpretar músicas que admira é algo fascinante.
William explica que a obra Romance de Beethoven, é uma música que abre portas para a alegria e a tristeza. “Ela é muito melódica e, de fato, vemos partes que animam e outras que pesam. Beethoven escreveu essa peça logo depois da morte de sua amada, algo que pode ser interpretado. Já,  Moto Perpetuo, de Ottokar Novácek é uma música rápida que para mim, faz prender a respiração”.  William diz esperar que o público goste das duas obras que vai interpreter, tanto quanto ele as admira.

Obras de Béla Bartók, Ludwig van Beethoven, Ottokar Novácek e Antonín Dvorák formam o programa do concerto.
Informações

www.fundarte.rs.gov.br e www.sesirs.org.br

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.