Jazz/BluesLateralMovimentoProgramaçãoRio de Janeiro

Jazz e Blues Festival em Petrópolis – RJ

O Jazz e Blues são apreciados  por um público e mercado alternativos, esses estilos têm conquistado cada vez mais apreço popular no Brasil.

O FESTIVAL

A ideia é exatamente desmitificar que o Jazz e o Blues são musicas elitizadas e fazer com que os gêneros nascidos em Nova Orleans se tornem ainda mais conhecidos.

Com o Festival, é possível fomentar a importância da música como forma de agregar pessoas, atrair turistas e um meio de estimular a popularização destes estilos musicais ampliando o acesso à cultura. Além da programação com grandes artistas do gênero no cenário nacional e internacional, o evento conta também com exposições de pinturas baseadas no tema durante todo o Festival.

O objetivo é levar arte, cultura e música de qualidade e de fácil acesso ao público de todas as classes sociais e faixas etárias com ingressos a preços populares. A 1ª edição do Petrópolis Jazz & Blues Festival será realizado dos dias 13 a 16 de outubro de 2011 no Palácio de Cristal.

 

PROGRAMAÇÃO


Dia 13/10 – 20h. – Ingressos a R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)


Quinteto Nuclear

Um novo conceito em Jazz, hard-bop, Funks, Samba Jazz e de nomes como John Coltrane, Clifford Brown, Hermeto Paschoal entre muitos gênios. O Quinteto Nuclear nasceu em Boston. O trompetista Dan Sebastian, o saxofonista Marcelo Santos e o pianista Thiago Amorim Berklee, somando-se ao baterista Miguel Couto e ao baixista Pablo Arruda, decidiram tocar com muita liberdade musical e improviso irrestrito. O Quinteto vai mostrar que o jazz é uma arte nobre que tem como fundamento absoluto a constante evolução.

Ney Conceição

Um dos mais conceituados e renomados contrabaixistas do Brasil e do mundo. Mais de 10 turnês na Europa e EUA, acompanhou o cantor e compositor João Bosco e gravou o DVD “Obrigado Gente” considerado pela crítica o melhor DVD Brasileiro de todos os tempos. Elementos da Música Brasileira, Swing e Jazz e a presença de Robertinho Silva grande referência como baterista e percussionista de renome no cenário internacional, e dos espetaculares músicos Hamleto Stamato (piano), Zé Canuto (sax, flauta) e Lúcio Vieira (bateria).

 

Dia 14/10 – 20h. – Ingressos a R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Alessio Menconi (Itália)

Está sendo considerado um dos maiores guitarristas de jazz/fusion da atualidade e venceu vários prêmios do gênero. Participou, ao lado de Robben Ford, Steve Lukather, Hiram Bullock e Larry Coryell, de uma compilação dedicada a Jimi Hendrix. Destacou-se em vários Festivais pelo mundo “New Morning, JVC Jazz Fest.”, Umbria Jazz, Montreal, Pistoia Blues, Montreaux entre outros. Ataulmente, Menconi acompanha um dos maiores bateristas de todos os tempos Billy Cobham.
ubat pneumonia

Blues Groovers & Cristiano Crochemore

Blues Groovers, Veteranos do Blues Etílicos e Big Allanbik. Ugo Perrotta (baixo), Otávio Rocha (guitarra) e Beto Werther (bateria) juntos ou separados já acompanharam grandes músicos do cenário nacional e internacional como, Norton Buffalo, Eric Gales, Taj Mahal, entre outros, irão contagiar o Festival com a presença do cantor e guitarrista gaúcho Cristiano Crochemore. Essa combinação de guitarra e voz o batiza com sonoridade única dentro dos artistas de guitarrra no Brasil.

 

Dia 15/10 – 20h. – Ingressos a R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Marcel Powell

O violão brasileiro ganha mais um luminar, o filho do grande Baden Powell. Nascido em Paris, com o pai gravou dois discos. Marcel tem sotaque próprio, mas é impossível negar que emana de seus dedos a mesma força avassaladora com que seu pai timbrou no violão, uma personalidade ímpar. Personalidade que conquistou os ouvidos e espíritos mais sensíveis mundo afora. Violão vertiginoso, mas ao mesmo tempo elegante, é a certeza de que continua a revolução que um dia estremeceu as bases do reino das cordas.

Alma Thomas (EUA)

Nova-iorquina começou a carreira cantando em Garden City, interpretando obras de Bach. Na Universidade de Massachussets e na Berklee, aprimorou com Kudisan Kai, vocalista que trabalhou com Sting, Elton John e Anita Baker. Teve sua estreia fonográfica na compilação “GNT New Jazz” ao lado de Norah Jones, Diana Krall e David Sanborn. Participou do “American Airlines Festival” junto com apenas quatro artistas: Dave Holland, Trio da Paz, Kurt Elling e Alma Thomas. Ivan Lins declarou: “Que linda voz. Com seu estilo Coll Jazz interpretará releituras de grandes canções e de sua composição ‘One More Take’ que foi destaque da novela Passione'”.

Red Sullivan (Irlanda) – Participação Especial

O maravilhoso flautista acompanhou o grande guitarrista Louis Stewart por muitos anos. Participou de vários festivais de jazz nos Estados Unidos e Irlanda e se destacou ao lado do grande Bob Dorough compositor de “Devil May Care”, clássico interpretado por Diana Krall.

 

Dia 16.10 – 17h. – Entrada franca

Big Band 190

O fechamento do  Festival será em grande estilo. A Big Band 190, formada por instrumentistas (CIPM-Mus – RJ) fará uma apresentação especial. Já com sua marca em nosso País por suas belas interpretações em  Standards de Jazz & Blues, em contagiante performance, a Big Band 190 mostra o quanto uma Orquestra pode trazer de intervenções que reúnem emoção, alegria e principalmente boa música. Canções de Arturo Sandoval, Dizzie Gillespie, Stevie Wonder,  além de releituras para sucessos como In the Mood (Glean Miller) e músicas de Ray Charles e tantos outros clássicos fazem parte do repertório interpretado  por esta Big Band de tirar o fôlego.

 

Dia 16.10 – 19h. – Ingressos a R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Belle Blues Band

A representação que o Blues deixou um horizonte musical desde suas vertentes até as mais atuais versões desta sonoridade. A expressividade deste traz uma releitura desde T-Bone Walker, B. B. King, Muddy Waters e outros com autêntico estilo.

 

O LOCAL – PALÁCIO DE CRISTAL

Palácio de Cristal - Petrópolis - RJ

O Palácio de Cristal situa-se na cidade de Petrópolis, Estado do Rio de Janeiro. O local foi inaugurado em 1884. A estrutura pré-montada foi encomendada pelo Conde d’Eu, sendo construída nas oficinas da Sociedade Anônima Saint-Souver Lês Arras, na França.

A estrutura é inspirada no Palácio de Cristal de Londres, e no Palácio de Cristal do Porto. Em 1938 o Palácio foi coberto por folhas-de-flandres e tijolos para abrigar o Museu Histórico de Petrópolis, que mais tarde seria transferido para onde hoje funciona o Museu Imperial de Petrópolis. O Palácio de Cristal é um dos pontos turísticos de Petrópolis e foi escolhido para o palco da 1ª edição do Petrópolis Jazz & Blues Festival.

 


JAM SESSION

De 13 a 15.10, logo após os shows, acontecerá Jam Session na Casa de Vinhos Bordeaux, na Rua Ipiranga, 716 – Centro

 

VENDA DE INGRESSOS

Palácio de Cristal
Theatro D. Pedro
Livraria Nobel (na Rua 16 de março e em Itaipava)

 

Veja mais informações sobre o festival, sobre a cidade, como chegar, etc… no site http://www.petropolisjazzeblues.com.br/
Fones: 24 9458 5558 e 8136 9509

 d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);

2 Comments

  1. Oi galera, gostaria de me informar sobre a possibilidade de inscrição para tocar nesse festival, pois eu tenho um quarteto de jazz, aqui do Rio, Lapa!
    Ficaria feliz em saber quais são os procedimentos!

    Abraços,
    Leo Justen

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.