LateralNotícia

IV Concurso Jovens Músicos – Música no Museu

Com  dificuldades, ante a grande qualidade dos participantes, o Júri selecionou neste sábado os 5 finalistas do IV Concurso Jovens Músicos-Música no Museu.

A final, aconteceu dia 18.12, das 9 às 12h., no salão da Congregação, na Escola de Música da UFRJ (Rua do Passeio, 80), com os seguintes resultados, apontando os ganhadores:

 

OS VENCEDORES

1º.Lugar – Israel Silas Muniz, Oboé

Data de Nascimento: 22/11/83
Cidade: Belo Horizonte / Minas Gerais.

 

2º. Lugar -Michel  Nirenberg

Vencedor  da Bolsa de U$ 105 mil da James Madison University.

Data de Nascimento: 10/07/1989
Cidade: Rio de Janeiro

 

3º. Lugar -Leonardo Henrique Miranda de Paula, Percussão

Data de Nascimento: 16/03/1988
Cidade – Vitória

 

MENÇÕES HONROSAS

Ayrton Coelho Pisco, violino

Data de Nascimento: 26/04/1995
Cidade: Brasília – DF
Gabrielle Yasmim Costa de Oliveira, cello

Data de Nascimento: 26/05/1992
Cidade: Belém – Pará

REVELAÇÃO

Nícolas  Custódio Porto  da  Silva, violão

Data de Nascimento: 22/06/1997
Idade: 14 anos
Cidade: Maceió – AL

 

-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

Eis os nomes dos finalistas e instrumentos, além dos membros do Júri sob a presidência do Maestro Henrique Morelenbaum.

 

RELAÇÃO DOS FINALISTAS POR INSTRUMENTO


Oboé

1 – Israel Silas Muniz
Data de Nascimento: 22/11/83
Cidade: Belo Horizonte / Minas Gerais.


Percussão

2 – Leonardo Henrique Miranda de Paula
Data de Nascimento: 16/03/1988
Cidade – Vitória


Saxofone

3 – Michel  Nirenberg
Data de Nascimento: 10/07/1989
Cidade: Rio de Janeiro


Violino

4 – Ayrton Coelho Pisco
Data de Nascimento: 26/04/1995
Cidade: Brasília – DF


Violoncelo

5 – Gabrielle Yasmim Costa de Oliveira
Data de Nascimento: 26/05/1992
Cidade: Belém – Pará

 

JÚRI


Fábio Zanon, violonista.

Fabio Zanon é um dos grandes violonistas da atualidade. Sua atividade como violonista, escritor, regente, professor e comunicador tem contribuído para uma mudança da percepção do violão na música de concerto. Estudou música com seu pai, teve entre seus mestres Antônio Guedes, Henrique Pinto, Edelton Gloeden e Michael Lewin, e teve forte influência direta de Julian Bream, durante seus anos de estudante em Londres.

Foi vencedor dos dois maiores concursos internacionais de violão em 1996, o “Tarrega”, na Espanha, e o GFA, nos EUA. Foi agraciado com o Prêmio Moinho Santista em 97, Prêmio Carlos Gomes em 2005, Prêmio Bravo! em 2010 e indicado para o Grammy Latino em 2011. É Visiting Professor na Royal Academy of Music em Londres desde 2008. Já tocou nos maiores teatros e festivais e à frente de importantes orquestras em mais de 40 países.


Harold Emert
, oboísta-compositor

Atualmente, integrante Orquestra Sinfônica Nacional e, antes, primeiro oboísta da Orquestra Sinfônica  Brasileira (1973-1996), Teatro Municipal do RJ, OSPA (Porto Alegre), Israel Philharmonic, SABC Radio Orq. (Johannesburg, África do Sul), Rádio de Saarbrucken (Alemanha) e American Symphony de Nova Iorque. Como recitalista, já se apresentou na Ásia, Austrália, America Latina e EUA.

Tem oito CDs como oboísta-compositor gravados e como compositor escreveu para Debra Colker, os  filme “Duas Vezes com Helena”, “Amyr Klink”, entre outras obras. Foi coordendor das Festivais de  Nov, 2008-2011 dos Sopros Internacionais no  Música no Museu do Rio. Estudou (Mestrado da Música) no Manhattan School of Music com Albert Goltzer, ex-primeiro oboísta da New York Philharmonic e ganhou seu diploma artística com Heinz Holliger, no Hochschule fur Musik de Freiburg em Breisgau, Alemanha.


Henrique Morelenbaum
, Maestro- Presidente do Júri

Um dos mais destacados regentes brasileiros, com longa e intensa atuação no Brasil e no exterior. Como Professor Titular da Escola de Música da UFRJ, formou grande número de valorosos e atuantes compositores brasileiros premiados nacional e internacionalmente. É Membro da Academia Brasileira de Música e Membro Honorário  Academia Nacional de Música.

Foi, por longos anos, Maestro do Coro e da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro e por 2 vezes Diretor Geral deste Teatro e da Sala Cecilia Meireles, tendo integrado por mais de 10 anos o Conselho Interamericano de Música da OEA. Doutor em Música é, desde 2005, Professor Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

Karla Bach, percussionista

Mestre em Musicologia pelo Conservatório Brasileiro de Música, criou o curso de Bacharelado em Percussão nesta mesma instituição, onde atuou como professora e diretora do Grupo de Percussão do CBM. Formada na classe de John Boudler, na UNESP, participou do renomado grupo de percussão do Instituto de Artes da UNESP (PIAP).

Apresentou-se como solista da Orquestra de Câmara do Rio de Janeiro (reg.: Roberto Victorio) e da Orquestra Sinfônica Nacional (reg.: Cléo Goulart), com quem gravou CDs e DVDs. Com o violonista Paulo Pedrassoli e o Almendix Trio, se apresentou no Brasil, Alemanha, Portugal, Caribe, Marrocos, Japão, Índia, França e Austrália.

Fez diversas participações na Série Música no Museu, atuando também na temporada internacional da série, se apresentando em diversos países com grande sucesso. Participou de várias edições da Bienal de Música Brasileira Contemporânea, bem como do Festival de Música Nova de Santos.

É integrante da Orquestra Sinfônica Nacional e, durante a temporada de 2008 e 2009, fez parte da Comissão Artística desta orquestra. Participou como membro do júri  de importantes concursos brasileiros e colaborou para a elaboração e realização do concurso público para músicos da Orquestra Sinfônica Nacional em 2009. Seu interesse pela percussão étnica se reflete na escolha dos instrumentos utilizados e nas sonoridades inéditas obtidas pelos mesmos, o que se traduz numa nova concepção de percussão.

 

Maria Josephina Mignone, pianista

Viúva do compositor Francisco Mignone. Quando ele era vivo, mantinham um Duo. Maria Josephina Mignone é uma incansável divulgadora de sua obra além de uma carreira solo. Iniciou seus estudos no Conservatório Carlos Gomes, em Belém do Pará, onde nasceu. Bolsista do Governo do Pará, por concurso, fez cursos de aperfeiçoamento no Rio de Janeiro com os Mestres Arnaldo Estrella e Magdalena Tagliaferro e, posteriormente, por mérito, em Paris também com a Mestre Magdalena Tagliaferro.

Ganhadora de prêmios e medalhas, desenvolveu uma grande discografia. Recebeu, em 2000, o “Prêmio Estácio de Sá” do Governo do Estado do Rio de Janeiro, pela importância dos seus trabalhos em prol da cultura. Solista das “Quatro Fantasias Brasileiras para Piano e Orquestra” e do “Concerto para Piano e Orquestra” de Francisco Mignone, apresentou-se sob a regência do próprio compositor e dos Maestros Alceo Bocchino, Benito Juarez, Diogo Pacheco, Eleazar de Carvalho, Henrique Morelenbaum, Isaac Karabtchevsky, Mario Tavares,  Pablo Komlos, Roberto Duarte e Vicente Fittipaldi.

Gravou dois CDs para o mercado internacional pelos selos japoneses “Little Star”  e “Kajima Records”, obtendo grande sucesso de público, crítica e vendas. Seu mais recente CD, “Poemas de Amor”, com obras de Schumann, Chopin, Waldemar Henrique e Francisco Mignone tem alcançado grande sucesso, bem como os DVDs “Valsas de Esquina – Master Class e Piano” e “24 Valsas Brasileiras – Master Class e Piano”.


Lauro Gomes
, musicólogo – Representante da Rádio MEC

Jurado de diversos concursos e festivais de música, representa  a Rádio MEC, parceira do concurso. Tem  vasta experiência em música e teatro, tendo estudado canto no CBM com Graziela de Salerno e curso de aperfeiçoamento com Leda Coelho de Freitas, além de  ter também curso de acordeonista na Academia Alencar Terra e ser formado em teatro como Ator e Diretor pelo antigo Conservatório Nacional de Teatro, que foi encampado  pela UNIRIO.

Radialista, produtor executivo, autor, roteirista, locutor, apresentador e entrevistador é autor teatral três vezes premiado pela Secretaria de Educação do então Estado da Guanabara. Na Radio MEC onde já ocupou vários cargos,  produziu programas especiais: “O Barroco Instrumental”, “O Clássico”, “A Música no Romantismo”, “Nova Dimensão”, “MEC – Especial”, ”Concerto de Gala”, “Acervo MEC”,  “Concerto MEC” e “A Ópera – Theatro Municipal – 100 anos”, “Especiais – FM”.

Atualmente  produz e apresenta “Sala de Concerto”, “Música e Músicos do Brasil”, além de “Ciclos” e “Especiais” focalizando efemérides. Na música popular, produziu: “Ontem e Sempre”, focalizando a história do rádio brasileiro por meio dos seus maiores ídolos, e “Música Instrumental Brasileira”. Em 1990, recebeu da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro a “Medalha Pedro Ernesto”, por reivindicação de músicos e artistas líricos brasileiros. Atualmente, Lauro também escreve diversos artigos sobre música e teatro para várias revistas especializadas e jornais do país.

 

Paulo Steinberg northern canadian pharmacy – Professor – representante da James Madison University

Paulo Steinberg é pianista e professor na James Madison University, em Virginia, EUA. Apresenta-se frequentemente como solista e camerista no Brasil, EUA, Canadá e Islândia.  Recentemente, apresentou um recital-palestra no Festival Internacional “Experiencing Villa-Lobos” nos EUA e recitais no Kennedy Center em Washington DC.

Steinberg formou-se pela USP em Bacharelado em Piano, sendo laureado com uma bolsa de estudos pela CAPES para fazer seu mestrado na Arizona State University. Logo depois, obteve seu diploma de Doutor em Música pela Indiana University. Tem sido júri em concursos nacionais e oferece masterclasses, palestras e workshops no Brasil e nos EUA. Steinberg é presidente da Associação de Professores de Música de Harrisonburg e acaba de ser eleito presidente da Associação de Professores de Música do Estado da Virginia.


Ricardo Tacuchian
, Maestro-Compositor

Nascido em 1939 é um maestro, compositor e Doutor em Artes Musicais (Composição) na University of Southern California.  Suas composições têm sido realizados na Europa e América e sua discografia está disponível em CD e formato LP. Além de publicações de artigos e contribuições de livros didáticos, Tacuchian também faz palestras no Brasil e no exterior.

Posições que ele ocupou incluem Professor Titular da UFRJ e UNIRIO (onde era o Maestro Titular da Orquestra Unirio), professor visitante da Universidade Estadual de Nova York, em Albany e da Universidade Nova de Lisboa. Ele recebeu doações e bolsa da Capes, CNPq (Brasil), Comissão Fulbright, Rockfeller Foundation (EUA) e Appolon Stiftung (Alemanha), entre outros. É membro vitalício da Academia de Música Brasileira, a mais alta instituição musical no Brasil.

 

PS: Volte amanhã ou depois, para ver os ganhadores, cujos nomes serão aqui veiculados, assim que recebermos a notícia.


1 Comment

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.