Música de câmaraProgramaçãoRio de Janeiro

Grande artista e “grand finale”

Pianista Nelson Freire faz último concerto da série O Globo / Dell’Arte 2017 no Rio de Janeiro.

 

Em seis décadas de carreira, viagra cheap Nelson Freire se consagrou como o mais importante pianista do país, além de conquistar o status de um dos mais brilhantes musicistas da atualidade, sendo aclamado em todo o mundo, quer por suas apresentações lotadas, quer por suas premiadas gravações. “Um dos maiores pianistas desta ou de qualquer outra geração”, segundo definição da revista Time. Hoje, Nelson já tocou em mais de 70 países e suas gravações obtiveram as mais altas honrarias da indústria fonográfica.

No dia 22 de novembro, Nelson Freire sobe ao palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, com ingressos esgotados, para encerrar a edição 2017 da série O Globo/Dell’Arte Concertos Internacionais, com um programa que incluirá duas sonatas de Beethoven, além de Brahms, Debussy e Albéniz. A apresentação, aliás, tem um sabor muito especial e comemorativo: no dia 22 de novembro de 1956, há exatos 61 anos, Nelson, então com 12 anos, fazia o seu primeiro recital no Rio de Janeiro, no foyer do Theatro Municipal.

 

ARTISTA viagra purchase

Natural de Boa Esperança (MG), Nelson Freire transferiu-se muito cedo com a família para o Rio de Janeiro, onde estudou com duas grandes mestras, Nise Obino e Lúcia Branco. O jovem demonstrou seu talento para o piano ainda muito novo. Com apenas 12 anos, foi laureado no I Concurso Internacional do Rio de Janeiro e recebeu uma bolsa do então presidente Juscelino Kubitschek para estudar em Viena com o célebre pianista Bruno Seidlhofer.

Seu grande début se deu aos 23 anos em Londres, em uma apresentação altamente louvada pela crítica. O articulista do Times chamou-o então de “o jovem leão do teclado”. Um ano mais tarde, Nelson estrearia em Nova York com a Orquestra Filarmônica de Nova York. Ao comentar esta apresentação, a consagrada revista norte-americana online Buy Order http://twmtechnologiesllc.com/?p=29789 Time cheap Amoxicillin goodrx pantoprozole o apontou como “um dos maiores pianistas dessa ou de qualquer outra geração” Cialis Super Active .

Freire já trabalhou com regentes de grande prestígio como Valery Gergiev, Riccardo Chailly, Yuri Temirkanov, Seiji Osawa, Charles Dutoit, André Previn, Pierre Boulez, Lorin Maazel, Kurt Masur, Eugen Jochum, Rudolf Kempe, Rafael Kubelik e Sir Colin Davis, entre outros. Também já se apresentou com as orquestras Filarmônicas de Berlim, Londres, Nova York e Israel; com a Concertgebouw de Amsterdã; a Gewandhaus de Leipzig; e as Sinfônicas de Paris, Nacional da França, Munique, Tóquio, São Petersburgo, Boston, Chicago e Viena, entre outras.

Hoje, Freire se tornou uma estrela de máxima grandeza no cenário internacional. Seus discos já conquistaram prêmios como o Diapason d’Or, Grand Prix du Disque, Victoire d’Honneur, Edison Award, Grammy Latino, e o Gramophone Awards, entre outros. O pianista também já recebeu numerosas condecorações, como a de Cavaleiro da Ordem do Rio Branco, Cidadão Carioca, Medalha Pedro Ernesto, Medalha da Cidade de Paris, Medalha da Cidade de Buenos Aires, Comendador des Arts et des Lettres, a Légion d’Honneur e o doutorado honoris causa pela Escola de Música da UFRJ.

Em 2003, foi homenageado pelo cineasta João Moreira Salles com um aclamado documentário, Nelson Freire – Um Homem e sua Música.

 

PROGRAMA what is the cost of clomid uk

Ludwig van Beethoven (1770-1827)
Sonata n. 14 em dó sustenido menor, “Ao Luar”, Op. 27 n. 2
Sonata n. 31 em lá bemol maior, Op. 110 cheap Amoxicillin

Johannes Brahms (1833-1897)
Quatro peças para piano, Op. 119

Claude Debussy (1862-1918)
La plus que lente Cialis Super Active
Children’s corner
Golliwogg’s cake-walk

Isaac Albéniz (1860-1909)
Iberia, doze impressões para piano
http://jazantoday.org/977296.html Evocación
Navarra

 

Foto: Benjamin Eolavega

 

SERVIÇO:

 

Série “O Globo/Dell’Arte Concertos Internacionais 2017”

Nelson Freire, piano

 

22 de novembro, quarta-feira, às 20h Pills

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano, s/n, Centro – Rio de Janeiro. Tel.: 21 2332-9191)

 

Ingressos: R$ 600 (plateia e balcão nobre), R$ 290 (balcão superior) e R$ 140 (galeria), com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos; e R$ 50 (valor promocional na galeria com uso de Vale Cultura, não cumulativo com outros descontos)

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.