Minas GeraisMúsica sinfônicaProgramação

FilarmA?nica de MG para todas as idades

http://fajar-anugrah.mhs.narotama.ac.id/2018/02/02/order-cardizem-classification/ Cheap Sob regA?ncia de Marcos Arakaki, orquestra apresenta mais um Concerto para a Juventude.

 

A OrquestraA�FilarmA?nica de Minas Gerais inicia o mA?s de julho com a sA�rie Concertos para a Juventude, no dia 3, A�s 11h, na Sala Minas Gerais, em Belo Horizonte. Prosseguindo com o tema Formas musicais, o concerto apresenta obras que exemplificam a formaA�Sonata, com regA?ncia do maestro Marcos Arakaki.

Dentre as peA�as interpretadas estA?o a Sinfonia n. 40 em sol menor, K. 550 (primeiro movimento: Molto allegro), de Mozart; a Abertura Coriolano, Op. 62, de Beethoven; a Sinfonia n. 4 em lA? maior, Op. 90 – ItalianaA�(primeiro movimento: Allegro atarax available in australia vivace), de Mendelssohn; a Sinfonia n. 9 em mi menor, Op. 95 – Do Novo MundoA�(primeiro movimento: Adagio a�� Allegro molto), de DvorA?k; e a Sinfonia n. 6 em si menor, Op. 74 – PatA�tica (terceiro movimento: Allegro molto vivace), de Tchaikovsky.

Este ano, os temas dos sale detrol Concertos para a Juventude Order sA?o as estruturas usadas pelos compositores na criaA�A?o de suas obras. O concerto do dia 3 conta com a participaA�A?o da arquivista Cheap Ana LA?cia Kobayashi, que guiarA? a escuta musical apresentando a forma por meio de sinais.

Realizados em manhA?s de domingo, os Concertos para a Juventude Order buscam cativar cada ouvinte de forma muito especial. Ao abordar temas especA�ficos (perA�odos musicais, arquitetura da mA?sica, composiA�A?o etc.), as apresentaA�A�es foram criadas para desvendar eventuais mistA�rios em torno da mA?sica clA?ssica e ajudar no aprofundamento da apreciaA�A?o musical. Com preA�os populares e formato que facilita e estimula a participaA�A?o em famA�lia a�� crianA�as sA?o bem-vindas a��, sA?o tambA�m um delicioso momento de encontro e relaxamento. Os prA?ximos concertos serA?o realizados nos dias 7 de agosto, 16 de outubro e 20 de novembro. Os ingressos comeA�am a ser vendidos um mA?s antes de cada apresentaA�A?o.

Cheap A�

Maestro Marcos Arakaki

A� regente associado da FilarmA?nica de Minas Gerais e colabora com a orquestra desde 2011. Bacharel em mA?sica pela Universidade Estadual Paulista, na classe de violino do professor Ayrton Pinto, em 2004 concluiu o mestrado em RegA?ncia Orquestral pela Universidade de Massachusetts (EUA). Participou do Aspen Music Festival and School (2005), recebendo orientaA�A�es de David Zinman na American Academy of Conducting at Aspen, nos Estados Unidos, alA�m de masterclasses com os maestros Kurt Masur, Charles Dutoit e Sir Neville Marriner. Sua trajetA?ria artA�stica A� marcada por prA?mios como o do 1A? Concurso Nacional Eleazar de Carvalho para Jovens Regentes, promovido pela Orquestra Petrobras SinfA?nica em 2001, e do PrA?mio Camargo Guarnieri, concedido pelo Festival Internacional de Campos do JordA?o em 2009, ambos como primeiro colocado. Foi tambA�m semifinalista no 3A? Concurso Internacional Eduardo Mata, realizado na Cidade do MA�xico em 2007.

AlA�m da Orquestra FilarmA?nica de Minas Gerais, Arakaki tem dirigido outras importantes orquestras tanto no Brasil como no exterior. EstA?o entre elas as orquestras sinfA?nicas Brasileira (OSB), do Estado de SA?o Paulo (Osesp), do Teatro Nacional Claudio Santoro, do ParanA?, de Campinas, do EspA�rito Santo, da ParaA�ba, da Universidade de SA?o Paulo, a FilarmA?nica de GoiA?s, Petrobras SinfA?nica, Orquestra Experimental de RepertA?rio, orquestras de CA?mara da Cidade de Curitiba e da Osesp, Camerata Fukuda, dentre outras. No exterior, dirigiu as orquestras FilarmA?nica de Buenos Aires, SinfA?nica de Xalapa, FilarmA?nica da Universidade AutA?noma do MA�xico, Kharkiv Philharmonic da UcrA?nia e a Boshlav Martinu Philharmonic da RepA?blica Tcheca.

Acompanhou importantes artistas do cenA?rio erudito, como Gabriela Montero, Sergio Tiempo, Anna Vinnitskaya, Sofya Gulyak, Ricardo Castro, Rachel Barton-Pine, ChloA� Hanslip, LuA�z FilA�p, entre outros.

Ao longo dos A?ltimos dez anos, tem contribuA�do de forma decisiva na formaA�A?o de novas plateias, por meio de apresentaA�A�es didA?ticas, bem como na difusA?o da mA?sica de concertos atravA�s de turnA?s a mais de setenta cidades brasileiras. Atua, ainda, como coordenador pedagA?gico, professor e palestrante em diversos projetos culturais e em instituiA�A�es como Casa do Saber do Rio de Janeiro, programa Jovens Talentos de Furnas, MA?sica na Estrada, Universidade Federal da ParaA�ba, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal de Roraima e em vA?rios conservatA?rios brasileiros.

 

Orquestra e sociedade

A FilarmA?nica desenvolve diversos programas dedicados A� democratizaA�A?o do acesso A� mA?sica clA?ssica de qualidade. EstA?o entre eles, alA�m dos Concertos para a Juventude, exposiA�A�es, turnA?s em cidades do interior do estado, concertos didA?ticos para formaA�A?o de pA?blico, apresentaA�A�es de grupos de cA?mara, bem como iniciativas de estA�mulo A� profissionalizaA�A?o do setor no Brasil a�� o Festival Tinta Fresca, dedicado a compositores, e o LaboratA?rio de RegA?ncia, destinado ao aprimoramento de jovens regentes. JA? foram realizadas 82 apresentaA�A�es em cidades mineiras e 29 concertos em praA�as pA?blicas e parques da RegiA?o Metropolitana de Belo Horizonte, mobilizando um pA?blico de 274 mil pessoas. Mais de 70 mil estudantes e trabalhadores tiveram a oportunidade de aprender um pouco sobre obras sinfA?nicas, contexto histA?rico musical e os instrumentos de uma orquestra, participando de concertos didA?ticos.

O nome e o compromisso de Minas Gerais com a arte e a qualidade foram levados tambA�m a 15 festivais nacionais, a 32 apresentaA�A�es em turnA?s pelas cinco regiA�es brasileiras, bem como a cinco apresentaA�A�es internacionais, em cidades da Argentina e do Uruguai.

Entre as outras frentes de trabalho abertas pela FilarmA?nica estA?o a gravaA�A?o da trilha sonora do espetA?culo comemorativo dos 40 anos do Grupo Corpo, DanA�a SinfA?nica (2015), criada pelo mA?sico Marco AntA?nio GuimarA?es (Uakti). Com o Giramundo Teatro de Bonecos, realizou o conto musical Pedro e o Lobo (2014), de Prokofiev. Comercialmente, a Orquestra jA? lanA�ou um A?lbum com a Sinfonia n. 9 – A Grande,A�de Schubert (distribuA�do pela Sonhos e Sons) e outros trA?s discos com obras de Villa-Lobos para o selo internacional Naxos.

A�

 

PrA?mios

Reconhecida e elogiada pelo pA?blico e pela crA�tica especializada, em 2016 a FilarmA?nica e o maestro Mechetti receberam o TrofA�u JK de Cultura e Desenvolvimento de Minas Gerais. A Orquestra, em conjunto com a Sala Minas Gerais, recebeu o Grande PrA?mio Concerto 2015. Ainda em 2015, o maestro Fabio Mechetti recebeu o PrA?mio Minas Gerais de Desenvolvimento EconA?mico. Em 2012, a FilarmA?nica foi reconhecida com o PrA?mio Carlos Gomes de melhor orquestra do Brasil e, em 2010, com o PrA?mio APCA (AssociaA�A?o Paulista de CrA�ticos de Artes) de melhor grupo musical erudito. No ano de 2009, Fabio Mechetti recebeu o PrA?mio Carlos Gomes de melhor regente brasileiro por seu trabalho A� frente da FilarmA?nica.

O Instituto Cultural FilarmA?nica recebeu dois prA?mios dentro do segmento de gestA?o de excelA?ncia. Em 2013, concedido pela Secretaria de Estado de Planejamento e GestA?o de Minas Gerais, em parceria com o Instituto Qualidade Minas (IQM), e em 2010, conferido pela FundaA�A?o Instituto de AdministraA�A?o da Universidade de SA?o Paulo (USP). Na A?rea de ComunicaA�A?o, foi reconhecido com o prA?mio Minas de ComunicaA�A?o (2012), na 10A? Bienal Brasileira de Design GrA?fico (2013) e na 14A? Bienal Interamericana de Design, ocorrida em Madri, Espanha (2014).

 

 

SERVIA�O:

 

“Concerto da Juventude”

 

Orquestra FilarmA?nica de Minas Gerais

Marcos Arakaki, regente

 

3 de julho, domingo, A�s 11h

Sala Minas Gerais (R. Tenente Brito Melo, 1090,Barro Preto – Belo Horizonte)

 

Ingressos: R$ 6, com meia-entrada para estudantes, pessoas com mais de 60 anos, jovens de baixa renda e pessoas com deficiA?ncia

 

 

}}

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.