FestivalLateralProgramaçãoRio de Janeiro

Festival Sonora em quarta edição no Rio

O Sonora tem entrada gratuita e acontece nos dias 09 e 10 de novembro, no Parque das Ruínas.

O público terá oportunidade de conhecer mais 13 novas compositoras residentes no Rio de Janeiro, e mais duas que estação vindo de Cuiabá e São Paulo, em um dos pontos turísticos mais bonitos da cidade: o Parque das Ruinas, em Santa Teresa.

Além dos shows, os dois dias de festival serão abertos com mesas de debate e ainda teremos uma linda feira de mulheres empreendedoras. No local existe um café que oferece lanches deliciosos e bebidas. A entrada é gratuita.

No Rio de Janeiro, o festival é produzido de forma totalmente independente desde 2017 pelo coletivo Essa Mulher. Em 2019 o coletivo Emma foi convidado para somar forças na realização.

Desde 2016 foram apresentadas 93 compositoras apenas na cidade do Rio de Janeiro. Como a produção do festival não conta com nenhum tipo de apoio ou patrocínio, estamos realizando uma vaquinha para cobrir custos básicos dessa realização. Veja no link abaixo como contribuir, qualquer contribuição é bem vinda e faz diferença!

Vaquinha:

https://www.somnatoca.com.br/campaigns/sonora-rj-2019

 

PROGRAMAÇÃO

 

Dia 9 de novembro

Às 10h – Abertura – Mesa de debate: Gênero e Música na pesquisa acadêmica

Mediadora: Antonilde Rosa

Integrantes da mesa:

Angélica Faria (mestre em Ciências das Artes, UFF)
Antonilde Rosa (mestre em Musicologia, UFRJ)
Bárbara Mendonça (mestre Musicologia,  UFRJ)

Às 12h – Raisa Richter

Às 13h – Bárbara

Às 14h – Estela Ceregatti

Às 14h45- Super nova (pocket show) – Kassandra

Às 15h – Lucía Santalices

Às 17h – Analuh e Aline Peixoto

 

Dia 10 de novembro

Às 10h – Abertura – Mesa de debate: Redes colaborativas de mulheres na Música

Mediadora: Marcela Velon

Integrantes da mesa:

Diana Nascimento e Manuela Marinho (Primavera das Mulheres)
Renata Rodrigues (Mulheres Rodadas)
Dorina (Encontro Nacional de Mulheres na Roda de Samba)

Às 12h – Renata Neves

Às 13h – Camilla Farias

Às 14h – Martina Marana

Às 15h – Ayié

Às 17h – Clara Anastácia

 

 

 

SONORA – FESTIVAL INTERNACIONAL DE COMPOSITORAS

O SONORA teve origem na hashtag #mulherescriando, que foi uma iniciativa da musicista Deh Mussulini para romper o imaginário de que existem poucas compositoras, ou seja, mulheres que criam sua arte sonora.

Com grande repercussão, algumas compositoras espalhadas pelo Brasil conversaram sobre a ideia de fazer um festival, que hoje intitulamos Sonora: Deh Mussulini, Flávia Ellen, Amorina e Bia Nogueira (Belo Horizonte), Ana Luísa Barral (Salvador), LaBaq (São Paulo), Ilessi (Rio de Janeiro) e Isabella Bretz (BH, Lisboa e Dublin).

As primeiras cidades estrangeiras a integrarem a rede foram Dublin, Buenos Aires (Kika Simone, Paula Oliveira e Vika Mora) e Barcelona (Mô Maiê). Elas foram fundamentais para a consolidação do evento como internacional, já em seu primeiro ano. A partir daí, outras mulheres foram entrando e agregando ideias e iniciativas. Hoje somos uma grande rede espalhada pelo mundo.

O ensejo do festival é dar visibilidade, promover e legitimar a presença da mulher compositora, a empoderando artisticamente, profissionalmente e economicamente.

São muitas as compositoras que cantam, tocam e arranjam suas próprias canções, porém não possuem reconhecimento e devido espaço no meio musical. Nos palcos do Sonora se apresentam iniciantes e artistas já estabelecidas, trocando experiências e fortalecendo, principalmente, cada cena local na qual o evento se insere.

O Sonora funciona através de uma rede de produtoras locais que estão situadas em cada cidade onde os eventos acontecem e são conectadas e organizadas por uma Coordenação geral composta por uma equipe multidisciplinar de mulheres no Brasil e no mundo.

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.