Curso / EncontroLateralNotíciaParaná

Festival OJA

Evento em Curitiba oferece estudos e bolsas para jovens músicos.

 

A Associação Musical Alegro tem o prazer de anunciar o 1º Festival OJA, aberto a jovens músicos de 18 a 29 anos. O Festival ocorre de 14 a 17 de novembro, em Curitiba. Durante esses dias, os participantes integram masterclasses de música de câmara, ensaios de orquestra e acesso a concertos com professores e grupos convidados.

Os professores do 1º Festival OJA são: Matthew Thorpe (violino/Osesp), Alejandro Aldana (violino/OSTMSP), Alexandre Razera (viola/Camerata Antiqua de Curitiba), André Micheletti (violoncelo/Emesp), Claudia Nascimento (flauta/Osesp), Jorge Scheffer (trompete/Embap) e Leonardo Gorosito (percussão/OSP). A direção artística é do maestro Thiago Santos.

A Alegro oferece até 70 bolsas de estudos no valor de R$ 600,00 para os participantes do Festival, como auxílio às despesas de transporte, hospedagem e alimentação em Curitiba.

A essência da oficina é a prática da música de câmara dentro do contexto orquestral. Por isso, é encorajado que trios, quartetos, quintetos e demais grupos de câmara já existentes inscrevam-se juntos na oficina.

 

Orquestra

A Orquestra Jovem Alegro (OJA) será uma orquestra sinfônica aberta a todos os músicos clássicos de até 29 anos de idade no sul do Brasil. Os propósitos são dois: oferecer a jovens talentosos a oportunidade de tocar em uma orquestra sinfônica de alto nível e inspirar os estudantes dos projetos apoiados pela Alegro, apontando-lhes um caminho para seus futuros musicais. Assim, 20% dos primeiros integrantes da orquestra deverão vir desses núcleos educacionais. Ao longo dos anos, a meta é que a OJA tenha em sua formação cada vez mais músicos oriundos dos projetos apoiados pela Alegro. A OJA reúne os valores fundamentais da Alegro: unir, celebrar, inspirar, reconhecer dedicação e fazer música.

 

Inscrições

Os ensaios e masterclasses do Festival OJA ocorrem sempre nas dependências do Canal da Música, da Escola de Belas Artes da Unespar (do campus de Curitiba I) e no prédio da UFPR, na capital paranaense. O concerto de encerramento do Festival realiza-se no dia 17 de novembro, às 20h, no Canal da Música.

A inscrição no Festival é gratuita e aberta a músicos com idades de 18 a 29 anos completos até 14/11/2018. Serão aceitas apenas inscrições realizadas até 23h59 do dia 31 de agosto, exclusivamente pela internet.

Podem se inscrever músicos, individualmente, bem como grupos de câmara (duos, trios, quartetos, quintetos etc. de cordas, sopros e metais) – neste caso, todos os integrantes do grupo devem ter a idade estabelecida.

Todos os candidatos devem encaminhar, além do formulário de inscrição, links de dois vídeos postados no YouTube, com duração entre 3 a 5 minutos cada, nos quais o músico mostre sua execução no instrumento em duas peças de livre escolha. A análise dos vídeos será realizada pelos professores convidados e pela direção artística do Festival OJA.

São oferecidas até 70 bolas bolsas de estudos para os seguintes instrumentos orquestrais, obedecendo os respectivos números de vagas: violino (22), viola (10), violoncelo (8), contrabaixo (6), flauta (3), oboé (3), clarinete (3), fagote (3), trompa (4), trompete (3), trombone (3), tuba (1) e tímpano (1).

Todas as informações estão disponíveis no regulamento.

 

Associação Musical Alegro

A Associação Musical Alegro é uma organização que proporciona educação em música de concerto a crianças que vivem em situação de risco em Curitiba e região. Atualmente, dá apoio aos projetos Gato na Tuba (em Piraquara), Música no Bairro (Almirante Tamandaré) e Filarmônica Antoninense (Antonina), nos quais mais de 400 alunos têm a oportunidade de estudar um instrumento e encontrar na música um suporte para os desafios do cotidiano e um caminho para o futuro.

Edward Matkin

O fundador e presidente da Alegro é o britânico Edward Richard Matkin, que nasceu e cresceu em Staffordshire, em 1973. Começou seus estudos de piano aos 6 anos e graduou-se em música na Universidade de Liverpool, na qual foi eleito presidente da Sociedade de Música e nomeado diretor da orquestra sinfônica da instituição. Trabalhou em diversas empresas no Reino Unido e no Brasil, onde vive desde 2009.

Em 2014, quando era diretor regional em uma empresa multinacional de TI, resolveu unir seu amor pela música clássica com sua experiência na gestão de negócios, e dessa junção surgiu a Alegro. Desde 2015, dedica-se em tempo integral a Alegro, que está formalmente registrada como organização social desde março de 2016. As principais inspirações da Alegro são o projeto de educação musical venezuelana El Sistema e, mais especificamente, instituições educacionais brasileiras como o Projeto Guri, o Instituto Baccarelli (ambos em São Paulo) e, sobretudo, o Neojiba, em Salvador, Bahia.

Saiba mais no site da Alegro.

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.