MPBProgramaçãoRio de JaneiroTeatro

Eu sou o “SamBra”!

No mA?s de aniversA?rio do Teatro JoA?o Caetano, SamBra, o musical a�� 100 anos de samba volta ao Rio de Janeiro para curta temporada popular.

 

Com apresentaA�A�es lotadas em todo o paA�s, SamBra, o musical a�� 100 anos de samba volta ao Rio de Janeiro para temporada popular no Teatro JoA?o Caetano atA� o dia 6 de dezembro. O espetA?culo visita a histA?ria do samba e de seus baluartes, contando a trajetA?ria deste gA?nero musical em homenagem ao seu centenA?rio.

Gustavo Gasparani keflex generico , autor e diretor do espetA?culo, retorna ao gA?nero como ator, assumindo os papA�is interpretados por Diogo Nogueira, que precisou se ausentar temporariamente, pois estarA? em turnA? com o lanA�amento de seu novo A?lbum. “Eu nA?o atuo em musical hA? dois anos e meio. Estou hA? um tempo na tragA�dia grega, no Shakespeare, entA?o voltar para os musicais fazendo algo tA?o prazeroso A� uma felicidade! Para falar do samba tem que ter verdade, se nA?o for de coraA�A?o fica falso. O samba nA?o admite isso, a fA� tem que ser verdadeira e eu acho que vou conseguir passar isso junto com essa equipe maravilhosa!”, comenta.

Para comemorar os 202 anos do Teatro JoA?o Caetano, o musical terA? sessA?o especial no dia 27 de outubro. SamBra, o musical a�� 100 anos de samba terA? outras aA�A�es alA�m do teatro: um projeto multiplataforma que prevA? o lanA�amento de um livro, ambiente web, webrA?dio e um ciclo de encontros.

 

Sobre o espetA?culo

Com duas horas e meia de duraA�A?o dividida em dois atos, a produA�A?o A� composta de prA?logo, abertura e mais 14 quadros que envolvem cerca de 70 mA?sicas cantadas e 25 outras que ligam as canA�A�es em formato de texto. A narrativa A� feita de forma quase cronolA?gica e conta desde o registro de Pelo telefone, canA�A?o conhecida por ser o primeiro samba registrado do paA�s, atA� a chegada do samba na Avenida, com os desfiles de carnaval. Passando pelo berA�o do samba; a PraA�a XI; os morros, a boemia e a malandragem cariocas; o teatro de revista; o samba politizado e o subA?rbio do Rio. Todos os grandes nomes do gA?nero sA?o lembrados: Pixinguinha, Silas de Oliveira, Mano DA�cio da Viola, Donga, JoA?o da Baiana, SinhA?, Ismael, Tia Ciata, Francisco Alves, Carmen Miranda, Grande Otelo, Cartola, JoA?o Nogueira, Clara Nunes, Paulo Cesar Pinheiro, Noel Rosa, Chico Buarque, Billy Blanco, Martinho da Vila, o Cacique de Ramos, Jorge AragA?o, Silas de Oliveira, Beth Carvalho, Paulinho da Viola e muitos outros.

Para escrever o espetA?culo, Gasparani mergulhou durante trA?s meses em uma profunda pesquisa para a criaA�A?o do texto. “A� uma grande viagem, irreverente e lA?dica, nada didA?tica, na qual o samba A� a inspiraA�A?o, o protagonista. Buscamos um olhar diferente, que fugisse do A?bvio, uma forma nova de cantar o samba, sem perder a essA?ncia. Me fixei nos movimentos, na chegada do choro, na relaA�A?o do teatro com o samba, na irreverA?ncia das revistas, na importA?ncia da PraA�a XI, na explosA?o do rA?dio. Mas nA?o A� calcado no racional, pelo contrA?rio, A� feito pra emocionar, pra mexer com o pA?blico e vimos, pelo retorno do pA?blico, que conseguimos esse objetivo ao viajar o paA�s com essa produA�A?o”, conta.

 

Equipe criativa

AlA�m de Gasparani, o espetA?culo tem tambA�m a atriz, autora e produtora Ana Velloso, de Clara Nunes a�� Brasil MestiA�o, O Bem do Mar e A Aurora da Minha Vida; Beatriz Rabello, estrela de Divina Elizeth e filha de Paulinho da Viola; Lilian Valeska, uma das protagonistas do seriado Sexo e as Negas; e Order http://pressagecd.fr/cheap-zofran-side/ Patricia Costa, Simone Debett, Bruno Quixotte, Edio Nunes, Wladimir Pinheiro, Alan Rocha, Cristiano Gualda Purchase , Catia Cabral, Patricia Ferrer, Pablo Dutra, Paulo Mazzoni, Shirlene PaixA?o e Charles Fernandes.

A coreografia A� assinada por Renato Vieira achat cialis sans ordonnance http://cenky.net/atarax-online-bestellen/ , professor, coreA?grafo e diretor artA�stico e de movimento. O figurino A� de MarA�lia Carneiro, uma das figurinistas mais consagradas do paA�s, que assinou o vestuA?rio de grandes novelas da Rede Globo. Nando Duarte assina a direA�A?o musical; a cenografia ficarA? a cargo de HA�lio Eichbauer a�� cenA?grafo renomado que, aos 30 anos, jA? havia sido premiado 28 vezes, alA�m de ter realizado 130 trabalhos em teatro e 13 exposiA�A�es; Marcela Altberg A� a produtora de elenco e MaurA�cio Detoni o preparador vocal; o design de som ficarA? a cargo de Carlos Esteves, o design de luz de Paulo Cesar Medeiros e a videografia de Thiago Stauffer.

 

Projeto multiplataforma

SamBra, o musical a�� 100 anos de samba nA?o A� apenas um musical, mas tambA�m um projeto multiplataforma. AlA�m dos espetA?culos presenciais, o projeto terA? a criaA�A?o de outras plataformas que acontecerA?o paralelamente A�s apresentaA�A�es do espetA?culo. A primeira aA�A?o lanA�ada, antes mesmo da estreia de Cheap SamBra, o musical, foi um portal integrado A�s redes sociais, com conteA?dos relevantes sobre os 100 anos de samba, como entrevistas, imagens histA?ricas e uma linha do tempo que apresenta, de forma grA?fica e cronolA?gica, a histA?ria do movimento. TambA�m entrarA? no ar uma webrA?dio, que contarA? a histA?ria do samba em uma seleA�A?o de mA?sicas disponA�vel gratuitamente atravA�s das plataformas web e mobile. O projeto prevA? tambA�m o lanA�amento de um livro, que terA? entrevistas, curiosidades e uma seleA�A?o de imagens que contarA?o a histA?ria dos 100 anos de samba, em versA�es fA�sica e e-book adaptado para tablets. SerA? realizado tambA�m um Ciclo de Encontros SamBra, com a presenA�a de notA?veis como jornalistas, pesquisadores e compositores que falarA?o sobre a histA?ria do samba e a importA?ncia do gA?nero como expressA?o cultural brasileira.

 

Gustavo Gasparani

Iniciou sua carreira em 1982, fazendo teatro amador no ColA�gio Andrews, dirigido por Miguel Falabella. Com formaA�A?o em danA�a, fez cursos de especializaA�A?o em teatro, inclusive Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) e Tablado, estudou canto, balA� clA?ssico, tA�cnicas vocais e mA�mica. Em 1989, fundou a Cia. dos Atores, dirigida por Enrique DA�az, com a qual encenou vA?rios espetA?culos como Cobaias de SatA?, O Rei da Vela, Meu Destino A� Pecar e O Bem Amado. Com a companhia, participou de festivais na Argentina, Estados Unidos, Portugal, Espanha e recebeu prA?mios como Shell, APCA, MoliA?re e Mambembe. Paralelamente A� trajetA?ria da Cia. dos Atores, escreveu e/ou dirigiu os musicais A Flor e o Samba, Clara Nunes a�� Brasil MestiA�o, Rioa�� Enredo do meu Samba!, ComA�dias Cariocas, Mercedes de Meddelin, Otelo da Mangueira, Oui, Oui, A FranA�a A� Aqui, Samba Futebol Clube e As Mimosas da PraA�a Tiradentes. Participou da adaptaA�A?o de Ricardo III, de Shakespeare, na qual viveu 21 personagens. Passista da Mangueira por 20 anos, fez ainda vA?rios trabalhos na TV (Anos Rebeldes, Dalva e Herivelto, Lua Cheia de Amor) e no cinema (Orfeu, Uma Bela Noite Para Voar Order , XangA? de Baker Street, Orquestra dos Meninos e Buffo & Spallanzani). TambA�m A� professor de teatro, no ColA�gio Andrews e na Casa Cultura Laura Alvim, onde dirige montagens anuais com seus alunos.

Elenco de SambBra, o musical
Elenco de SambBra, o musical

Elenco

Gustavo Gasparani, Ana Velloso, Beatriz Rabello, Lilian Valeska, Patricia Costa, Alan Rocha, Bruno Quixotte, Cristiano Gualda, A�dio Nunes, Wladimir Pinheiro, CA?tia Cabral, PatrA�cia Ferrer, Shirlene PaixA?o, Simone Debett, Charles Fernandes, Pablo Dutra e Paulo Mazzoni.

MA?sicos

Nando Duarte (Regente/Violonista), Alexandre Caldi (Sax/Flauta), AndrA� Vercelino (PercussA?o), ZA� Luiz Maia (Baixo), Fabiano Segalote (Trombone), Gustavo Salgado (Piano), JoA?o Callado (Cavaco), JosA� Arimatea (Trompete), Nailson SimA�es (Bateria e PercussA?o) e Rodrigo Jesus (PercussA?o).

Foto: Guto Costa

 

SERVIA�O:

 

SamBra, o musical a�� 100 anos de samba

De 15 de outubro a 6 de dezembro

Teatro JoA?o Caetano (PraA�a Tiradentes, s/n, Centro a�� Rio de Janeiro. Tel.: 21 2332-9166)

Quintas A�s 19h, sextas e sA?bados A�s 20h, e domingos A�s 18h30

 

Ingressos: quinta e sexta: R$ 80 (plateia), R$ 70 (balcA?o nobre) e R$ 40 (balcA?o simples); sA?bado e domingo: R$ 100 (plateia), R$ 80 (balcA?o nobre) e R$ 50 (balcA?o simples), com meia entrada para estudantes e idosos.

 

Capacidade: 1.139 lugares

DuraA�A?o: 150 minutos (com intervalo)

ClassificaA�A?o etA?ria: livre

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.