LateralMinas GeraisMúsica sinfônicaNotíciaTecnologia

Espetáculo digital na Rede Minas

As mudanças provocadas pelo Covid-19 não interromperam os espetáculos. O Palácio das Artes, em Belo Horizonte, abriu as cortinas, mas a plateia mudou de lugar: de frente para a tela.

Os musicistas da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais acompanharam a batuta do maestro Sílvio Viegas, mas cada um de sua casa. No palco, apenas a soprano Daiana Melo, do Coral Lírico de Minas Gerais, entoou a ária “Rainha da Noite”, trecho da ópera “A flauta mágica”, de Mozart.

O Harmonia, da Rede Minas, mostra, na TV, a apresentação deste espetáculo. A iniciativa integra o projeto “O Palácio em sua companhia”, também parte do movimento Arte Salva, de incentivo à cultura e ao turismo em Minas.

Tchaikovsky – Sinfonia no. 4 

O programa ainda mostra mais novidades. O compositor russo Tchaikovsky é destaque na atração. Ele presenteou o universo da música erudita com um consagrado repertório para balés, óperas e concertos. Entre as mais brilhantes obras, está a Sinfonia nº4, que o programa Harmonia exibe, sem intervalos, com execução da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

A Sinfonia nº4 marca a história do compositor desde a sua criação. Os primeiros esboços foram datados de 1877, mas só em janeiro do ano seguinte foi concluída e dedicada à Nadezhda Filaretovna von Meck. Viúva e rica, ela financiou por mais de uma década o trabalho de Tchaikovsky, por quem alimentava um amor platônico. O negócio foi acordado com uma imposição: que não podiam se encontrar. A relação se dava, apenas, por meio de cartas. Foi através de uma delas que von Meck declarou que essa sinfonia era sua.

Com a apresentação do jornalista Clóvis Ribeiro, o programa Harmonia com a “Rainha da Noite”, de Mozart, e a Sinfonia nº4, de Tchaikovsky, vai ao ar, neste domingo (28), às 14h, pela Rede Minas.

ACESSE AS REDES SOCIAIS

www.redeminas.tv

facebook.com/redeminastv

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.