MovimentoNotíciaRio de Janeiro

Empreendedorismo na área musical

Música no Museu convida para o V Seminário  de Empreendedorismo na Área Musical.

Música no Museu, criado há 14 anos, realiza concertos gratuitos em museus, igrejas, centros culturais e palácios. Com isto democratiza o acesso à cultura através da música.

Desde o seu início leva alunos de escolas para assistirem aos concertos e, posteriormente, para visitarem as suas exposições e  acervos, assim unindo  música às artes plásticas, tendo como cenários espaços históricos e de linda arquitetura. Utilizando a música como instrumento é a  condição para a diminuição da violência e aumento da sua auto-estima, estendendo-se a toda a sua família,.

Nestes concertos – que chegam de 400 a 500 por ano – existem  duas vertentes: absorve  músicos de renome mas dá, também, 30% de seus espaços aos jovens talentos.

Mas foi a partir de sua experiência e aceitação entre os estudantes que verificou o papel da música como eixo condutor em políticas de inclusão social. Foi assim que abriu os seus espaços para iniciativas  de destaque e  projetos que buscam, primordialmente, o resgate da dignidade e o pleno exercício da cidadania de crianças e  adolescentes em situação de risco. Foi assim que realizou e realiza concertos em favelas como Pavão-Pavãozinho, Santa Marta  e na Maré, locais em que os museus e os espaços culturais  já marcam a sua participação nas suas Comunidades.

Ressaltar a música como instrumento de resgate social, entendendo suas dificuldades e buscando diferentes alternativas para a abertura e consolidação do mercado, através do intercâmbio entre os  seus diversos agentes. Paralelamente, apresentar iniciativas de inserção social através da música, fomentando a prática do empreendedorismo e a importância da formalização como empreendedor individual, junto aos jovens estudantes e profissionais de música clássica no Brasil, apoiando-os a tornarem-se Empreendedores Individuais. Promovendo o empreendedorismo coletivo e associativo, estimula o surgimento de empreendimentos coletivos (grupos de música de câmara, conjuntos sinfônicos etc.) no campo da música.

Estes são os objetivos do  V Seminário  de Empreendedorismo na Área Musical – que o projeto Música no Museu  realizará no dia 16 de dezembro, das 9 às 17h. no C. C. da Justiça do Trabalho (Av. Presidente Antonio Carlos no. 375-térreo)

O evento descreverá as ações voltadas para a valorização do músico no atual contexto cultural brasileiro, na palavra de especialistas nas áreas envolvidas, visando torná-la um elemento central no projeto de desenvolvimento do Brasil.

Nesta nova dimensão no debate da música reunindo, em mesas distintas, os seus diversos aspectos. A  inclusão social através da musica será ressaltada em um dos painéis e um concerto da Orquestra de Cellos do Morro do Alemão, e, no encerramento, teremos a apresentação da Orquestra SindRefeições, exemplos deste trabalho.

Mas a enfase principal neste momento é o Empreendedorismo na Área Musical e, em especial, a apresentação do Sebrae voltando-se para esta atividade. Até porque estamos às vésperas da introdução da música como matéria obrigatória nas escolas e, consequentemente, uma nova alternativa profissional para o músico.

Ressalte-se, também, em uma das mesas a participação de entidades internacionais previamente escolhidas mostrando as possibilidades de intercâmbio com os músicos brasileiros.

 

P R O G R A M A

– Das 8:30 às 9h10 nolvadex in mexico

Inscrição


– Às 9:15h.

Abertura: Sessão solene.

Participantes:
– Desembargadora Maria das Graças Paranhos (Diretora do CC Justiça do Trabalho)
– Ex-Senador Saturnino Braga (autor do projeto Música nas Escolas)
– Vereador Reimont (Presidente da Frente Parlamentar pela Democratização da Comunicação e da Cultura)
– Maestro Marlos Nobre, presidente do Comitê de Musica da Unesco
– Evandro Peçanha, Diretor do Sebrae
– Bebeto Nunes – Diretor do CEMUS-Centro de Música da Funarte
– Professora Terezinha Saraiva, (ex-Secretaria de Educação do Rio de Janeiro)
– Sérgio da Costa e Silva (Diretor de Música no Museu)


– Das 9h15 às 10h30

Economia criativa e a música .

Luís Carlos Prestes Filho – Superintendente da Economia da Cultura da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico


– Das 10h45 às  11:30h.

A Música nas Escolas:
Falipe Raudicetti – Coordenador do Grupo de Trabalho Pro-Musica nas Escolas
Professora Terezinha Saraiva – Ex-Secretária de Educação do Rio de Janeiro.
Maya Suemi- CEMUS- Centro da Música da Funarte


– Das 11:40 às 12:15h.

A inclusão social através da música.

Palestrantes:
– Ação Social pela Música – Orquestra de Violões do Forte de Copacabana-
– Museu da Favela – Orquestra SindRefeições
– Fundação CESGRANRIO – projeto Apostando no Futuro.
– Das 12:30hs/13:30h.

Concerto da Orquestra de Cellos do Morro do Alemão.
– Das 14 às 14h45

SEBRAE:

Projeto Estrombo – Novos Modelos de Negócios e Canais de Distribuição da Indústria Musical do RJ – Marília Faria
Empreendedor Individual Cultural – Maria das Graças Cruz da Silva Guedes

Pausa


– Das 14h50 às 15:45 h.

Oportunidades de estudos nacionais e internacionais

– Conservatório Brasileiro de Música
– Rubem Piovano – Diretor do Instituto Italiano de Cultura
– Paulo Steinberg – Diretor da James Madison University

Pausa


– Às 16:30h.

Encerramento – Orquestra  SindRefeições.

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.