LateralNotíciaSão PauloTecnologia

EMESP Tom Jobim realiza Revirada Musical

A Revirada Musical EMESP de 2020, com mais de 170 atrações de diferentes estilos musicais, será totalmente online e terá transmissão pelo canal de YouTube da EMESP Tom Jobim, instituição ligada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e gerida pela Santa Marcelina Cultura. O evento é uma oportunidade para o público apreciar seu estilo de música preferido, mas também para descobrir e se aventurar por outras sonoridades.

A sétima edição da Revirada Musical EMESP será uma verdadeira maratona musical online, marcada pela pluralidade de sons, estilos e formações com uma semana de duração. Do dia 21 a 27 de setembro, o público vai poder desfrutar de mais de 170 apresentações musicais inéditas que exaltam diferentes compositores, gêneros e períodos musicais, do barroco ao popular.

As apresentações foram organizadas por eixos temáticos que contemplam obras de mestres da música brasileira (como Tom Jobim, Chiquinha Gonzaga, Noel Rosa, Sivuca, Guinga, Dona Ivone Lara, Moacir Santos, Mílton Nascimento, Hermeto Pascoal); da música clássica (como Brahms, Beethoven, Chopin, Mozart, Liszt, Haydn, Debussy); além de abranger compositores como Astor Piazzolla.

A música barroca e a música contemporânea também marcam presença. A programação contempla ainda obras para piano solo de Francisco Mignone e Heitor Villa-Lobos, peças para violoncelo de Bach e Brahms, além dos compositores russos que estão presentes com suas peças para piano solo. A maratona musical encerra no ritmo do samba jazz e da gafieira.

Os grupos que integram a programação são formados por estudantes e professoras e professores da EMESP Tom Jobim, que reúne um corpo docente com alguns dos melhores profissionais do país com reconhecimento internacional.

A programação completa está disponível no site:  https://emesp.org.br/

 

 7ª REVIRADA MUSICAL EMESP  


Dia 21/09 – SEGUNDA-FEIRA 

11h – A Música de Tom Jobim

11h30 – A Música de Frédéric Chopin

12h – Camerata Caipira

12h30 – Flautas: Do Barroco ao Classicismo

13h – Flautas: Do Classicismo ao Romantismo

13h30 – Música de Câmara: Flautas

14h – Música de Câmara: Trios

14h30 – Piano e Cordas: Gluck, Mozart e Schumann

15h – O Jazz

15h30 – Canções Instrumentais: Debussy, Puccini

16h – Compositoras: Dona Ivone Lara e Chiquinha Gonzaga

16h30 – Canto Barroco: Purcell

17h – Flautas e Saxofones

17h30 – Grupo de Percussão: Sons da Casa e Textos Musicais

18h – Bate-papo (live)

18h30 – Grupo Vocal: Canto e Trabalho em Grupo

19h – Música de Câmara Cordas: Goldmark e Rossini

19h30 – Piano Solo: Música Brasileira

 

–  Dia 22/09 – TERÇA-FEIRA

11h – A Música de Tom Jobim

11h30 – A Música de Frédéric Chopin

12h – A Música de Moacir Santos e Dorival Caymmi

12h30 – Música de Câmara (Cordas): Glière

13h – Big Band Dmenor

13h30 – Canto Coral: Andar com Fé

14h – Compositores Contemporâneos: Instrumental Brasil

14h30 – Concertos e Peças para Violino

15h – Música Brasileira de Câmara

15h30 – Bach e Brahms: Violoncelo

16h – Corais Curso Livre

16h30 – EMESPIANOS: Práticas Coletivas de Pianos

17h – Matheus Ferreira Trio

17h30 – Piano Solo: Barroco

18h – Bate-papo (live)

18h30 – Depois de Um Sonho

19h – Sivuca, Guinga e Toninho Ferragutti

19h30 – Piano Solo: Maurice Ravel | Tombeau de Couperin e Gasparde la Nuit

20h – Violeiros: João Paulo Amaral, Tião Carreiro e Lourival e Moacyr dos Santos

 

–  Dia 23/09 – QUARTA-FEIRA

11h – A Música de Tom Jobim

11h30 – A Música de Frédéric Chopin

12h – A Música de Moacir Santos

12h30 – Harpa e Quarteto de Cordas

13h – Canto Erudito: Scarlatti, Cavalli e Pergolesi

13h30 – Grupo de Percussão: Salas de Estar e Textos Musicais

14h – Música de Câmara Cordas | Mozart e Shostakovich

14h30 – Canções Instrumentais: Händel e Schubert

15h – Música de Câmara: Kummel e Martinu

15h30 – Música de Hermeto Paschoal

16h – Metais: Ary Barroso e Ewazen

16h30 – Canto Barroco: Händel

17h – Música do Século XX

17h30 – Piano Solo: Heitor Villa-Lobos

18h – Bate-papo (live)

18h30 – Músicas Infantis: Canto

19h – Núcleo de Música Antiga: Telemann, Dowland e Compositores Anônimos

19h30 – Piano Solo: Maurice Ravel | Sonatina

20h – Violeiros: Paulo Borges, Almir Sater e Renato Teixeira

 

–  Dia 24/09 – QUINTA-FEIRA

11h – Música Brasileira: Noel Rosa e Roque Ferreira

11h30 – A Música de Frédéric Chopin

12h – A Música de Milton Nascimento

12h30 – Metais: Wallace e Holst

13h – A Música para Piano Solo de Francisco Mignone e Heitor Villa-Lobos

13h30 – Canto Erudito: Lieder

14h – Músicas Infantis: Percussão Corporal

14h30 – O Passado a Limpo

15h – Piano Solo: Beethoven e Schumann

15h30 – Dominguinhos, Toninho Ferragutti e Hermeto Pascoal

16h – Oficina de Canto: Viva a Arte de Cantar

16h30 – Piano Solo: Compositores do Período Romântico

17h – Reverência à Tradição

17h30 – Música do Século XX à Composição autoral

18h – Bate-papo (live)

18h30 – Música de Câmara: Sax e Clarinete

19h – Piano Solo: Franz Liszt |Sonetos de Petrarca

19h30 – Villa-Lobos | Bachianas Brasileiras nº 5 Ária

 

Dia 25/09 – SEXTA-FEIRA 

11h – Música Brasileira: Ivan Lins, Vitor Martins, Sivuca e Glorinha Gadelha

11h30 – Violeiros: Joubert de Carvalho, Olegário Mariano, Geraldo Vandré e Théo de Barros

12h – A Música para Piano Solo de Francisco Mignone e Heitor Villa-Lobos

12h30 – Piano Solo: Danças Brasileiras

13h – Trio de Madeiras

13h30 – Astor Piazzolla: Duos

14h – Canto Erudito: Academia de Ópera

14h30 – Mendelssohn: Canção sem Palavras

15h – Piano: Bach

15h30 – Bach: Suítes para Violoncelo

16h – Meditação: Pixinguinha, Massenet e John Willians

16h30 – Canto Barroco: Pergolesi

17h – Piano Solo: Burgmuller, Moskowsky e Gillock

17h30 – Piano Solo: O Classicismo de Haydn

18h – Bate-papo (live)

18h30 – O Samba Mandou Me Chamar

19h – Música para Percussão: Composição

19h30 – Dominguinhos, Egberto Gismonti e J. Xistorious

 

Dia 26/09 – SÁBADO

11h – Música Brasileira: Chico Mario, Cartola, Jacob do Bandolim e Bonfiglio de Oliveira

11h30 – Canto na Música de Câmara

12h – Miniaturas e Estudos de Composição

12h30 – Piano Solo: A Música Barroca

13h – A Música para Piano Solo de Mignone e Heitor Villa-Lobos

13h30 – Canto Popular: Contemporâneo

14h – Piano Solo: Chopin e Liszt

14h30 – Piano Solo: Beethoven

15h – Piano: Bach

15h30 – Canto Erudito: Mozart, Schubet e Gounod

16h – Piano Solo: Brahms e Chopin

16h30 – Piano Solo: Mendelssohn e Schumann

17h – Cantos de Saudade

17h30 – Núcleo de Música Antiga: Telemann, Dowland e Compositores Anônimos

18h – Quarteto de Saxofones

18h30 – Piano Solo: Clementi e Beethoven

19h – Piano Solo: Compositores Russos | Rachmaninov, Kapustin e Prokofiev

 

Dia 27/09 – DOMINGO

11h – Música Brasileira: João Donato, Maurício Einhorn, Tom Jobim, Vinicius de Moraes e Milton Nascimento

11h30 – Clarinetes

15h – Seguindo a Canção

15h30 – Oficina de Canto para Atores: Texto e Música em Comunhão

16h – Peças para Violino: Sarasate e Händel

16h30 – Canto Coral

17h – Piano Solo: Mozart e Beethoven

17h30 – Violino: Bach, Bartók e Kreisler

18h – Música de Câmara (Violino): Fuchs, Mazas e Gardel

18h30 – Música em Família

19h – Prática de Conjunto: Samba Jazz

19h30 – Prática de Gafieira

 

ONDE: YouTube EMESP Tom Jobim https://www.youtube.com/user/TJEMESP

 

 

Escola de Música do Estado de São Paulo – EMESP Tom Jobim 

Referência no ensino brasileiro de música, a EMESP Tom Jobim é uma escola do Governo do Estado de São Paulo gerida pela Santa Marcelina Cultura, Organização Social parceira da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Atende gratuitamente 1.300 alunas e alunos em seus cursos e habilitações em música popular e erudita, da teoria à prática musical.

Em 2019, a EMESP Tom Jobim comemorou 30 anos de atuação. A Escola tem como objetivo a formação dos futuros profissionais da música erudita e popular. Com um corpo docente altamente qualificado, a EMESP Tom Jobim vem construindo um projeto pedagógico inovador, com foco no ensino de instrumento, no convívio dos alunos com grandes mestres e nas práticas coletivas (música de câmara e prática de conjunto), além de disciplinas teóricas de apoio.

Em constante diálogo com as principais instituições de formação musical do Brasil e do mundo, a EMESP Tom Jobim oferece a cada ano centenas de shows, concertos, workshops e master classes. A EMESP Tom Jobim mantém um eixo de difusão artística complementar às atividades de formação com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento de seus alunos e criar uma ponte entre o aprendizado e a profissionalização, além de fomentar a formação de público e a difusão da música em todas as modalidades.

A Escola mantém os grupos artísticos: Banda Sinfônica Jovem do Estado, Coral Jovem do Estado, Orquestra Jovem do Estado e Orquestra Jovem Tom Jobim que oferecem bolsas para as alunas e os alunos da Escola.

 

Foto do post: Heloísa Bortz.

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.