CantoLateralProgramaçãoRio de Janeiro

Eliane Coelho e Gustavo Carvalho no BNDES

Canções de Villa-Lobos são destaque no programa apresentado pelo duo pela primeira vez no Rio de Janeiro.

O soprano brasileira Eliane Coelho, consagrada internacionalmente como uma das vozes mais expressivas da atualidade, e o pianista Gustavo Carvalho apontado pela revista francesa Le Monde de la Musique como um dos pianistas mais promissores de sua geração – se apresentam juntos em um recital no Espaço Cultural BNDES – no Rio, no dia 13 de novembro (quarta-feira), às 19h. O recital integra o projeto “Quartas Instrumentais”, patrocinado pelo BNDES.

Eliane Coelho e Gustavo Carvalho se conheceram na década de noventa, em Viena, e realizaram o primeiro recital juntos na Grande Sala do Conservatório Tchaikovsky de Moscou, em 2006. Desde então, vêm se apresentando em importantes salas de concerto do Brasil e do exterior.  A paixão de ambos pelo universo camerístico levou-os a desenvolver um extenso repertório com os principais Lieder de Brahms, Schumann, Wolf, Strauss, Rachmaninoff, Tchaikovsky, Schönberg, Berg, Mahler e Villa-Lobos, além de importantes obras camerísticas, tais como o Pierrot Lunaire, de Schönberg e os 7 romances com poemas de Blok, de Shostakovitch.

Para o recital no Espaço Cultural BNDES, os artistas apresentarão uma seleção de canções pouco conhecidas de Heitor Villa-Lobos. “Este grupo de Villa-Lobos apresenta um compositor de várias facetas e, muitas vezes, desconhecido do público. Algumas canções, como Solidão, fazem parte de importantes ciclos, outras ainda estão no manuscrito… Queremos, desta forma, colaborar com a difusão de parte ainda pouco conhecida deste compositor”, comenta Eliane Coelho.

O programa do concerto nunca antes apresentado ao público carioca, contempla, ainda, dois importantes ciclos para canto e piano: o Liederkreis op. 39 de Robert Schumann e 5 Lieder op. 48 de Richard Strauss.

 

PROGRAMA

Robert Schumann (1810-1856)
Liederkreis op. 39

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)
Manhã na praia

Tarde na Glória
Solidão
Tristeza
Tempos atrás
Sertão no estio
Festim pagão

Richard Strauss (1894-1949)
5 Lieder com poesias de Otto Julius op. 48

 

SERVIÇO

 

Recital com Eliane Coelho (soprano) e Gustavo Carvalho (piano)

Dia 13 de novembro, quarta-feira, às 19h

Auditório do Espaço Cultural BNDES (Av. República do Chile, 100 – Centro – Rio – 2172 7447)

Entrada franca
Distribuição de senhas a partir das 18h

Reservas também pelo site do Espaço Cultural BNDES, a partir de segunda-feira, dia 11, a partir das 10h

Classificação indicativa: livre

 


Eliane Coelho

Eliane Coelho, carioca, diplomou-se na Escola Superior de Música e Teatro de Hannover, na Alemanha, para depois seguir em uma brilhante carreira no exterior.

De 1983 a 1991, esteve contratada pela Opera de Frankfurt e, a partir de setembro de 1991, pela Opera de Viena, na qual recebeu o título de Kammersängerin em 1998. Neste prestigioso espaço vienense, atuou em inúmeros papéis, entre eles: Salomé, Tosca, Butterfly, Fedora (com Placido Domingo), Madeleine (Andre Chenier), Salomé em Herodiade (com Placido Domingo e Jose Carreras, Ferruccio Furlanetto), Helene em Jerusalém (com Jose Carreras, Samuel Ramey, regencia de Zubin Mehta), entre outros.

Seu repertório é muito extenso, e continua se estendendo a novos papéis.  Nos últimos anos, cantou La Gioconda em São Paulo e Manaus, onde também cantou a Lady Macbeth de Mzensk de Schostacovich e a sua primeira Isolda.

Em 2012, debutou com a Brünnhilde no Crepusculo dos Deuses em São Paulo e, em 2013, com a Brünnhilde em A Valquiria, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Desde o início dos seus estudos na Alemanha Eliane Coelho sempre se dedicou ao repertório de canções francesas e russas e o Lied alemão, e se apresentou em muitos recitais, tanto na Alemanha, Áustria, como na Itália e Rússia.

 

Gustavo Carvalho

Apontado pelo Le Monde de la Musique (2004) como um dos pianistas mais promissores de sua geração, Gustavo Carvalho possui também o honroso aval de Nélson Freire: “a primeira vez que eu o ouvi, tinha 11 anos e me impressionou muito; é alguém muito especial, preparado e de grande valor”.

Nascido em 1982, em Belo Horizonte, iniciou seus estudos com Magdala Costa, prosseguiu-os com Oleg Maisenberg em Viena, e com Elisso Virsaladze no Conservatório Tchaikovsky de Moscou. Recebeu ainda orientações de Lazar Berman, Dmitri Bashkirov e de György Kurtág. Em 2004, venceu o II Concurso Nélson Freire no Rio de Janeiro.

Tem se apresentado em importantes salas de concerto, tais como a Tonhalle de Zurique, Palau de la Musica de Barcelona, Musikverein de Viena, Auditorium du Louvre, Philharmonie am Gasteig de Munique e a Grande Sala do Conservatório Tchaikovsky de Moscou. Em 2011, realizou a integral das 32 Sonatas de Beethoven em Belo Horizonte.

Solista de diversas orquestras, tocou sob a regência de Ira Levin, Howard Griffiths, Yuri Bashmet e Evgeny Bushkov, dentre outros. Como camerista, colaborou com os violinistas Geza Hosszu-Legocky e Daniel Rowland, os pianistas Nélson Freire e Elisso Virsaladze, a soprano Eliane Coelho e com membros das Orquestras Filarmônicas de Viena e Berlim. O seu interesse pela música contemporânea leva-o a colaborar com diversos compositores de renome no cenário internacional tais como György Kurtág, Samir Odeh-Tamimi, Harry Crowl e Sérgio Rodrigo.

Na temporada de 2018/2019, tem agendados recitais e concertos com orquestra na França, Bélgica, Inglaterra, Espanha, Alemanha, Rússia, Índia, Vietnã e Brasil, além do lançamento de um disco com obras de Berg, Schumann e Sérgio Rodrigo pelo selo Melism (França).

 

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.